Saavedra: Por falta de condições de navegabilidade, hidrovia do rio Cachoeira é descartada - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal25/08/2017 | 06h30Atualizada em 25/08/2017 | 08h44

Saavedra: Por falta de condições de navegabilidade, hidrovia do rio Cachoeira é descartada

Departamento de Transportes e Terminais vai retirar boias e balizas de sinalização do trecho entre o Centro de Joinville e o bairro Espinheiros

Saavedra: Por falta de condições de navegabilidade, hidrovia do rio Cachoeira é descartada Salmo Duarte/Agencia RBS
Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

A esperança de retomada dotransporte regular de passageiros pelo rio Cachoeira está sendo descartada de vez. Depois de comprovar as dificuldades de navegabilidade, o Departamento de Transportes e Terminais, o Deter, vai acabar com a hidrovia no trecho do rio entre o Centro e o Espinheiros, na entrada da baía da Babitonga.

A navegação de embarcações continua permitida, mas as linhas regulares pelo Cachoeira, previstas no passado, não voltam mais. No rio, serão retiradas as cinco boias e as 23 balizas instaladas em 2009 pelo governo do Estado quando ainda havia iniciativas de transporte marítimo de passageiros entre Joinville e São Francisco do Sul. Sem a dragagem do rio, o serviço de transporte regular foi logo abandonado. 

Confira outras colunas de Jefferson Saavedra

A remoção dos dispositivos vai custar R$ 32 mil, por meio de licitação. No traçado completo da hidrovia, com 23 quilômetros, foram investidos R$ 790 mil pelo Estado (R$ 1,3 milhão em valor atualizado) – os dispositivos de sinalização entre o Espinheiros e São Francisco serão mantidos.

Também foi construído durante o governo Luiz Henrique da Silveira um terminal de passageiros junto ao Cachoeira, ao custo de R$ 156 mil em valores atualizados. 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaBom Dia! Esta é a Capa do A Notícia desta sexta-feira. Leia mais em https://t.co/LytXFcCFA1 https://t.co/BSwQ5gjODvhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Grupo de restaurantes de Joinville fatura R$ 41 milhões https://t.co/VJGquUHL6Z #LeianoANhá 6 horas Retweet
A Notícia
Busca