VÍDEO: imagens aéreas mostram operação nacional contra o crime organizado em Joinville - Segurança - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Segurança10/10/2018 | 13h54Atualizada em 10/10/2018 | 13h55

VÍDEO: imagens aéreas mostram operação nacional contra o crime organizado em Joinville

Polícia Civil prendeu 14 pessoas na cidade, suspeitas de integrar uma quadrilha interestadual

VÍDEO: imagens aéreas mostram operação nacional contra o crime organizado em Joinville Reprodução/Reprodução
Operação foi realizada nesta quarta-feira Foto: Reprodução / Reprodução

Um vídeo divulgado pela Polícia Civil mostra imagens aéreas da operação nacional que prendeu 14 pessoas em Joinville. Elas são suspeitas de integrar uma quadrilha interestadual que praticava tráfico de drogas e roubos de cargas. A operação Torre de Babel foi deflagrada em seis Estados do país e no Distrito Federal para desmantelar o grupo criminoso, na manhã desta quarta-feira (10). Em SC, ainda houve mais quatro prisões em Araquari, São Francisco do Sul, Itapoá e Navegantes.  

As investigações começaram em janeiro deste ano, com a identificação de um dos integrantes, que seria um dos lideres do grupo criminoso, pela Coordenação Especial de Repressão à Corrupção, ao Crime Organizado e aos Crimes contra a Administração Pública e contra a Ordem Tributária da Polícia Civil do Distrito Federal (Cecor/PCDF) para coibir crimes de tráfico de drogas e roubos a bancos em Brasília.  

Leia também: Empresa de fachada funcionava em Joinville

O homem começou a ser investigado por tráfico de drogas. Ao final das apurações, a Civil identificou a organização criminosa que atuava entre os Estados no tráfico e ainda roubos, furtos e desvios de cargas. Os carregamentos roubados em Santa Catarina eram revendidos em cidades de seis Estados brasileiros, além do Distrito Federal. Partes das cargas roubadas eram desviadas para Distrito Federal para a tríplice fronteira – entre Brasil, Argentina e Paraguai – e para o Nordeste brasileiro. Conforme Costa, o carregamento era utilizado para saldar os valores das drogas que eram comercializadas pelos estados do país. 

 
A Notícia
Busca