Operação Veraneio, lançada nesta segunda, terá 10 mil agentes em 61 cidades de SC - Segurança - A Notícia

Versão mobile

 

 

Verão 201818/12/2017 | 19h47Atualizada em 18/12/2017 | 19h47

Operação Veraneio, lançada nesta segunda, terá 10 mil agentes em 61 cidades de SC

Nesta temporada, oficiais da polícia argentina estarão trabalhando em conjunto com as forças de segurança do Estado

Operação Veraneio, lançada nesta segunda, terá 10 mil agentes em 61 cidades de SC Marco Favero/Diário Catarinense
Temporariamente, vão atuar no verão catarinense 1,5 mil guarda-vidas Foto: Marco Favero / Diário Catarinense

Foi lançada oficialmente nesta segunda-feira, em cerimônia na sede dos Bombeiros da Trindade, em Florianópolis, a Operação Veraneio 2018 em Santa Catarina. Até o dia 4 de março, 10.545 profissionais de segurança, entre bombeiros e policiais militares e civis irão trabalhar em 61 cidades do Estado. Serão investidos R$ 33 milhões ao longo de 78 dias.

O anúncio acontece em meio ao crescimento da violência em Santa Catarina. O ato contou com a presença do governador Raimundo Colombo, que garantiu que o governo está preparado para enfrentar a criminalidade durante a temporada. Colombo não acredita que notícias como o recorde de homicídios em Florianópolis possam afetar a quantidade de turistas em Santa Catarina neste verão.

— O aumento da violência está na sociedade, está no Brasil inteiro. Eu não vejo essa situação. Nós estamos enfrentando esse problema com rigor total. Acho que é bem diferente do que está acontecendo no Rio de Janeiro, por exemplo — comparou. 

Também presente na cerimônia, o secretário de Segurança Pública, César Augusto Grubba, salientou o reforço de 924 novos policiais militares formados recentemente. Sobre a violência na Capital, Grubba destacou que a atuação será em nas chamadas manchas criminais, principalmente no norte da Ilha.

— Se você fizer um comparativo do primeiro semestre desse ano com o segundo semestre, já houve uma queda violenta no índice de homicídios de Florianópolis, e agora estamos reforçando o efetivo principalmente para trabalhar nas manchas criminais das áreas consideradas críticas.

Já o secretário de Turismo, Leonel Pavan, salientou que Santa Catarina ainda é um dos principais destinos brasileiros, não só pelas belezas naturais, mas pela condição de segurança que o Estado oferece. E mais, acredita que haverá um crescimento de 10% no número de turistas com relação à temporada passada. Pavan destacou o aumento de cerca de 800 voos charter para Florianópolis neste ano, além dos voos diários, que já começaram na semana passada, entre Floripa e Buenos Aires. Também lembrou que a retomada de Santa Catarina na rota de cruzeiros pode trazer até 70 mil turistas para Porto Belo, Camboriú e Itajaí.

 FLORIANÓPOLIS, SC, BRASIL - 18/12/2017Lançamento da Operação Veraneio em SC
Governador Raimundo Colombo (C) e os secretários Grubba (E) e Pavan em oração durante a cerimônia da Operação VeraneioFoto: Marco Favero / Diário Catarinense

Polícia argentina irá reforçar Operação Veraneio

A expectativa do governo argentino é que até 1,5 milhão de "hermanos" passem férias no litoral catarinense neste verão. Por isso, uma das principais novidades para esta Operação Veraneio é o apoio da polícia do país vizinho, que terá quatro oficias trabalhando junto com as forças de segurança de Santa Catarina até março. O tenente coronel Cláudio Ludtke, chefe da Província de Missiones, esteve presente na cerimônia.

— A partir de hoje, quatro oficiais da polícia de Missionies estarão trabalhando de maneira efetiva durante toda a Operação Veraneio. Serão quatro tenentes, dois em Florianópolis, um em Meia Praia e um em Camboriú. Eles estarão aqui com a finalidade de assessorar todo o turista de fala espanhola — garantiu, em bom português.

Confira a entrevista com o ten cel Cláudio Ludtke

A Operação Veraneio em números

A Polícia Militar vai atuar em 146 praias de 52 municípios, além de 26 estâncias hidrominerais. O efetivo será de 5.077 servidores, praticamente metade do quadro da corporação em SC. Deste número, 3.970 trabalham nas própria região e outros 1.107 serão alocados temporariamente.

Pelo Corpo de Bombeiros, a mobilização ocorre em 35 cidades, com monitoramento de 159 pontos e 326 km de áreas para banho. Temporariamente, vão atuar no verão catarinense 1,5 mil guarda-vidas. Duzentos bombeiros militares serão deslocados para cumprirem as escalas no Litoral e em balneários. A Polícia Civil terá reforço em 26 dos 36 municípios onde estará na operação. O helicóptero do Serviço Aeropolicial também vai participar do trabalho.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConfira o obituário de 22 de fevereiro de 2018 https://t.co/NqU9OynOzD #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVereadores de Jaraguá aprovam projeto que veta  discussão sobre gênero em escolas https://t.co/I5hMxoljDm #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca