Saavedra: Ministério Público vai questionar na Justiça transferência do licenciamento ambiental de Joinville para a Fatma - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal07/09/2017 | 07h00Atualizada em 07/09/2017 | 07h00

Saavedra: Ministério Público vai questionar na Justiça transferência do licenciamento ambiental de Joinville para a Fatma

Promotora Simone Schultz prepara ação contra a transferência do licenciamento

Saavedra: Ministério Público vai questionar na Justiça transferência do licenciamento ambiental de Joinville para a Fatma Maykon Lammerhirt/Agência RBS
Foto: Maykon Lammerhirt / Agência RBS

O Ministério Público de Santa Catarina vai questionar na Justiça a transferência do licenciamento ambiental em Joinville. A tarefa foi repassada nesta semana pela Secretaria de Meio Ambiente para a Fatma. A 21ª Promotoria de Justiça abre o inquérito civil nos próximos dias e pretende apresentar a ação contra a medida nas próximas semanas. 


O processo judicial só não será aberto caso ação com conteúdo semelhante venha a ser a protocolada antes, por eventuais outros autores. A base do questionamento do MP será a lei complementar 140/2011, na qual são definidas as responsabilidades da União, Estados e municípios em relação ao meio ambiente.

A promotora Simone Schultz citará o artigo que aponta os municípios como responsáveis pelo licenciamento de atividades de impacto local. A Prefeitura de Joinville transferiu o licenciamento com a alegação de buscar mais agilidade e deslocar técnicos para a gestão ambiental. Para a promotora, a transferência é um ¿retrocesso¿ porque Joinville já conta com estrutura para fazer o atendimento, inclusive maior do que da Fatma, já encarregada do licenciamento de atividades de impacto regional.

— Isso vai acabar prejudicando o licenciamemto em qualidade e celeridade —, alega a promotora Simone. Na ação a ser ajuizada, será solicitada liminar para a suspensão imediata da transferência.
 
Confira outras colunas de Jefferson Saavedra
Leia as últimas notícias

Fiscalização

Um tema em acompanhamento pelo Ministério Público após a transferência do licenciamento ambiental da Secretaria de Meio Ambiente para a Fatma é a fiscalização do setor, de apurar quem vai se responsabilizar por averiguar as denúncias de eventuais irregularidades ambientais. 

A Notícia
Busca