Veja as três ações que prefeitura e SSP planejam para frear assassinatos em Florianópolis - Segurança - A Notícia

Versão mobile

Segurança29/06/2017 | 15h25Atualizada em 29/06/2017 | 16h07

Veja as três ações que prefeitura e SSP planejam para frear assassinatos em Florianópolis

Órgãos pretendem agir nas áreas social e de segurança

Veja as três ações que prefeitura e SSP planejam para frear assassinatos em Florianópolis Montagem sobre foto de Betina Humeres e Felipe Carneiro/DC
Secretário da SSP, César Grubba (esq.) e prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro Foto: Montagem sobre foto de Betina Humeres e Felipe Carneiro / DC

No dia seguinte ao registro da 101ª morte violenta em Florianópolis, a prefeitura da Capital e o governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública, fizeram promessas de ações para frear o crescimento dos assassinatos na cidade. Em três ações, o prefeito Gean Loureiro e o secretário César Grubba apontam como pretendem trabalhar contra a violência.

Leia também:
Gean diz que ações são "tímidas" e promete plano de segurança
Secretário de Segurança contesta número e fala em "força-tarefa"

Veja abaixo mais detalhes de cada promessa:

Plano municipal de segurança pública
O prefeito da Capital diz que até o fim do ano a cidade terá um plano municipal de segurança pública. O projeto deve ser enviado à Câmara de Vereadores assim que ficar pronto. Para fazê-lo, o Executivo pretende antes criar um Conselho Municipal de Segurança. O órgão contará com integrantes de organizações civis e membros de órgãos de segurança do Estado.

Projeto Bairro Educador
Na área social, Gean Loureiro quer criar o Projeto Bairro Educador, que selecionará iniciativas culturais nos bairros para serem trabalhadas com crianças e adolescentes em situação de risco nas escolas e associações locais. Atualmente, admite Loureiro, apenas ações tímidas são tomada na cidades na assistência social:

—  Nós temos projetos de assistência social, mas isso ainda é muito tímido e não tem o efeito necessário. Uma política pública forte só tem resultado se for pensada a longo prazo — disse. 

Força-tarefa
O secretário de Segurança Pública planeja ações efetivas como uma força-tarefa. Grubba, porém, não quis dar detalhes de como será a ação:

— Vai ter ação efetiva. Terá força-tarefa para combate à criminalidade e polícia na rua.

Leia mais notícias:
Diogo Vargas: o embate entre polícia e bandidos em Florianópolis
Com a descoberta de corpos, Capital chega a 101 mortes violentas
Grande Florianópolis tem madrugada de ataques a unidades de segurança

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPalcos abertos democratizam a dança com apresentações gratuitas por Joinville https://t.co/I0rDfqRsgn #LeianoANhá 10 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaComplexo prisional da Capital: coincidências após a denúncia da contagem paralela https://t.co/fkSYzXRPMi #LeianoANhá 11 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros