Garota de 15 anos é encontrada morta e primo é suspeito, no Meio-Oeste de SC - Segurança - A Notícia

Versão mobile

Segurança24/02/2017 | 12h38Atualizada em 24/02/2017 | 15h57

Garota de 15 anos é encontrada morta e primo é suspeito, no Meio-Oeste de SC

Natiele estava desaparecida desde 14 de janeiro

Garota de 15 anos é encontrada morta e primo é suspeito, no Meio-Oeste de SC Arquivo pessoal/Arquivo pessoal
Natiele Camargo Moreira Foto: Arquivo pessoal / Arquivo pessoal

O desaparecimento de Natiele Camargo Moreira, 15 anos, em Caçador, no Meio-Oeste de Santa Catarina, terminou de forma trágica nesta semana. A garota estava sumida desde 14 de janeiro deste ano. Seu corpo foi encontrado pela Polícia Civil na última quarta-feira, enterrado em um terreno na Vila Santa Catarina, depois de horas de buscas dos agentes e de equipes do Corpo de Bombeiros da cidade. Segundo a família, a adolescente saiu de casa na noite do dia 14 para encontrar uma prima e um primo, depois disso não foi mais vista.

Com a ajuda de uma testemunha, que inicialmente havia dado outra versão para o fato, os investigadores encontraram o local onde o corpo havia sido ocultado. Mesmo que o DNA ainda não tenha sido feito, a polícia já conseguiu identificar a garota por meio das roupas que ela usava. Além disso, na região próxima onde estava o corpo havia outros pertences da adolescente.

De acordo com o delegado Ronnie Esteves, responsável pela investigação, a polícia trabalha com a hipótese de homicídio. Um suspeito, de 27 anos, já foi identificado. Segundo a família, ele é o primo de Natiele que estava com ela naquela noite. O rapaz está preso desde o começo por tráfico de drogas em Chapecó, no Oeste do Estado.

O que os investigadores sabem até o momento é que a adolescente teria sido forçada pelo suspeito a usar cocaína na noite do crime. As outras circunstâncias da morte ainda estão em apuração, diz Esteves. O delegado não descarta pedir nas próximas horas a prisão preventiva do rapaz:

— Localizei hoje uma testemunha que viu ela junto com o primo e uma prima naquela noite. Vou ouvi-lo para depois decidir sobre o pedido de prisão preventiva do suspeito — explicou o delegado.

Esteves ainda pretende confirmar a coação do suspeito a Natiele para que ela usasse drogas e até desvendar se, por conta do consumo de cocaína, ela possa ter sido violentada pelo rapaz. A polícia não descarta ainda que outras pessoas tenham participado do crime. O envolvimento da prima que estava com eles naquela noite, de 17 anos, entretanto, está descartada.

— Queremos apurar se há outras pessoas envolvidas diante das circunstâncias em que o corpo foi encontrado, e até para saber se ela foi enterrada viva ou morta. Ela estava enterrada sob várias camadas de pedra, não existia cheiro. A gente supõe que fazer isso sozinho seria muito difícil — detalha o delegado.

Leia também:
Goleiro Bruno consegue habeas corpus e deve ser solto nesta sexta
Mullher morre em colisão frontal na Grande Florianópolis

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCorpo é encontrado coberto por plástico em Joinville https://t.co/2FFIPRujcl #LeianoANhá 5 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaEm passagem por Joinville, Ciro Gomes defende diálogo nacional para resolver crise brasileira https://t.co/oF6pYWhJ1D #LeianoANhá 6 minutosRetweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros