Saavedra: Joinville terá participação menor no bolo do ICMS em 2018 - Política - A Notícia

Versão mobile

 

Portal15/12/2017 | 06h30Atualizada em 15/12/2017 | 06h30

Saavedra: Joinville terá participação menor no bolo do ICMS em 2018

Cidade deve receber 8,6% do total repassado aos municípios catarinenses. Atualmente, esse índice é de 9,07%

Saavedra: Joinville terá participação menor no bolo do ICMS em 2018 /

Com variação mínima em relação à estimativa divulgada em junho, Joinville terá uma fatia menor no bolo do ICMS no ano que vem. A Prefeitura terá direito a receber 8,6% do montante repassado aos municípios. Hoje, esse índice é de 9,07%. A queda levará o município a deixar de receber pelo menos R$ 21 milhões no ano que vem, em projeção de junho da Secretaria de Estado da Fazenda

Sem reverter

No momento de divulgação dos índices provisórios, Joinville acreditava que poderia melhorar o índice apresentando recursos junto ao governo do Estado. Itajaí apresentou evolução e manteve o segundo lugar em Santa Catarina, atrás de Joinville. Na região, Araquari deu novo salto, desta vez chegando a 0,9%, e deverá receber pelo menos R$ 10 milhões a mais. Os dados definitivos  para 2018 foram confirmados ontem.

Restrição

De certa forma, a proibição de fumo no acesso ao Mirante do Boa Vista é uma das primeiras restrições ao cigarro em espaço público aberto de Joinville. A proposta de Fabio Dalonso (PSD) foi aprovada pela Câmara de Vereadores e precisa de sanção da Prefeitura para valer.

Ao TJ

A Justiça negou em Joinville pedido de indenização a motorista vítima de acidente de trânsito há mais de dez anos, no Bucarein: a placa de "Pare" estava encoberta pela vegetação, levando-o a cruzar via preferencial, o que provocou a colisão com outro carro. A decisão em primeira instância alegou que os cruzamentos exigem cautela dos condutores. Há recurso no TJ.

Adaptação

Em adequação ao novo momento, de fim da contribuição sindical obrigatória, o Sindicato dos Comerciários de Joinville demitiu parte dos funcionários. O fechamento de três subsedes na região também faz parte do planejamento por causa do orçamento mais curto a partir do ano que vem. Mas a direção do sindicato acredita na associação de mais trabalhadores e recuperação das receitas no futuro.

O Natal na igreja matriz de São Chico

Iluminação São Francisco do Sul
Foto: Alexandre Braga,Prefeitura de São Francisco do Sul,Divulgação / Divulgação

A decoração natalina chegou à igreja matriz de São Francisco do Sul, a Nossa Senhora da Graça. No domingo, a programação natalina de São Chico começou com apresentação na igreja, uma construção concluída em 1789 — que passou por reformas ao longo dos séculos seguintes. 

Homenagem

Richard Harrison apresentou proposta de concessão do título de cidadã honorária a Maria José de Lara Fettback, a Zeca. Atual subprefeita do Centro-Norte, Zeca nasceu em Joaquim Távora (PR), com residência em Joinville há mais 40 anos. 

Encerramento

A Secretaria de Saúde de Joinville repassou R$ 100 mil adicionais para a ARCD bancar as despesas de encerramento de atividades na cidade. Os serviços continuam sendo prestados no mesmo local por equipes próprias da secretaria. 

Reforço para a BR-280

Com base no valor aprovado no Orçamento da União para 2018, o deputado federal Marco Tebaldi (PSDB) está convicto da possibilidade de duplicação do trecho de 11 km da BR-280 em Araquari, um dos locais mais movimentados da rodovia. A proposta inicial do governo federal era de R$ 30 milhões e logo passou para R$ 32,5 milhões. Na tramitação no Congresso, o montante chegou a R$ 50 milhões.

Leia outras notícias de Joinville e região.
Confira outras colunas de Jefferson Saavedra.

Planejamento da duplicação

No momento da aprovação, a 280 ficou com R$ 90 milhões. "Conseguimos colocar mais R$ 40 milhões", relata Tebaldi. O deputado relata que houve pedido do Ministério dos Transportes de elevação do valor justamente para permitir a duplicação do trecho em Araquari. "Temos agora que definir como usar os recursos em Araquari e também nos lotes já em andamento". 

Multa 

Em julgamento ontem, o TRE multou os partidos da coligação de Udo Döhler em R$ 10 mil por causa de propaganda eleitoral considerada indevida, em ação apresentada pela aliança de Darci de Matos no ano passado. A acusação foi de irregularidades na forma de exibição de espaços públicos, além de servidores, no horário eleitoral. 

Chance  de recurso

Udo, então candidato à reeleição, não aparece nas gravações questionadas pelo adversário. O TRE negou o pedido de cassação de registro. Tanto a coligação do peemedebista quanto a de Darci podem recorrer da decisão junto ao TSE. 

Concorda?

No primeiro semestre, quando apontava Udo a todo momento como um dos nomes do PMDB para a sucessão de Colombo (depois, passou a reduzir a citações do nome dele), Eduardo Pinho Moreira ouvia o prefeito de Joinville sobre as queixas da representatividade da cidade no colegiado. Para Udo, Joinville tinha que ter mais nomes. Agora, com Pinho perto de assumir o governo, se saberá se o vice-governador concorda com a tese de Udo e escolherá mais representantes de Joinville.

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem cumprindo pena em regime aberto é preso suspeito de roubar loja em Joinville  https://t.co/0AJlTjdZi2 #LeianoANhá 10 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMil litros de lixo são recolhidos durante caminhada em Joinville https://t.co/3O8Xs0fvpk #LeianoANhá 11 horas Retweet
A Notícia
Busca