"Está comprovado que eles não merecem credibilidade", diz Colombo sobre gravação - Política - A Notícia

Versão mobile

Rádio CBN Diário07/09/2017 | 12h58Atualizada em 07/09/2017 | 14h57

"Está comprovado que eles não merecem credibilidade", diz Colombo sobre gravação

Governador acompanhou o desfile na Passarela Nego Quirido

"Está comprovado que eles não merecem credibilidade", diz Colombo sobre gravação Leandro Lessa/Rádio CBN Diário
Foto: Leandro Lessa / Rádio CBN Diário

Enquanto acompanhava o Desfile da Independência na Passarela Nego Quirido, em Florianópolis, o governador Raimundo Colombo conversou com a reportagem da CBN Diário, para falar sobre a resposta da polícia aos ataques criminosos no Estado nos últimos dias - inclusive com operação da Polícia Civil nesta quinta-feira. 

— A Polícia Civil está terminando a operação, com resultados muito fortes, e é assim que a gente tem que agir. Não podemos titubear — relatou o governador.

Sobre a situação das finanças, Raimundo Colombo alega que "Santa Catarina foi o primeiro Estado a entrar na crise, e o primeiro a sair". Ele nega que haja uma crise no Estado, mas admite que existe uma "preocupação" e um "problema pontual", no caso a Saúde.

— Nossa situação é muito melhor do que era um ano atrás. Não temos uma situação desesperadora — disse o governador catarinense.

Em relação à gravação que pode comprometer a delação da JBS - um diálogo entre Joesley Batista e o ex-diretor de relações internacionais da holding J&F, Ricardo Saud -, Raimundo Colombo reitera que a doação da JBS foi feita dentro da legalidade.

— Você pega uns marginais como esse, tomando uísque e falando mal das pessoas, e está comprovado que eles não merecem credibilidade nenhuma — finalizou Colombo.

Leia mais:

Desfile cívico-militar lota Passarela Nego Quirido, em Florianópolis

Gravação que pode comprometer delação da JBS inclui citação a Colombo


A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros