Saavedra: Prefeitura de Araquari quer ficar com 50% da receita da Casan na cidade - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal13/09/2017 | 06h30Atualizada em 13/09/2017 | 11h15

Saavedra: Prefeitura de Araquari quer ficar com 50% da receita da Casan na cidade

Se o pedido for aceito, dinheiro vai para um fundo municipal de saneamento

Na lista de pedidos feitos à Casan, a Prefeitura de Araquari quer ficar com 50% da receita da companhia na cidade, seja com água ou esgoto. O dinheiro vai para um fundo municipal de saneamento. Outros 2% foram solicitados para o fundo do meio ambiente. A lista tem também estações de tratamento. 

Além de uma unidade de captação perto do limite com Barra do Sul, Araquari quer uma estação para levar água do rio Piraí. A Águas de Joinville já utiliza o rio para abastecer perto de 30% do consumo joinvilense e pretende construir mais uma estação perto da BR-101, com capacidade de 750 litros por segundo – Araquari quer outra com 150 l/s.

 Leia as últimas notícias
Confira outras colunas de Saavedra

Permuta em área da Codisc

A proposta envolvendo uso de áreas da antiga Codisc em Joinville envolve até permuta com o parque Perini. O condomínio industrial está construindo espaço para receber a UFSC e, mais adiante, pode se encarregar de instalar um polo de tecnologia no entorno, abrigando mais empresas do setor. Em contrapartida por montar o polo, o parque privado receberia parte dos terrenos remanescentes da antiga companhia, também no Distrito Industrial, ainda desocupados. 

O patrimônio da ex-Codisc continua em liquidação, com regularização do que ainda não foi escriturado e transferência do restante para o Estado. Há também 267 mil m2 reservados para o sistema viário, que a Prefeitura nega receber porque não teria como bancar a infraestrutura. A proposta da permuta foi sugerida ao vice-governador Eduardo Pinho Moreira pela Prefeitura de Joinville, para análise junto ao governador Raimundo Colombo. A ideia tem o endosso do prefeito Udo Döhler. 

A ideia de instalação de polo de tecnologia nas proximidades da área reservada para a UFSC ao lado da BR-101, na zona Sul, continua mapeada para receber um polo de tecnologia, inclusive com instalação de distrito industrial do segmento. “A iniciativa está mantida, mas é para longo prazo”, diz Udo.

Permuta do IPTU

Rodrigo Coelho (PSB) está propondo na Câmara de Joinville a permuta de descontos no IPTU de escolas particulares em troca de bolsas de estudo para a educação infantil. O abatimento no tributo será proporcional ao número de vagas oferecidas – se a proposta do vereador for aprovada, será utilizado o cadastro de espera da Secretaria de Educação de Joinville. 

Avanço da vegetação

escola
Desocupado há uma década, o prédio vizinho ao Centreventos Cau Hansen continua com futuro indefinido e com a vegetação já encobrindo parte da construção, como mostra Salmo Duarte. A situação de abandono vem motivando queixas no entorno há anos, ainda sem resultados.Foto: Salmo Duarte / A Notícia

“Pode usar na BR-280?”

Darci de Matos está perguntando à Antaq e à Secretaria Nacional dos Portos se é possível usar parte dos recursos em caixa do porto de São Francisco do Sul no alargamento de 11 km da BR-280. Depois disso, o deputado deve concluir o relatório do projeto sobre a mudança na gestão no terminal.

Era para ser em maio

O projeto de criação de nova empresa para administrar o porto foi apresentado pelo governo do Estado em abril, em regime de urgência, com pretensão de aprovação em 30 dias. Mas a resistência foi tamanha que ninguém mais sabe se será aprovado. E a questão de uso dos recursos em caixa é apenas um dos motivos da resistência à proposta, há outros.

Credenciado

O médico Dalmo Claro, também deputado estadual, foi credenciado pelo Detran/SC para realização de exames para a expedição de carteira de motorista. De acordo com o site do departamento estadual, há 14 médicos credenciados em Joinville para a atividade. 

Mais espaço

A Câmara de Joinville comprou um contêiner para guardar o material do almoxarifado. Não haveria mais espaço disponível na sede para guardar os materiais e por isso a peça sobressalente, provavelmente a ficar no pátio. 

60 anos

Foi o rompimento de uma antiga rede de esgoto, ainda anterior à època da Casan, o motivo da erosão ao lado da avenida Waldemiro José Borges, na zona Sul de Joinville, perto de Araquari. O reparo na via estadual foi concluído no final da tarde e todas as pistas estão liberadas. A rede rompida foi instalada há 60 anos e estava a incríveis 6, 20 m abaixo do nível do solo (a tubulação mostrada na foto, de cor azul, é outra, a de água).

rompimento de antiga rede de esgoto
Foto: divulgação / divulgação

14 caçambas

É que a estrada recebeu duas pavimentações durante esse intervalo de seis décadas.  Em uma delas, eram 60 centímetros só de asfalto. Para tapar o buraco, foi necessário o uso de aterro equivalente a 14 grandes caçambas.

Alterações na LOT

Ainda que a base aliada tenha votado de forma unânime – com os demais vereadores – a favor dos projetos, ainda é uma incógnita a posição do governo Udo sobre os projetos envolvendo a LOT. Duas propostas de criação de faixas viárias foram aprovadas na segunda, e a Prefeitura não quer se manifestar com antecedência, vai esperar receber os projetos. Há outras 15 propostas sobre a LOT em análise na Câmara.





Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A Notícia"O corte de despesas é o caminho para o país crescer", disse Henrique Meirelles na Fiesc https://t.co/RR4UYpkn7v #LeianoANhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona treina no palco do jogo deste sábado https://t.co/5BGTHiFsL2 #LeianoANhá 7 horas Retweet
A Notícia
Busca