Saavedra: mulheres são vítimas em 40% dos assaltos ocorridos em Joinville - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal14/11/2017 | 09h16Atualizada em 14/11/2017 | 09h16

Saavedra: mulheres são vítimas em 40% dos assaltos ocorridos em Joinville

Quando a década iniciou, a proporção não chegava a 25%

 Pelos balanços da criminalidade em Joinville, as mulheres são vítimas em 40% dos assaltos ocorridos na cidade, com registro na Polícia Civil. Quando a década iniciou, a proporção não chegava a 25%. Os dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública contemplam todas as modalidades de assalto (pedestres, motoristas, em residências e comércios etc.) – mas as informações não são exibidas de forma discriminada.

Na média

As tabelas divulgadas até agora pela Secretaria de Estado de Segurança Pública trazem as ocorrências registradas até setembro. No grupo das dez cidades mais populosas de Santa Catarina, a proporção de roubos contra mulheres também fica em torno de 40%, com variações sensíveis.

Gênero x sexo

A reclamação de Jaime Evaristo (PSC) foi aceita e a Secretaria de Educação de Joinville voltou a usar a palavra “sexo” no formulário de matrícula da rede de ensino. O vereador se queixou do uso da denominação “gênero”, o que poderia implicar “ideologia de gênero”, segundo ele. Questões de gênero ficaram fora do Plano Municipal de Educação, aprovado em 2015.

UMA MULTA

Tem uma disputa na Justiça em Joinville envolvendo uma multa de R$ 10 mil aplicada pelo Procon em loja de departamentos: é que a etiqueta do produto apresentava um preço R$ 0,09 (nove centavos) abaixo do cobrado na caixa registradora. A empresa contesta a multa. Na primeira investida, teve liminar negada.

Deixa assim...

Habitual usuário das redes sociais para mostrar suas ações, Ninfo König (PSB) preferiu não publicar o vídeo do seu mais duro discurso até agora, na semana passada, quando demonstrou toda sua decepção com a Câmara dos Vereadores, inclusive com questionamentos a colegas. Resultado do choque de um empresário com o cotidiano de um legislativo, o desabafo provocou reações igualmente duras. Talvez por isso Ninfo tenha preferido não levar adiante.

NO FUTURO

Novo presidente do secretariado dos prefeitos do PSDB em Santa Catarina, Clenilton Pereira deverá aproveitar a oportunidade para se tornar mais conhecido no Estado. Em primeiro mandato em Araquari, Clenilton deve tentar um segundo mandato. Mais adiante, quem sabe, deve tentar outros cargos.

NOVA TESOURADA NO ORÇAMENTO

Depois de chegar a prever R$ 302 milhões no orçamento de 2016, a Prefeitura de São Francisco do Sul deu nova tesourada e a proposta para o ano que vem está em R$ 242 milhões. É o montante mais baixo da década. A queda na receita com royalties e o fim da expansão em grande escala do ICMS podem ter motivado a nova redução.

ESPONTÂNEA

Em Barra Velha, a Câmara analisa proposta de contribuição espontânea na conta de energia. Quem quiser, poderá autorizar o lançamento de R$ 0,90 (noventa centavos) mensais para repasse a um fundo de proteção de animais, também a ser criado. No projeto, o autor Maurício de Simas (PSD) deixa claro que nada é obrigatório, só contribui quem quiser.

Como sempre

Ainda que o cumprimento seja improvável, os vereadores de Joinville estão apresentando dezenas de emendas ao orçamento de 2018. Nem quando foram acordadas as emendas da pavimentação a coisa saiu do papel. Não deverá ser diferente no ano que vem, caso as emendas venham a ser aprovadas em plenário.

COSIP dos templos religiosos

O projeto da Jaime Evaristo (PSC) para isentar os templos religiosos (de quaisquer denominações) da Cosip está com dificuldades de avançar na Câmara de Joinville depois de parecer jurídico contrário: esse tipo de proposta teria de partir do Executivo. Mas nada impede o plenário de votar o projeto. Hoje tem uma conversa com o prefeito sobre o tema.

Nova tentativa

Como nada conseguiu no diretório de Joinville, Natanael Jordão está tentando a expulsão de Maycon Cesar junto ao diretório estadual do PSDB. Suplente de Natanael, Maycon entrou com ações judiciais contra o titular.

QUANDO ERAM 30 MIL MORADORES

Uma tradição nascida em 1936 abre as portas hoje novamente na Expoville. Na 79ª edição, a Festa das Flores só não foi realizada em 1942 e 1943 devido à Segunda Guerra Mundial. Hoje, o evento criado quando a cidade tinha em torno de 30 mil moradores atrai o seis vezes mais em visitantes. Com o tema “Jardins do Futuro”, a festa tem programação até domingo.

SEM AÇÃO

Após passar por avaliação de centro de apoio do Ministério Público, o Projeto Legal foi considerado como uma norma que visa “desburocratização”. Assim, o modelo de licenciamento da Secretaria de Meio Ambiente de Joinville não será alvo de ação.

Leia as últimas notícias 

Confira outras colunas de Jefferson Saavedra

O escolhido

O deputado Gelson Merisio, pré-candidato a governador pelo PSD, escolheu o vereador e empresário Ninfo König (PSB) para receber comenda da Assembleia Legislativa. Além disso, o joinvilense foi escolhido para ser orador na solenidade do dia 20. No PSB, há lideranças, como Patrício Destro, que vem defendendo a participação de Ninfo na eleição de 2018, seja como candidato a vice-governador ou ao Senado.

USO CONDICIONADO

Na discussão de ontem na Câmara, quando foi mantido o veto do prefeito Udo a projeto de criação de faixas viárias, mais uma vez foi apontado que o instrumento do uso condicionado será o meio adotado para regularizar as empresas em dificuldades legais após a LOT. Só que o projeto da Prefeitura ainda não chegou à Câmara de joinville.

SEM DECISÃO

Como ainda há dúvidas, o governo Udo deve deixar a nova reforma administrativa para o início de 2018. A mesma indecisão ocorre em relação à mudança na Águas de Joinville.

RECURSOS

Até Odir Nunes, o mais crítico vereador da oposição, concordou com a posição da Prefeitura em cobrar mais recursos do Estado para manter o Centrinho Luiz Gomes.

A Notícia
Busca