Polícia localiza suspeito de aliciamento de menor de idade em Joinville - Segurança - A Notícia

Versão mobile

Segurança07/11/2017 | 15h39Atualizada em 07/11/2017 | 15h50

Polícia localiza suspeito de aliciamento de menor de idade em Joinville

Homem marcou encontro com criança na rodoviária da cidade nesta terça-feira

Polícia localiza suspeito de aliciamento de menor de idade em Joinville Divulgação/Policia Civil de joinville
Polícia Civil apreendeu alguns objetos junto ao suspeito, inclusive aparelho de celular Foto: Divulgação / Policia Civil de joinville
A Notícia
A Notícia

A Delegacia de Proteção a Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Joinville localizou, na manhã desta terça-feira, um homem de 21 anos suspeito de aliciar menor. O homem enviava mensagens com conotação sexual para uma criança de 10 anos, por meio de aplicativo de mensagem de rede social. 

Leia as últimas notícias de Joinville e região em AN.com.br

Segundo a delegada Georgia Marrianny Gonçalves Bastos, da DPCAMI, as conversas começaram pelo aplicativo há mais de uma semana. A menina mostrou para a mãe as mensagens trocadas com o homem e a mulher entrou em contato com a polícia. Os pais da criança acionaram a Polícia Civil, que passou a monitorar as conversas. O suspeito marcou um encontro com a criança nesta terça-feira na rodoviária da cidade. 

— Felizmente, essa é uma situação em que os pais observam e monitoram os que os filhos fazem na internet. Então, a família entrou em contato com a equipe de policias da DPCAMI. Eles encontraram o homem na rodoviária, à espera da menor — afirma a delegada.

Já na rodoviária, o suspeito foi abordado por policiais civis e, posteriormente, conduzido para a Central de Polícia (CP), para prestar esclarecimentos sobre o caso.  Os pais da criança também foram ouvidos na manhã desta terça-feira. De acordo com o delegado Pedro Alves, responsável pela investigação, durante o depoimento, o jovem conduzido informou que não tinha conhecimento de que estava conversando com uma criança. 

O homem foi liberado depois do interrogatório. Segundo o delegado, no depoimento foram colhidos os elementos de prova necessários, porém não havia fundamentos para prisão em flagrante. A polícia apreendeu alguns objetos junto ao suspeito, inclusive um aparelho celular, que será encaminhado para perícia. 

— Se ficar verificado que tenha outros elementos que autorizem uma prisão preventiva, nós vamos representar pela prisão e encaminhar para o juiz, que irá decidir se irá prender ou não — garante o delegado.

Ainda conforme Alves, o suspeito poderá ser enquadrado no crime — previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) — de "aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso". A criança será encaminhada para atendimento psicológico na DPCAMI.

* A identidade do suspeito e da vítima não foi divulgada em cumprimento ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCentro de Bem-estar Animal de Joinville é interditado temporariamente https://t.co/KOKMDlVxeZ #LeianoANhá 12 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPolícia apreende suspeitos com drogas e atestados médicos em Joinville  https://t.co/CGTkW4jpkx #LeianoANhá 3 horas Retweet
A Notícia
Busca