"A meta é reduzir em 50% o número de acidentes", diz presidente da Arteris - Política - A Notícia

Versão mobile

Moacir Pereira09/09/2017 | 02h20Atualizada em 09/09/2017 | 02h20

"A meta é reduzir em 50% o número de acidentes", diz presidente da Arteris

Veja a entrevista com David Diaz, presidente da concessionária das BRs 101 e 116

"A meta é reduzir em 50% o número de acidentes", diz presidente da Arteris Betina Humeres/Agencia RBS
Foto: Betina Humeres / Agencia RBS

Como está a licitação do trecho sul da BR-101 em Santa Catarina?
Apresentamos a primeira proposta do PMI e neste momento continua a interação com o Ministério dos Transportes, que está pedindo mudanças, melhorias no traçado. Estudamos a melhor proposta de traçado com o melhor possível em segurança.

O trecho vai de Palhoça à divisa com Rio Grande do Sul?
Exato. Mas há conversações no Ministério dos Transportes se é mais conveniente avançar ou não em território gaúcho. Mas isso vai depender do governo. Neste momento trabalhamos no aprimoramento do projeto.

Alguma previsão sobre a licitação?
Não sabemos. A imprensa divulgou que o Ministério dos Transportes está prevendo a licitação para 2018. É um processo longo. Depende das alterações agora em negociação, depois as audiências públicas, análise do TCU e o processo de concorrência.

A Arteris cogita participar do leilão das BRs 282 e 153 no Oeste?
É lógico que temos interesse em investir no Brasil. Quando saírem as concessões vamos avaliar e levar ao Conselho para a tomada de decisão. Mas não temos informações para saber quais as condições, os termos do edital. Mas a Arteris tem interesse e vai analisar todas as alternativas.

O senhor acha que é possível mesmo reduzir os acidentes nas estradas?
Sem dúvida alguma. Só na BR-101 tivemos diminuição de 18% nos acidentes e 10% no total mortes. Com base nas iniciativas e resultados na Espanha nossa meta é reduzir os acidentes pela metade até 2020. Ampliaremos as melhorias nas rodovias, mas é preciso investir mais em educação e fiscalização.

Como o senhor vê a posição do governo catarinense de fazer concessão das rodovias estaduais em bloco?
Faz sentido. É um modelo que temos no Estado de São Paulo, com vários pacotes. Na medida em que o pacote tenha uma massa crítica, vai ser mais atrativo. Terá mais sinergia do ponto de vista operacional.

E as obras do Contorno Viário?
Continuamos trabalhando, dando prioridade pela importância da obra. Está dentro do cronograma.

Qual o próximo evento cultural da Arteris em Santa Catarina?
Estamos avaliando. Não posso antecipar. Mas tenha certeza de que sabemos bem da importância que a arte e a cultura têm para Santa Catarina. Teremos boas noticias para 2018. Mas nada fechado.

Acompanhe as publicações de Moacir Pereira

Senador Álvaro Dias visita Fiesc e defende a ampliação de investimentos do setor público

Depoimento de Palocci é devastador para os líderes do PT, PMDB e PP

TCE nomeia comissão para levantar as dívidas da Secretaria de Estado da Saúde

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSaiba como definir onde usar o 13º salário https://t.co/kVJhdLKBP1 #LeianoANhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona vence o Joaçaba e está nas semifinais do Estadual https://t.co/0THcIkplBJ #LeianoANhá 4 horas Retweet
A Notícia
Busca