Joinville registra dois homicídios e duas tentativas em menos de duas horas - Segurança - A Notícia

Versão mobile

 

 

Violência01/05/2018 | 10h49Atualizada em 03/05/2018 | 13h13

Joinville registra dois homicídios e duas tentativas em menos de duas horas

Crimes aconteceram na noite desta segunda-feira, na zona Norte e Leste da cidade

Joinville registra dois homicídios e duas tentativas em menos de duas horas A Notícia / Divulgação/Divulgação
Foto: A Notícia / Divulgação / Divulgação
A Notícia
A Notícia

Na noite desta segunda-feira, Joinville registrou dois assassinatos e duas tentativas de homicídio em um período de duas horas. De acordo com informações do delegado Fabio Estuqui, da Divisão de Investigação Criminal (DIC), a primeira situação ocorreu por volta das 20 horas, onde dois homens foram mortos e um ficou ferido na rua Pupis, no bairro Jardim Paraíso, na zona Norte da cidade.  

Uma das vítimas era proprietária da residência e os outros dois estavam na rua jogando futebol em frente a casa. Conforme o relato do sobrevivente à polícia, dois homens armados se aproximaram do local e começaram a atirar. Durante o tiroteio, dois homens, de 26 e 43 anos, morreram e outro, de 21, levou um tiro na perna. Ele foi encaminhado para o hospital.  

— O sobrevivente contou que não sabe o motivo do crime e também que não conhecia as pessoas que efetuaram os disparos — esclarece o delegado. 

Ainda segundo Estuqui, a residência onde morava uma das vítimas foi alvo recente em uma operação da Polícia Civil, para combater o tráfico de drogas na região. Na ocasião, um dos moradores foi preso suspeito de vender drogas no local.  

Cerca de uma hora depois, os policiais foram novamente acionados para atender uma de tentativa de homicídio. O crime ocorreu na rua Helena Casagrande, no bairro Aventureiro, na zona Leste de Joinville. Aconteceu em uma esquina onde também seria um ponto de droga. A vítima também levou um tiro na perna, foi encaminhado ao Hospital Municipal São José e após o atendimento foi liberado. 

O homem não aguardou a chegada da polícia no hospital para prestar depoimento. Ele deve ser interrogado ainda nesta semana. 

— É bem provável que as ocorrências tenham relação com o tráfico de drogas. O local onde ocorreu são pontos de vendas de drogas. É uma possível guerra entre os grupos criminosos. A Polícia Civil deve investigar nestas duas frentes, tanto os homicídios quanto no crime organizado — explica.   

A Delegacia de Homicídios (DH) de Joinville também irá investigar os casos. Com as duas mortes, sobe para 33 o número de homicídios registrados na cidade em 2018. 

Quem tiver mais informações sobre a autoria do crime ou quiser colaborar com as investigações poderá ligar para o Disque Denúncias (181) ou enviar mensagens para a página da Delegacia de Homicídios no Facebook. Todas as informações são mantidas em sigilo.

Leia também:
Mortes violentas caem 34,8% neste ano em Joinville


 
A Notícia
Busca