Saavedra: TJSC reduz pena de Marcos Schoene e amplia a de Rodrigo  - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal23/08/2017 | 07h00Atualizada em 23/08/2017 | 07h00

Saavedra: TJSC reduz pena de Marcos Schoene e amplia a de Rodrigo 

 Defesa de acusados a partir da Operação Simbiose, em Joinville vai recorrer

Saavedra: TJSC reduz pena de Marcos Schoene e amplia a de Rodrigo  Pena Filho/Agencia RBS
Marcos e Rodrigo Schoene ganharam liberdade após serem denunciados em 2014  Foto: Pena Filho / Agencia RBS

Em decisão nesta terça-feira, o Tribunal de Justiça do Estado atendeu parcialmente a pedido de Marcos Schoene, presidente da extinta Fundema (Fundação do Meio Ambiente de Joinville) entre 2009 e 2010, e reduziu a pena para cinco anos e oito meses de reclusão, em regime inicialmente semiaberto, além de dois anos e dez meses em regime aberto. A condenação em primeira instância havia ocorrido por causa de irregularidades em licenças ambientais, na Operação Simbiose, deflagrada em 2010 pelo MP. Ele recorreu em liberdade. 

Confira outras colunas de Jefferson Saavedra

A defesa de Marcos Schoene informou que vai pedir a revisão da decisão, inclusive com possibilidade de recurso especial ao STF. 

Já a pena de Rodrigo Schoene (também recorrendo em liberdade), condenado em primeira instância devido à Simbiose, foi ampliada pelo TJ para sete anos e dez meses de reclusão, em regime inicialmente semiaberto, além de um ano e quatro meses em regime aberto. 

A defesa de Rodrigo Schoene vai analisar a decisão antes de definir o próximo passo, mas adianta que vai recorrer. A decisão de ontem do TJ apontou que quando não houver mais recursos no próprio tribunal, começa a execução das penas.

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros