Familiares e colegas de corporação se despedem de PM morto a tiros em Camboriú - Segurança - A Notícia

Versão mobile

Segurança01/09/2017 | 11h17Atualizada em 01/09/2017 | 14h57

Familiares e colegas de corporação se despedem de PM morto a tiros em Camboriú

Funeral ocorreu na manhã desta sexta-feira

Familiares e colegas de corporação se despedem de PM morto a tiros em Camboriú Lucas Correia / Jornal de Santa Catarina/Jornal de Santa Catarina
Foto: Lucas Correia / Jornal de Santa Catarina / Jornal de Santa Catarina

Familiares, policiais militares, bombeiros, comunidade e membros da guarda municipal de Balneário Camboriú participaram na manhã desta sexta-feira do funeral do sargento da reserva da Polícia Militar Edson Abílio Alves, 51 anos, morto na quarta-feira em Camboriú.

O cerimonial começou às 10h, uma hora depois do programado. O corpo foi levado da Assembleia de Deus, no bairro Monte Alegre, até o cemitério, no Centro, em um carro do Corpo de Bombeiros.

::: PM assassinado em Camboriú é a quarta morte violenta de agentes de segurança de SC no mês de agosto
::: "Não recuaremos um centímetro sequer no enfrentamento do crime", diz comandante-geral da PM em SC

Com colegas e familiares da vítima aos prantos, o sub-comandante da PM-SC, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes, fez um discurso emocionado, lamentando as perdas que o Estado vem sofrendo por conta da violência.

— As pequenas ausências, dos dias de trabalho em que o militar sai sem saber se irá voltar para casa, agora será maior para esta família — afirmou.

Rondas continuam em Camboriú

Durante toda a quinta-feira e ainda nesta sexta-feira, barreiras policiais foram montadas em alguns pontos de Camboriú. A polícia já tem suspeitos de envolvimento na morte do policial, mas nenhuma prisão foi feita até o momento.

A Comissão de Direitos Humanos da OAB, em Balneário Camboriú, emitiu nota de solidariedade à família da vítima e também aos policiais militares do Estado. A comissão se prontificou a atender os familiares, com medidas administrativas e judiciais que forem necessárias. No texto, a comissão fala na banalização da violência e na necessidade de políticas sociais preventivas para combater o crime.

Leia mais

Estado restringe perícias noturnas por conta de atentados

Centro Administrativo é alvo de tiros em noite com 14 atentados em SC

Moacir Pereira: SC enfrenta dias sombrios na segurança

    Siga A Notícia no Twitter

    • anonline

      anonline

      Jornal A NotíciaFestival reúne receitas diferentes para quem gosta de churros em Joinville https://t.co/FKsKQvaFSA #LeianoANhá 10 horas Retweet
    • anonline

      anonline

      Jornal A NotíciaCondutor morre após carro colidir com caminhão na BR-280, em Jaraguá do Sul https://t.co/Rq6BmUjrx6 #LeianoANhá 15 horas Retweet
    A Notícia
    Busca
    clicRBS
    Nova busca - outros