Receita Federal apreende em Navegantes cocaína que seria enviada à Itália - Segurança - A Notícia

Versão mobile

Segurança11/10/2016 | 17h09Atualizada em 11/10/2016 | 17h22

Receita Federal apreende em Navegantes cocaína que seria enviada à Itália

Este é o segundo carregamento de drogas interceptado em cinco meses

Receita Federal apreende em Navegantes cocaína que seria enviada à Itália Foto: Fabiano Correa / RBS TV/RBS TV
Foto: Foto: Fabiano Correa / RBS TV / RBS TV

A Receita Federal apreendeu nesta terça-feira em Navegantes cerca de 300 quilos de cocaína que seriam exportados para a Itália. A carga estava dentro de um contêiner, escondida em bobinas de aço. A descoberta foi feita com auxílio de um cão-farejador da Polícia Federal de Itajaí.

O contêiner foi rastreado pela Receita devido a informações inconsistentes de registro, apontadas em procedimentos de análise de risco. Chamou atenção dos auditores-fiscais foi o tipo de produto e para onde estava sendo enviado, e o histórico de operações do importador, que nunca havia comprado do Brasil.

A carga foi interceptada e passou por scanner antes de ser submetida ao cão-farejador, que indicou que havia necessidade de abrir as bobinas. 

O carregamento chegou à Portonave, em Navegantes, na semana passada. O exportador é uma empresa de São Paulo, que enviaria o contêiner ao porto de Livorno, na região da Toscana.



A droga será encaminhada pela Receita à Polícia Federal. Os responsáveis podem responder por tráfico internacional, que prevê pena de até 15 anos de prisão, e por organização criminosa, que prevê detenção por até 8 anos. 

O delegado Thiago Giavarotti, da PF, disse que as informações preliminares ainda serão repassadas pela Receita _ mas nenhuma linha de investigação é descartada.

Inclusive, a possibilidade de haver relação entre a carga encontrada nesta terça-feira e o carregamento recorde de quase uma tonelada de cocaína, descoberto em oito contêineres que embarcariam de Navegantes para a Espanha, em maio. A droga estava escondida em blocos de concreto. 

A inspetora-chefe adjunta da Alfândega de Itajaí, Denise de Mello Oliveira, informou que os trabalhos para identificação de cargas ilegais têm sido intensificados. 

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaTransformador de cinco toneladas cai de carreta e bloqueia BR-376 https://t.co/YUAK9VyoVWhá 6 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJoão Carlos Gonçalves é afastado do cargo da Câmara de Vereadores de Joinville https://t.co/UIXONjXnEjhá 10 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros