Saavedra: Prefeitura de Joinville só usou 1,1% dos R$ 100 milhões do PAC da Mobilidade - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal19/08/2017 | 07h30Atualizada em 19/08/2017 | 07h30

Saavedra: Prefeitura de Joinville só usou 1,1% dos R$ 100 milhões do PAC da Mobilidade

Do pacote de ações previstas, apenas a rua São Paulo está em obras

Saavedra: Prefeitura de Joinville só usou 1,1% dos R$ 100 milhões do PAC da Mobilidade Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Rua São Paulo em obras Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Em dois anos e meio, a Prefeitura de Joinville só conseguiu gastar 1,12% de um financiamento de R$ 99,8 milhões para investimentos em mobilidade, especialmente transporte coletivo. Se somada a contrapartida municipal, o pacote de obras chega a R$ 105 milhões. O recurso faz parte do PAC da Mobilidade, criado pelo governo federal. 

Os conceitos foram revistos pelo atual governo, também responsável pela assinatura do contrato com a Caixa, com a ideia nascida ainda na década passada, de priorizar um ¿eixão¿ na área central de Joinville. No caso desse programa, com meta de revitalizar 55 km de vias e construir três pontes, a crise ou a necessidade de manter os salários em dia não podem ser consideradas as culpadas pelo atraso, afinal, o dinheiro está reservado pelo governo federal. 

Joinville é uma das cidades beneficiadas com o PAC da Mobilidade

Até agora, só foi iniciada a obra da rua São Paulo, a ser concluída em setembro. O único repasse, de pouco mais de R$ 1 milhão, foi para essa melhoria em uma das principais vias de ligação da zona Sul com o Centro, com custo total de R$ 5,1 milhões. A próxima intervenção será na avenida Beira-rio, sem lançamento ainda do edital de concorrência. A alegação para o atraso no uso dos recursos é a necessidade de elaboração de projetos. 

Principais obras do PAC em Santa Catarina estão atrasadas

Confira o balanço de promessas de Udo para a mobilidade

Confira outras colunas de Jefferson Saavedra




A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros