Polícia realiza operação nacional contra o crime organizado em Joinville - Segurança - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Segurança10/10/2018 | 08h21Atualizada em 10/10/2018 | 15h40

Polícia realiza operação nacional contra o crime organizado em Joinville

Intitulada Torre de Babel, a ação aconteceu em seis Estados do país e no Distrito Federal.

Polícia realiza operação nacional contra o crime organizado em Joinville Polícia Civil  / Divulgação/Divulgação
Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

A Polícia Civil de Santa Catarina realizou uma operação na manhã desta quarta-feira (10) contra o crime organizado em Joinville. Intitulada Torre de Babel, a ação aconteceu em seis Estados do país e no Distrito Federal. Em SC foram cumpridos 18 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão em Joinville, além de ações em São Francisco do Sul e Navegantes.

Polícia prende 14 em operação nacional contra o crime organizado em Joinville

A investigação começou há nove meses, para identificar um grupo criminoso que atuava no tráfico de drogas e era liderado por um homem. Ao final das investigações, a polícia identificou a organização criminosa interestadual que atua de maneira interestadual no tráfico e ainda em roubos, furtos e desvios de cargas. Os carregamentos eram revendidas em cidades de seis Estados brasileiros, além do Distrito Federal. 

Polícia realiza operação nacional contra o crime organizado em Joinville
Foto: Heverton Ferri / NSC TV

Ainda conforme o apurado pela polícia, o líder desta organização criminosa contava com o auxílio de outros dois que ficavam responsáveis pelos roubos e furtos de cargas e a comercialização no mercado ilícito. Além disso, a polícia ainda identificou que esses dois homens recrutavam motoristas dos veículos de transportes, falsificavam notas fiscais para os produto dos crimes e até o registro de ocorrências nas delegacias que eram falsas.

VÍDEO: imagens aéreas mostram operação nacional contra o crime organizado em Joinville

Outra parte do grupo investigada era pelo tráfico de drogas. A organização possuía uma propriedade em Goiás que era destinada ao armazenamento de grande quantidade de droga. 

Leia mais:

Homem é denunciado pelo MP por matar pai e irmã em São Bento do Sul 

 
A Notícia
Busca