Homens e jovens são maioria entre as vítimas de assassinato em Joinville - Segurança - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Segurança26/10/2018 | 08h02Atualizada em 26/10/2018 | 08h02

Homens e jovens são maioria entre as vítimas de assassinato em Joinville

Cidade registra queda no número de homicídios neste ano em comparação à 2017

Homens e jovens são maioria entre as vítimas de assassinato em Joinville Salmo Duarte/A Notícia
Foto: Salmo Duarte / A Notícia
A Notícia
A Notícia

Jonathan William Martendal, 25 anos, foi morto a tiros no último sábado (20) em Joinville. Dias antes, o jovem já havia sofrido outras tentativas e, no dia do crime, ele foi raptado em São Francisco do Sul e morto na zona Oeste joinvilense.  O caso dele exemplifica a maioria das vítimas de homicídios ocorridos neste ano na cidade: jovem e do sexo masculino. 

Número de assassinatos cai 37,9% neste ano em Joinville

De janeiro a 24 de outubro,  levantamento feito pelo jornal A Notícia aponta que 72 pessoas foram mortas neste período – 68 homicídios e quatro mortes por intervenção policial. A quantia de assassinatos diminuiu 37,9% em Joinville na comparação ao mesmo intervalo de tempo do ano passado.   

Um dos fatores para a diminuição do índice é  trabalho especializado da Polícia Civil, iniciado com a DH em 2016, e da Inteligência da Polícia Militar, o que permitiu maior entendimento sobre o perfil dos crimes de homicídio e identificação de manchas criminais. O mapeamento ajuda a identificar a probabilidade de futuras ocorrências e ainda a aumentar o índice de resolução dos crimes ocorridos, que atualmente está em cerca de 45%.  

Segundo a Polícia Civil, dos 72 crimes ocorridos neste ano 68 foram contra homens e quatro deles contra mulheres. Já dos autores identificados pela polícia, 42 eram homens e 3 mulheres. A maioria das vítimas são jovens na faixa dos 19 aos 25 anos, computando 26 registros, seguido dos 26 aos 35 com 16 casos.   

Em uma análise geográfica, o bairro que mais registra homicídios são o Jardim Paraíso (13), seguido do Paranaguamirim (11) e Aventureiro (5), sendo a arma de fogo o meio de execução mais empregado nos crimes. Ainda conforme os dados da Polícia Civil, grande parte dos crimes tem como motivação disputa entre facções criminosas e o tráfico de drogas e acontecem com mais frequência em via pública.

Leia mais:

Homem teria sido morto por engano, aponta investigação da Polícia Civil de Joinville

Polícia prende suspeito de ser mandante de assassinato em Joinville


 
A Notícia
Busca