Homem mata a mulher e tira a própria vida na presença de familiares em Jaraguá do Sul - Segurança - A Notícia

Versão mobile

 

Segurança27/09/2018 | 13h06Atualizada em 27/09/2018 | 20h44

Homem mata a mulher e tira a própria vida na presença de familiares em Jaraguá do Sul

De acordo com familiares que testemunharam a cena do crime, homem teria matado a companheira e depois tirado a própria vida

Homem mata a mulher e tira a própria vida na presença de familiares em Jaraguá do Sul AN / AN/AN
Foto: AN / AN / AN
A Notícia
A Notícia

Um casal foi encontrado morto na noite de quarta-feira (26) em Jaraguá do Sul. Familiares estavam em casa no momento do crime. De acordo com relato das testemunhas à polícia, brigas e discussões marcaram o relacionamento de uma mulher de 25 anos, morta com tiro na cabeça, e de um homem de 38 anos, também encontrado sem vida na cena do crime.

Segundo a Polícia Militar (PM), o homem matou a companheira e depois tirou a própria vida. A casa onde aconteceu o crime é da mãe dele e, segundo familiares, ele era usuário de entorpecentes.

– Ele usava drogas direto. A mãe dele contou que, como ele estava preso, não estava usando, aí ontem ele saiu e chegou drogado e aconteceu isso. Agora, só Deus para nos dar forças – conta a mãe da vítima.

Uma das filhas do homem contou à polícia que na noite de quarta-feira o casal discutiu. Ele dizia estar sendo perseguido pela polícia e que a companheira o teria denunciado. O homem estava em benefício de saída temporária do Presídio de Jaraguá desde segunda-feira, onde cumpria pena por tentativa de homicídio.

No meio da discussão, ele teria disparado contra a companheira e depois em si mesmo, conforme a polícia. Durante os tiros, de acordo com as testemunhas, a mãe e a filha dele, além de dois filhos pequenos da companheira – um de cinco e outro de três anos – estavam na residência. Ela deixa ainda um filho de 11 anos. Já o homem tinha cinco filhos.

O casal possuía união estável há cerca de dois anos, e o relacionamento foi descrito como conturbado pela família. 

A morte da mulher é uma realidade inerente a outras 62 assassinadas nos primeiros sete meses deste ano no Estado, conforme dados da Secretária de Segurança Pública de SC. Em 2017, 111 casos foram computados em território catarinense.

Três feminicídios em menos de dois meses 

Segundo o levantamento do Anuário Brasileiro da Violência, a quantidade de mortes de mulheres em SC está entre as 10 taxas mais altas de feminicídios para cada 100 mil habitantes no país. 

A média do ano passado foi de 1,4 – a mesma do Maranhão, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. O Estado está acima da média nacional, que é de 1,1 caso para 100 mil habitantes.

Outras duas mulheres foram mortas tendo os companheiros como principais suspeitos na região Norte de SC, em um período menor de dois meses. Em 4 de agosto, Andréia Campos Araújo, 28 anos, foi morta por asfixia pelo namorado, Marcelo Kroin, 38, também em Jaraguá do Sul. 

Ele confessou o crime e está detido no Presídio de Jaraguá do Sul. Kroin afirmou em depoimento que Andréia morreu durante uma briga e que ele havia se defendido com um soco, mas o laudo do IML apontou a causa da morte como asfixia mecânica. Conforme familiares, Andréia estava grávida de três meses. A gestação é agravante na denúncia oferecida pelo MP. 

O outro caso aconteceu no domingo. Sheila Priebe, 35 anos, foi encontrada morta enrolada em um cobertor dentro de casa. Natanael Antonio Miraos, 48 anos, disse à polícia que chegou na residência e discutiu com a mulher porque ela achou ruim ele estar usando drogas. Ele disse ter ido até a cozinha, pegado uma faca e desferido pelo menos três golpes contra a vítima.

O suspeito relatou que não tinha nenhum motivo aparente para o crime e “não entendia o porquê de ter feito aquilo”.

* Os nomes foram preservados em função do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Guia de Ética e Autorregulamentação Jornalística da NSC Comunicação.

Leia também:  

Jaraguá do Sul tem um caso de lesão corporal contra mulheres por dia

Suspeito de matar mulher a facadas deve ser indiciado por feminicídio em Joinville

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAcidente com ônibus que levava crianças deixa nove feridos em Joinville https://t.co/9uuAC32Ldb #LeianoANhá 59 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAcidente com ônibus que levava crianças deixa cinco feridos em Joinville https://t.co/pf1Mi68clp #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca