"Temos que trabalhar para que o dinheiro gerado em Joinville possa ficar aqui", diz Coronel Armando - Política - A Notícia

Versão mobile

 

Eleições 201808/10/2018 | 17h29Atualizada em 08/10/2018 | 17h54

"Temos que trabalhar para que o dinheiro gerado em Joinville possa ficar aqui", diz Coronel Armando

Militar é um dos três representantes de Joinville eleito entre os 16 deputados federais catarinenses nas Eleições de 2018

"Temos que trabalhar para que o dinheiro gerado em Joinville possa ficar aqui", diz Coronel Armando Salmo Duarte/A Notícia
Coronel Armando (PSL), deputado federal por Santa Catarina Foto: Salmo Duarte / A Notícia

Militar da Reserva das Forças Armadas e representante da Associação de Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG), em Joinville e Região, Luiz Armando Schroeder Reis, o Coronel Armando, elegeu-se para ocupar seu primeiro cargo como Deputado Federal. Disputando pelo PSL, o então candidato obteve 60.069 votos. AN traz abaixo o perfil do político e as prioridades que ele deseja pleitear em Brasília.

Quem é o Deputado

Novo na política, o militar dedicou mais de 30 anos às Forças Armadas como Oficial do Exército, exercendo desde funções de Oficial Subalterno até Assessor de Estado-Maior do Comando Militar. Atuou em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, onde foi eleito deputado neste domingo.

Nascido em Resende, no Rio de Janeiro, entre idas e vindas ele já completou 16 anos morando em Joinville, cidade de nascimento da esposa e deus filhos. Conforme Coronel Armando, ele entrou para o Exército na década de 1970, quando ingressou na Academia Militar da Agulhas Negras (1976) e, posterioremente, se formou como oficial da Arma de Infantaria em 1979.

Em âmbito acadêmico, o Coronel é formado na Escola de Educação Física do Exército e possui outras duas faculdades, de Bacharel em Direito pela UNISUL, e, em Administração Pública pela UFSC. No currículo consta ainda um MBA em Gestão Estratégica em Segurança Empresarial e cursos de pós-graduação na área de recursos humanos, docência e política. Atua também como professor convidado da pós-graduação em Segurança Pública e Cidadania da Aupex.

Prioridades do Mandato

A principal bandeira que levada por Coronel Armando ao Congresso Nacional deve ser a da Segurança e valorização dos profissionais da área. De acordo com ele, hoje "os valores militares estão sendo procurados e, nem o Exército, nem as Forças Armadas, pensam numa intervenção (militar) e, sim, entrar de forma democrática na política para não desestabilizar o País", afirma.

Com essas palavras, o agora eleito deputado diz que sua prioridade é buscar reforçar a área da Segurança, não como "bancada da bala", mas defendendo uma reforma no Código Penal. Entre as ideias que ele apoia estão a redução da maioridade penal, a valorização dos profissionais e o afastamento das ameaças que cercam militares e seus familiares.

— Você não pode esperar levar um tiro para reagir, tem que se antecipar e isso poupa vidas. E veja, se ninguém pode usar arma, porque que o traficante pode usar e atirar e a gente não pode? Precisamos não só aumentar o efetivo, mas valorizá-lo e, se não valoriza, dá margem para pessoas que não valorizam façam. Se o Estado  não tomar conta cada vez menos vamos ter qualidade de vida e segurança— aponta.

Ele sinaliza ainda que é preciso apostar na educação para melhorar a situação da segurança. Outras ideias que ele espera defender no Câmara dos Deputados é pregar maior eficiência do Estado, trabalhar pela reforma política e tributária, e propor o fim da reeleição e a redução do mandato parlamentar para um teto limite.

Demandas por Joinville

A função de um deputado é de legislar, fiscalizar o executivo, e trabalhar em prol da sua região, trazendo as emendas parlamentares que possam ajudar em seu desenvolvimento. Joinville é a maior potência dentro do Estado e tem pouco retorno do que arrecada. Temos que trabalhar numa reforma tributária  para que o dinheiro (gerado aqui) possa ficar aqui", explica. Ele também aponta para a necessidade de terminar as obras da ponte do bairro Adhemar Garcia e da BR-280, que afeta tanto a parte das indústrias como o turismo locais. 

Leia Mais:

"Quero ajudar a erguer o Pronto Atendimento da Região Oeste de Joinville", diz Darci de Matos

"Vou lutar pela privatização da duplicação da BR-280" diz Rodrigo Coelho

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJovem consegue fugir em Balneário Camboriú após suspeita de sequestro em Joinville https://t.co/lSKUOpOdsf #LeianoANhá 10 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJovem é libertada em Balneário Camboriú após suspeita de sequestro em Joinville https://t.co/Dh8D450ixA #LeianoANhá 11 horas Retweet
A Notícia
Busca