Polícia consegue 63 prisões preventivas contra o PCC em SC - Segurança - A Notícia

Vers?o mobile

 

Crime organizado27/04/2016 | 14h44Atualizada em 27/04/2016 | 16h43

Polícia consegue 63 prisões preventivas contra o PCC em SC

Mais de metade dos envolvidos já estava dentro de presídios.

A Polícia Civil de Santa Catarina começou a cumprir 63 mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça contra integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) de São Paulo, que busca se instalar no Estado. Destes, 45 são de pessoas que já estão em presídios.Bairro 

Jardim Paraíso, em Joinville, é um dos bairros em que a facção tenta comandar crimes. Foto: violencia,joinville,pgc,pcc / Agencia RBS

As ações da Operação Sintonia são concentradas especialmente em Joinville e Norte catarinense e começaram a ser desencadeadas na terça-feira pela Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Draco) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), de Florianópolis.

Uma entrevista coletiva está marcada para a tarde desta quarta-feira na Capital, onde o delegado da Draco, Procópio Batista da Silveira Neto, deverá dar detalhes do trabalho. Em Joinville também haverá divulgação dos resultados pela polícia.

Além das prisões, foram decretados a pedidos da polícia 17 mandados de busca e apreensão. A assessoria da Polícia Civil divulgou que a investigação durou oito meses. As ordens judiciais foram cumpridas em SC e outros três Estados: Paraná, Minas Gerais e Sergipe. Em Santa Catarina foram realizadas diligências em Joinville, Itajaí, Itapema, Itapoá e Tubarão.

Foram mobilizados também a Polícia Militar, Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Diretoria de Inteligência, Departamento de Administração Prisional (Deap), Polícia Civil do Paraná e policiais locais. Até a tarde desta quarta-feira havia três autos de prisão em flagrante e sete presos, um adolescente apreendido, além de apreensões de maconha, crack, cocaína e munição de calibres 32 e 38 e um revólver calibre 38.

A polícia afirma que foram apreendidos documentos, anotações, cartas e cartões de memória com material que indicaria a participação dos suspeitos na organização criminosa investigada.

Foto: Diogo Vargas / Diário Catarinense

Avanço do PCC em SC

Nos últimos anos, o Diário Catarinense tem revelado em reportagens especiais o avanço da facção criminosa PCC em Santa Catarina, que trava duelo com a facção Primeiro Grupo Catarinense (PGC).

A guerra se dá por disputa de território e pontos de drogas, especialmente na região de Joinville, onde há uma onda de assassinatos desde 2015 que assusta a população.

 
A Notícia
Busca