Saavedra: Proposta para regulamentar coleta seletiva deve ser apresentada por vereadores - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal06/09/2017 | 06h30Atualizada em 06/09/2017 | 06h30

Saavedra: Proposta para regulamentar coleta seletiva deve ser apresentada por vereadores

Ideia é disciplinar o mercado, definindo quem pode recolher os recicláveis

Pode sair da Câmara de Joinville, em proposta a ser apresentada por vereadores, uma nova regulamentação sobre coleta seletiva, sobre quem pode recolher os materiais recicláveis. Seria uma forma de ¿disciplinar¿ o mercado e aumentar as remessas para os galpões, hoje prejudicadas pela concorrência com quem recolhe o material antes da coleta oficial. Mas antes disso, vai ter audiência pública sobre o tema.

Vai dobrar 

Foto: Divulgação / Divulgação

A imagem aérea mostra a evolução das obras de ampliação da estação de tratamento do rio Cubatão, o manancial de quase 70% do abastecimento de Joinville. Com previsão de conclusão dos trabalhos até 2018, a expansão vai praticamente dobrar a produção de água da estação localizada em Pirabeiraba. 

Filiação ao PDT
Uma curiosidade partidária. Em momento de confraternização de grupo de suplentes que deixou o PR e se filiou ao PDT, quem apareceu foi James Schroeder e seu pessoal. Rodrigo Bornholdt não estava. Entre os novos filiados, estão Roberto Bisoni, Valdemar Tomazi, Jair da Belém, entre outros.

Não aceita
Até agora, a Prefeitura de Joinville vem se manifestando favorável à manutenção do convênio com os voluntários, uma forma de evitar que os contribuintes tenham de pagar pelos serviços. O governo Udo pretende procurar o governo do Estado para tentar manter os serviços com os voluntários, além de estudar ações legais.

¿Mais motivado¿
A Justiça Eleitoral rejeitou os pedidos apresentados em três ações contra o vereador Natanael Jordão (PSDB) e extinguiu os processos sem resolução de mérito. O tucano comemorou. ¿A Justiça foi feita e estou ainda mais motivado para trabalhar pela comunidade de Joinville¿, alegou Natanael. Como a decisão foi tomada em primeira instância, em Joinville, cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral.

Sem prova
Autor de duas das ações, Maycon Cesar, o primeiro suplente do PSDB, já está recorrendo. Para ele, a própria sentença apontaria irregularidades cometidas no caso, ainda que não tenha tido condenação. A acusação contra o vereador foi de captação irregular de votos, com oferta de dinheiro a eleitores por um cabo eleitoral. A decisão judicial apontou que não houve prova de irregularidades.

Atendimento
O pessoal da Prefeitura de Joinville descobriu em contatos dentro da Amunesc a posição de ¿referência¿ da cidade em atendimento de moradores de rua, principalmente por causa da existência do Centro Pop e o atendimento no ginásio Abel Schulz. É por isso que haveria, em cidades vizinhas, a recomendação informal para a procura por Joinville.

Crescimento
Esse seria um dos motivos pelos quais a esmagadora maioria dos moradores de rua é de fora de Joinville e também explica em parte por que a população de rua vem crescendo. Na semana que vem, será fechada a marquise de banco na área central, ao lado do terminal de ônibus. Não será mais permitida o pernoite no local.

Nova posse
 

Israel (E) tomou posse no lugar da vereador Foto: Sabrina Seibel,CVJ,Divulgação / Divulgação

Israel Patrício (na foto acima, à esquerda) foi empossado na Câmara de Joinville devido à licença para tratamento de saúde da titular Tânia Larson (SD). Israel chegou à suplência pelo PRB. Ele deve ficar na Câmara por pelo menos um mês. Mais licenças estão sendo articuladas para outros suplentes assumirem.

Tempo do seguro
Aberta nesta terça-feira, a concorrência para a contratação de seguro obrigatório para o helicóptero da PM em Joinville terá as propostas abertas no dia 19. Portanto, só dali em diante o aparelho poderá voltar a operar. Sem a cobertura, a aeronave está sem voar há mais de duas semanas. O edital atende outros três aviões do Estado.

500 horas
Na concorrência do seguro, há previsão de redução da operação: nos últimos 12 meses, o Águia voou 600 horas. Para os próximos 12 meses, a expectativa é de 500 horas no ar. O helicóptero é um Esquilo AS350, fabricado em 2002.

Queixa
Odir Nunes tem reclamado do final do contrato para combate aos borrachudos na área rural de Joinville. Para o vereador, até que seja feita uma licitação, ainda vai tempo. Ele quer a contratação emergencial do serviço.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDiretoria do JEC confirma permanência do artilheiro da equipe https://t.co/Defov0DxMS #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDefinida a estreia do JEC no Campeonato Catarinense de 2018 https://t.co/of9xpL7Xfx #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca