Saavedra: População do Planalto Norte cresce abaixo da média de SC - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal04/09/2017 | 07h30Atualizada em 04/09/2017 | 07h30

Saavedra: População do Planalto Norte cresce abaixo da média de SC

Confira esta e outras notícias do colunista Jefferson Saavedra

Se o crescimento da população do Planalto Norte em 2000, de 332 mil moradores, tivesse acompanhado a média de avanço demográfico de Santa Catarina desde então, hoje estariam vivendo 432 mil pessoas nas cidades de abrangência das ADRs de Canoinhas e de Mafra, um conjunto de 13 municípios. Mas o desempenho ficou longe dos 30% do Estado nesses 17 anos e hoje são 376 mil habitantes no Planalto Norte, um avanço de 13% entre o Censo de 2000 e a estimativa divulgada na semana passada pelo IBGE. São Bento do Sul se mantém como a maior cidade da região (e no 14º lugar no Estado), com 83 mil moradores, seguido por Mafra, Canoinhas, Rio Negrinho e Porto União. Em uma comparação vizinha, a população da região da ADR de Joinville ficou quase 40% maior nesse intervalo.

Confira outras colunas de Jefferson Saavedra
Leia as últimas notícias

De volta
Depois do corte inédito em julho, houve regularização parcial do cadastro e o Bolsa Família voltou a crescer em Joinville, com o atendimento de mais 270 famílias. Assim, quase metade dos contemplados com benefício suspenso há dois meses está de volta. São 6 mil famílias atendidas na cidade, com benefício médio mensal de R$ 180.

Mais ainda
Prevista inicialmente para ser concluída em junho, com prazo logo prorrogado para setembro, a obra de melhoria na rua São Paulo deve se prolongar por mais tempo. O contrato para a revitalização do trecho entre a Monsenhor Gercino e a Ministro Calógeras foi ampliado em quatro meses. O valor está mantido em R$ 5,1 milhões. O governo federal banca a obra.

Sem 15 metros
Em decisão na semana passada, o Tribunal de Justiça negou os recursos do MP e da Prefeitura de Joinville e manteve decisão em primeira instância envolvendo a construção de imóvel perto de curso d¿água já canalizado em 99,2% da extensão. Por motivos diferentes, tanto MP quanto município queriam a manutenção de pelo menos 15 metros de distância.

Já ocupada
Na decisão, o Tribunal de Justiça manteve a sentença inicial, de adoção do Código Municipal de Meio Ambiente, que prevê distanciamento das obras e reformas entre quatro e 36 metros, conforme a localização do imóvel. Foi levado em conta que a área já é consolidada, isto é, ocupada, com ¿perda de funções ecológicas¿. A ação iniciou em 2015 em Joinville.

Sem indenização
A Justiça negou pedido de pagamento de indenização por animais de rua. A Associação Guapecas queria que a Prefeitura fosse responsabilizada pela ¿perda de animais errantes por falta de tratamento¿. O recurso não iria para a entidade e sim para um fundo. A 2ª Vara da Fazenda Pública alegou que a ONG não se encaixa entre as instituições com direito (legitimidade) a fazer esse tipo de cobrança por se tratar de direito coletivo.

Edital para ONG
Na mesma decisão, não foi aceita solicitação para que o município mantivesse parceria com o Abrigo Animal até a realização de licitação – no momento de apresentação da ação, em junho, a concorrência ainda não havia sido aberta. Foi negada ainda liminar com pedido de atendimento a todos os animais doentes ou feridos. Neste caso, a Prefeitura será ouvida antes.

Suplência
Como não ficará de licença médica por mais de 120 dias, Marco Tebaldi (PSDB) não se licenciará do mandato. Assim, poderá participar de votações. O retorno definitivo às atividades parlamentares será entre 45 e 60 dias. Se saísse, Odacir Zonta assumiria, já que o primeiro suplente, Fabrício Oliveira, se elegeu prefeito em Balneário Camboriú.

Sistema
Há projetos com a relatoria a ser escolhida hoje na comissão de Legislação na Câmara de Joinville ainda sem estarem disponíveis no site do Legislativo, no sistema de acompanhamento das proposições. E se já vai ter relator escolhido, é porque entraram há alguns dias. Um deles trata de permissão de uso para a Ajote.

A imagem, fácil de notar, é do amanhecer em Joinville visto a partir do Mirante do Boa Vista, provavelmente o ponto mais visitado da cidade desde a reinaguração em março do ano passado.  Foto: Edmilson da Rosa,Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal



Cobrança
Itapoá está tentando a duplicação de trecho da SC-417 para tentar desafogar o trânsito de caminhões para o porto. O prefeito Marlon Neuber (PR) tem estudos que apontam a passagem de 245 mil caminhões ao longo do ano que vem, com possibilidade de quase triplicar em até dez anos. Até outubro, estará pronto o contorno de Garuva.

Um gargalo
Assim, Garuva estará livre de pegar o trânsito dos caminhões, mas continuará um gargalo mais adiante. Os caminhões vindos da BR-101 vão usar o contorno, mas depois terão de pegar a SC-417 e, mais adiante a SC-416, em direção ao Itapoá. É justamente nesse trecho de 6 km entre as duas rodovias que a Prefeitura quer a duplicação.

Vez da suplente
Iracema Bento, a Iracema do Retalho, assume nesta segunda-feira na Câmara de Joinville. Será vereadora por um mês, com a viagem de Ninfo König, também do PSB.

30 dias depois
Com a licitação concluída há um mês, ainda não começaram os trabalhos para a recuperar o talude na avenida Paulo Schroeder, na zona Sul de Joinville. O problema foi causado pelas chuvas de fevereiro.

Presença
Gelson Merisio apareceu na abertura da Feira do Empreendedor, na sexta. 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDiretoria do JEC confirma permanência do artilheiro da equipe https://t.co/Defov0DxMS #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDefinida a estreia do JEC no Campeonato Catarinense de 2018 https://t.co/of9xpL7Xfx #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca