Jovem é assassinada dentro de casa durante assalto no Sul de Santa Catarina - Segurança - A Notícia

Versão mobile

Segurança17/05/2017 | 10h09Atualizada em 17/05/2017 | 10h11

Jovem é assassinada dentro de casa durante assalto no Sul de Santa Catarina

Francine da Silva Peres, 21 anos, deixa um filho pequeno. Suspeito foi preso após o crime e confessou ter matado outra pessoa no fim de semana

Jovem é assassinada dentro de casa durante assalto no Sul de Santa Catarina Arquivo Pessoal/Facebook
Francine estava na casa da tia quando o homem entrou para furtar e a esfaqueou Foto: Arquivo Pessoal / Facebook

Uma jovem de 21 anos foi assassinada dentro de uma casa durante um assalto no final da tarde desta terça-feira em Balneário Arroio do Silva, no Sul de Santa Catarina. Francine da Silva Peres levou duas facadas no pescoço de um homem que entrou na residência da tia dela para furtar objetos. Marcio Salgado, 30 anos, foi preso momentos após o crime pela Polícia Militar (PM). Com a morte, a vítima deixa um filho de dois anos.

Francine trabalhava no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Arroio do Silva. A prefeitura da cidade emitiu nota de pesar pela morte da funcionária, que causou muita comoção nas redes sociais, principalmente entre amigos e colegas da moça.

Francine estava na casa de sua tia. Diariamente ela ia até lá tomar banho depois do trabalho para seguir até a faculdade, onde cursava Fisioterapia. Segundo o delegado Marlon Bosse, responsável pela delegacia de Arroio do Silva, Marcio confessou o crime. No depoimento, disse que havia entrado na residência para fugir de alguém que lhe perseguia. Entretanto, para Bosse, o crime se configura como um latrocínio, quando há roubo seguido de morte:

— A alegação dele não faz sentido. Ele entrou na casa para subtrair alguns objetos e se deparou com a vítima.

Marcio disse que deu as facadas em Francine porque ela não obedeceu às ordens dele para que ficasse em silêncio. Antes de entrar na casa onde estava a jovem, o assassino teria arrombado outra residência nas proximidades. Ao delegado, ele disse que praticava furtos na cidade há dois meses.

— Ele veio do Rio Grande do Sul. Tem passagens por homicídio, roubo e porte de arma. No depoimento ele disse que estava em liberdade provisória num dos processos.

Bosse concluiu o inquérito na madrugada desta quarta-feira e pediu a prisão preventiva do assassino confesso, que não apresentou advogado. Ao meio-dia desta quarta ele será levado a para a audiência de custódia no Fórum de Araranguá, também no Sul do Estado.

Assassino confessa outro homicídio

Na delegacia, Marcio Salgado confessou que matou outra pessoa no fim de semana, também em Arroio do Silva. Ele disse que foi contratado para assassinar um homem por dívida de tráfico de drogas. Policiais foram até a casa da suposta vítima e a encontraram morta dentro de casa. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso.

Leia também:
PF faz operação contra venda de bebidas contrabandeadas em SC

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem mata a mulher dentro de casa em Itajaí https://t.co/GRk1RbYI43 #LeianoANhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCâmara de Joinville faz audiência para discutir dez projetos de datas comemorativas   https://t.co/fVPB0gROvY #LeianoANhá 4 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros