Polícia Civil desarticula grupo que produzia e vendia anabolizantes em Balneário Camboriú - Segurança - A Notícia

Versão mobile

Litoral11/05/2017 | 16h18Atualizada em 11/05/2017 | 16h18

Polícia Civil desarticula grupo que produzia e vendia anabolizantes em Balneário Camboriú

Investigação começou após a morte de um morador de Itajaí no ano passado

Jornal de Santa Catarina
Jornal de Santa Catarina

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil de Balneário Camboriú desarticulou na quarta-feira um grupo envolvido na produção e venda de anabolizantes na região.

A investigação começou no fim do ano passado, quando um morador de Itajaí morreu em decorrência de falência múltipla dos órgãos. Segundo a Polícia, parentes da vítima descobriram que ele fazia uso de anabolizantes.

A partir das investigações, a polícia localizou um laboratório na Rua José Bernardes Passo, em Camboriú. No endereço, foram apreendidos matérias-primas para fabricação, ampolas de vidro, seringas, prensa, balanças e materiais para rotulagem, além de drogas prontas para venda.

Em uma loja de suplementos, na 3ª Avenida, em Balneário Camboriú, e na casa do suspeito de ser dono do laboratório, foram apreendidas diversas substâncias prontas para comercialização. De acordo com a polícia, o suspeito não foi localizado durante a operação, mas se apresentou na delegacia durante a tarde acompanhado por um advogado. Como não houve flagrante, ele depôs e foi liberado.

Os agentes ainda cumpriram mandado de busca na casa de outro homem, em Navegantes. Lá, foram encontradas ampolas e frascos de anabolizantes. Na loja dele, localizada no bairro São Vicente, em Itajaí, também foram encontradas algumas substâncias. De acordo com as investigações, ele seria o responsável por revender os produtos no varejo e acabou sendo preso por tráfico de anabolizantes.

Um terceiro homem, que seria responsável por distribuir os produtos fabricados em Camboriú, foi levado à sede da DIC para esclarecimentos. Na casa dele foram apreendidos anabolizantes, objetos e documentos que provariam sua participação no crime. Ele prestou depoimento e foi liberado em seguida.

Além disso, um médico de Itajaí e um funcionário de uma academia de Balneário Camboriú estão sendo investigados. O médico teria prescrito anabolizantes a pacientes e o funcionário é suspeito de vender os produtos ilícitos para seus alunos. As duas lojas que vendiam os produtos tiveram o alvará cassado e foram interditadas. 

Participaram da operação o Setor de Investigação e Captura (SIC) de Balneário Camboriú e das Delegacias de Polícia (DPCo) de Camboriú e Monte Alegre, além da Guarda Municipal de Balneário Camboriú.

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaBandidos disseminam terror ao filmar execução em Florianópolis  https://t.co/PkfGE4nFP1 #LeianoANhá 5 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMax, ex-goleiro do JEC, morre aos 42 anos de idade https://t.co/XrGxmAf7Zv #LeianoANhá 48 minutosRetweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros