Morre mulher que sofreu agressões na véspera do Natal, em Joinville  - Segurança - A Notícia

Versão mobile

 

Feminicídio04/08/2018 | 21h31Atualizada em 04/08/2018 | 21h38

Morre mulher que sofreu agressões na véspera do Natal, em Joinville 

Fabiane da Silva Araújo, 34 anos, estava em estado vegetativo desde dezembro do ano passado

Morre mulher que sofreu agressões na véspera do Natal, em Joinville  Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Fabiane foi espancada e asfixiada por um homem de 30 anos Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Morreu neste sábado, 4 de agosto, a mulher que sofreu agressões na manhã da véspera de Natal do ano passado, no bairro Morro do Meio, em Joinville. Fabiane da Silva Araújo, 34 anos, era técnica de enfermagem e estava em estado vegetativo desde dezembro. Ela foi espancada, asfixiada e golpeada com faca por um homem de 30 anos que, segundo a família, havia conhecido recentemente. Eles estavam no apartamento da mãe dele e não havia mais ninguém em casa.

— As amigas dela não o conheciam, não era um namorado. Era, talvez, um paquera, alguém que ela tinha conhecido há pouco tempo — informou o tio de Fabiane, Antônio Carlos da Silva.

Ele conta que, naquela manhã de 24 de dezembro, um vizinho escutou as agressões e chamou a polícia. Segundo esta testemunha, o homem não parou de bater em Fabiane nem mesmo depois que a viatura da Polícia Militar chegou ao prédio. Ele foi preso em flagrante e está no Presídio de Joinville. 

— Tentei ir à audiência dele mas não pude entrar. Mas, até onde eu sei, ele nunca explicou o que aconteceu, porque fez isso com ela, até porque nunca teria explicação — desabafa o tio.

Fabiane chegou a ser levada para o Hospital São José pelo Helicóptero Águia. Mas, como ficou muito tempo sem oxigênio enquanto era asfixiada, o cérebro foi lesionado. Ela chegou a voltar para casa e ficou aos cuidados da irmã, que deixou o emprego para dedicar-se totalmente a ela. Há alguns meses, no entanto, precisou retornar ao Hospital São José e foi transferida para o Hospital de Rio Negrinho. 

Ela faleceu na manhã deste sábado e deixa uma filha de 14 anos. O velório ocorrerá na Assembléia de Deus da rua Monsenhor Gercino, no bairro Paranaguamirim, a partir das 2 horas da manhã deste domingo. O enterro será às 11 horas, no Cemitério Rio Bonito. 

 

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPolícia investiga queda de mulher do 17º andar em Joinville https://t.co/sugl3n8vXa #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPolicial reage a roubo a vizinho e mata assaltante em Joinville https://t.co/CM6eajY3zI #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca