Coronel Araújo Gomes assume comando-geral da PM com operações na Capital - Segurança - A Notícia

Versão mobile

 

 

Segurança22/02/2018 | 12h04Atualizada em 22/02/2018 | 12h04

Coronel Araújo Gomes assume comando-geral da PM com operações na Capital

Após a posse desta quinta-feira, no Centro de Ensino da PM, na Capital, policiais foram deslocados para ações em comunidades da cidade

Coronel Araújo Gomes assume comando-geral da PM com operações na Capital Felipe Carneiro/Diário Catarinense
Novo comandante tomou posse na manhã desta quinta Foto: Felipe Carneiro / Diário Catarinense

O coronel Araújo Gomes assumiu nesta quinta-feira de manhã o comando-geral da Policia Militar de Santa Catarina em solenidade na Capital. Até então subcomandante da corporação, ele substitui o coronel Paulo Henrique Hemm, que vai concorrer a deputado estadual nas eleições de outubro deste ano. No ato também foi empossado o novo subcomandante-geral, coronel Cláudio Roberto Koglin.

Logo após a cerimônia, os policiais presentes foram deslocados para atuação em operações em comunidades da Capital. O principal foco será nas regiões Norte e Continental de Florianópolis. 

- A ação também é simbólica e representa a nossa presença nas comunidades mais vulneráveis. Ao mesmo tempo faremos contato com as prefeituras para desenvolvermos ações sociais nestes locais - explicou Gomes.

Foram pelo menos 20 viaturas que deixaram o pátio do Centro de Ensino da PM perto das 11h30min para iniciarem o patrulhamento. A expectativa é que o trabalho se estenda pelos próximos dias. Para o governador Eduardo Pinho Moreira, a troca no comando da policiais renova as energias. Ele disse que pretende procurar prefeitos, como fez nesta quinta-feira em reunião com Gean Loureiro, da Capital, para debater estratégias de assistência social que auxiliem no trabalho da PM.

Ex-comandante e secretário trocam farpas

Dois discursos chamaram a atenção durante a cerimônia. Primeiro, ao deixar a função de comandante-geral, Hemm fez uma fala forte com valorização dos policiais, mas com críticas às leis e ao que eles chamou de "policiólogos", especialistas em segurança pública que criticam o trabalho da corporação.

_ Eles reclamam até que usamos algemas em pessoas presas_ criticou.

Especialista em criminologia, o novo secretário de Segurança Publica, Alceu de Oliveira Pinto Junior, usou parte do seu tempo ao microfone para reagir:

_ Temos que ter cuidado com os discursos políticos e agir dentro da legalidade. Não há como cobrar o cumprimento da lei se não fizermos o mesmo.

Leia também:
Entenda o conflito que originou ataques em Florianópolis

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDuas pessoas sofrem tentativa de homicídio na zona Norte de Joinville https://t.co/WVigtP2Wpb #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDebate sobre baixa adesão à vacina contra HPV em Joinville chega à Comissão de Saúde da Câmara  https://t.co/gRB0zENMnY #LeianoANhá 15 horas Retweet
A Notícia
Busca