"Era um pai que todo mundo gostaria de ter", diz amigo após morte de pai e filha em São Bento do Sul - Segurança - A Notícia

Versão mobile

 

Duplo homicídio19/09/2018 | 19h47Atualizada em 19/09/2018 | 21h26

"Era um pai que todo mundo gostaria de ter", diz amigo após morte de pai e filha em São Bento do Sul

Filho do idoso é o principal suspeito de cometer o crime na noite de terça-feira, 18

"Era um pai que todo mundo gostaria de ter", diz amigo após morte de pai e filha em São Bento do Sul Salmo Duarte/A Notícia
Parentes e amigos se reuniram para se despedirem de Osmar Unisesky e Franciele Jelinski Foto: Salmo Duarte / A Notícia

Os velórios de Osmar e Francielle, mortos na terça-feira, aconteceram no mesmo local durante a tarde e noite desta quarta-feira, 19. A família das duas vítimas dividiram a Capela Mortuária São Bento, em São Bento do Sul, para dar o último adeus ao pai e à filha.

Entre os familiares, estava Raul Unisesky, 63 anos. Ele contou que o irmão mais novo, morto a tiros supostamente pelo filho, nasceu em Campo Alegre e foi sozinho para São Bento do Sul aos 19 anos para trabalhar. Emocionado, ele descreveu Osmar como amigo e parceiro.

— Todo mundo sabia que ele era uma boa pessoa. Poderia perguntar até para um estranho que ele ia te dizer isso — disse.

Raul disse que o irmão falava sobre dois dos três filhos não gostarem de Francielle. De acordo com ele, Osmar ficava triste por ter ajudado tanto os filhos, dado estudo e casa para todos morarem, para depois eles não conseguirem aceitar a presença de outra irmã.

Um amigo de Osmar, que não quis se identificar, conhece a família há 22 anos. Ele descreveu o amigo como um homem trabalhador, guerreiro e batalhador. Segundo ele, logo após descobrir da existência da filha, o homem quis assumir a paternidade.

— Ele era como um pai para a gente. Era um pai que todo mundo gostaria de ter — definiu.

 Jací deneilde lada jelinski, tia da menina assassinadaPai e filha mortos a tiros na noite de terça-feira em São Bento do Sul serão velados a partir das 13 horas desta quarta-feira na Capela Mortuária São Bento. O sepultamento acontece às 8h30 de quinta-feira no Cemitério de Postema, em Campo Alegre, também no Planalto Norte de Santa Catarina.O caso aconteceu por volta das 20 horas na rua Cezario Marchinhak, no bairro Brasília, onde funcionava uma transportadora da família. Segundo a Polícia Militar, o autor  dos disparos teria sido o filho da vítima, de 34 anos, que está foragido.
Tios de Francielle lamentam os crimes, que afetaram três famíliasFoto: Salmo Duarte / A Notícia

Familiares de Francielle também compareceram ao velório. A tia Jaci Deneide Lada Jelinski, 54 anos, viajou de Mafra até São Bento do Sul para se despedir da sobrinha. Ela disse que a mãe da jovem estava muito abalada com a perda. Segundo ela, todos estavam tristes pelo crime, que destruiu as famílias do pai e da filha.

— A Francielle era uma menina jovem cheia de alegria. Depois que ela descobriu o pai, ele se tornou tudo para ela — contou.

O sepultamento de pai e filha acontecerá no Cemitério de Postema, em Campo Alegre. Os corpos sairão de São Bento do Sul às 8h30 e serão sepultados às 10 horas desta quinta-feira.

Leia mais:
VÍDEO: Imagens mostram homem deixando o local do crime após morte de pai e irmã em São Bento do Sul


 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaStammtisch reúne 30 mil pessoas e bate recorde de público em Joinville https://t.co/o3p9KysHzn #LeianoANhá 7 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaManifestação contra o PT é realizada em Joinville https://t.co/7rpisz31D6 #LeianoANhá 8 horas Retweet
A Notícia
Busca