João Rodrigues é pré-candidato ao governo pelo PSD - Política - A Notícia

Versão mobile

Moacir Pereira17/11/2017 | 02h30Atualizada em 17/11/2017 | 02h30

João Rodrigues é pré-candidato ao governo pelo PSD

O partido deve decidir qual será o seu representante em dezembro

João Rodrigues é pré-candidato ao governo pelo PSD Divulgação/Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação

O feriado do Dia da Proclamação da República foi marcado pelo lançamento, em Chapecó, da pré-candidatura do deputado federal João Rodrigues (PSD) ao governo do Estado. O grupo político que apoia o parlamentar e se mantém unido desde 2004 fixou o inicio de dezembro para uma definição das candidaturas do PSD. Há um acordo político entre João Rodrigues e Gelson Merisio: em nova avaliação decidirão qual será o nome do partido pelo Oeste ao governo. Isto vai ocorrer em dezembro, segundo decidiram 20 prefeitos, dezenas de vereadores e líderes do PSD, PSB, PP, DEM e PTB da região no último feriado.

A decisão política será comunicada ao governador Raimundo Colombo. O deputado João Rodrigues tem conversa marcada para este fim de semana, em Florianópolis. Segundo revelou, o projeto tem a liderança do conselheiro aposentado Júlio Garcia, que vem participando de sucessivas reuniões sobre o processo político-eleitoral do próximo ano. Ele já deu apoio a João Rodrigues durante encontro na Capital. A ideia é montar uma aliança que tenha viabilidade eleitoral. Em termos de hipóteses, só veta o PT. E admite coligações com o PP, PSDB e PMDB.

João Rodrigues diz que não sai do PSD. Fulmina especulações que indicavam a possibilidade de se transferir para o Democratas e disputar o governo estadual. Em termos de popularidade, teria mais consistência do que Gelson Merisio. E, para alianças, tanto pode disputar o governo como ser vice do PSDB, do PP e até do PMDB, partido rifado por Merisio.

Simon espera renovação 

Depois de proferir palestra em Itajaí, o ex-senador Pedro Simon esteve em Tubarão, onde se reuniu com lideranças do PMDB. Manifestou apoio ao presidente estadual Mauro Mariani no movimento pela renovação do comando nacional do partido. E também o cumprimentou pelo voto favorável às investigações contra o presidente Temer.
Foto: Marcelo Tolentino / Divulgação

Depois de proferir palestra em Itajaí, o ex-senador Pedro Simon esteve em Tubarão, onde se reuniu com lideranças do PMDB. Manifestou apoio ao presidente estadual Mauro Mariani no movimento pela renovação do comando nacional do partido. E também o cumprimentou pelo voto favorável às investigações contra o presidente Temer.

As vaias
O deputado Kennedy Nunes (PSD) foi o último orador na votação dos projetos de renegociação da dívida e fixação do teto.  Antes dele foram fortemente vaiados os deputados Gelson Merisio e Darci Matos, que defenderam a aprovação. Quando assumiu a tribuna, Kennedy Nunes ajeitou os dois microfones, fixou olhar nas galerias repletas de sindicalistas, fez uma parada e disparou: "Nos dias de hoje ser vaiado por petistas é ouvir uma sinfonia".  

Curtas
*Comarca de Chapecó celebrou os 100 anos de instalação homengeando os juízes Valério Braum e Aidê Valcarenghi, o advogado Guido Schwengber e a promotora Vânia Piazza.
* Papai Noel gera CPI na Câmara de Lages. Motivo: a decoração de 2016 teria irregularidades. O Gaeco investiga denúncias. 

Acompanhe as publicações de Moacir Pereira

Leia também:  

Obras do acervo de Jeanine e Marcelo Collaço Paulo estão expostas no MASC

Em Santa Catarina, enquanto PP e PT namoram, PSD e PMDB se divorciam

Com polêmicas, Alesc aprova renegociação da dívida e congelamento de despesas





Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVÍDEO: Área de mata pega fogo na avenida Santos Dumont, em Joinville https://t.co/BuAksYgTSG #LeianoANhá 58 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaÁrea de mata pega fogo na avenida Santos Dumont, em Joinville https://t.co/8mVayRtxlr #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca