Saavedra: Obra de alargamento de trecho da BR-280 pode começar até março do ano que vem - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal24/08/2017 | 07h00Atualizada em 24/08/2017 | 09h30

Saavedra: Obra de alargamento de trecho da BR-280 pode começar até março do ano que vem

Previsão é do deputado Darci de Matos (PSD), que esteve em Araquari nesta quarta-feira para reunião do comitê de defesa da duplicação

O governo do Estado de SC acredita ser possível iniciar a obra de alargamento da BR-280 até março de 2018. A expectativa foi apresentada pelo deputado Darci de Matos (PSD) na reunião em Araquari do comitê de defesa da duplicação da rodovia federal.

Quanto à ideia de instalação de mais pistas em trecho de 11 km em Araquari, a estimativa era de início de obras ainda em 2017, segundo o próprio deputado. Mas, mesmo que o dinheiro do porto seja liberado, o prazo de março de 2018 terá de contar com uma mobilização extraordinária: depois de contratar o projeto, pela ADR, o Estado tem que licitar a obra.

O prazo de março tem um conteúdo simbólico, segundo Darci: seria uma forma de marcar a eventual saída de Colombo do governo no mês seguinte. Se quiser concorrer ao Senado, o governador precisa se desincompatibilizar até abril.  

Confira outras colunas de Jefferson Saavedra

Nova falta d¿água

Rompimento de ventosa interrompeu abastecimento Foto: Divulgação / Divulgação

O rompimento de uma ventosa da rede de água foi o motivo da nova paralisação da produção de estação do Cubatão, responsável pelo abastecimento de quase 70% da população de Joinville. A ventosa, dispositivo por onde é liberado o ar da tubulação e que precisa ser mais bem sinalizada, foi atingida durante as obras de duplicação da avenida Santos Dumont, na zona Norte. O conserto foi realizado ontem e a estação voltou a operar ainda pela manhã.

Quem paga
Pelo que se nota em ata do conselho da administração da Águas de Joinville, as despesas com as mudanças na rede de água por causa das obras da macrodrenagem do rio Mathias vão custar R$ 370 mil à companhia. E há movimentos para que a empresa seja ressarcida de alguma forma pela Prefeitura – que recebe recursos federais para tocar a obra.

Não avisam?
Na reunião da base com Udo, houve vereadores, com Rodrigo Fachini (PMDB) a frente, se queixando do anúncio de redução do ISS para eventos não ter sido comunicada com antecedência aos aliados. A lamentação foi motivada pelo fato de Odir Nunes (PSDB) ter ouvido a informação em comissão da Câmara e ter feito foguetório com a história.

Qual é o contexto
Há uma frase de Mauro Mariani sobre eleições internas do PMDB sendo usada com diferentes interpretações. Em dado momento, o deputado disse que a escolha de dirigentes municipais deve ser encaminhada pelo prefeito onde o PMDB tem a Prefeitura. Por outro lado, há quem diga que Mariani falou isso em momento perto de eleição municipal: agora, como a próxima eleição é estadual, o conceito seria outro.

Movimento
Prevista para outubro, a eleição para o comando do PMDB de Joinville tem movimentado o partido. A bancada de vereadores fez almoço para definir que um deles será candidato a presidente, com nome a ser escolhido. Não foi conversa conclusiva, nem todos deixam tão claro o que pensam. No mesmo encontro, foi feito telefonema para Mauro Mariani para tratar do tema.

Udo e Mariani
O deputado e presidente estadual do PMDB teria aceitado e se reúne na sexta com os vereadores. Udo Döhler será convidado para a reunião. O prefeito não tem se manifestado sobre o assunto e é improvável que vá aparecer nesse encontro, quando será questionado sobre a posição. O fato é que Udo e Mariani ainda não sentaram para falar sobre a sucessão no partido.

Novo canal
Rodrigo Coelho (PSB) quer a criação de um serviço de acesso à ouvidoria da Prefeitura de Joinville por meio do WhatsApp. Seria uma forma de facilitar também o envio de imagens e vídeos das demandas.

Insistência
Mais uma vez, o IPTU progressivo foi tratado na reunião de Udo com os vereadores aliados. A base ficou sabendo como será a proposta – que deverá ter proposta de alteração pelo Conselho da Cidade.

Interesse na duplicação

Duplicação do Eixo Industrial é aguardado com expectativa Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Nove empresas, sete de Santa Catarina, se habilitaram na concorrência para a duplicação das estradas Hans Dieter Schmidt e Edgar Meister, de ligação entre a BR-101 e o Distrito Industrial de Joinville. Agora, será analisada a documentação da obra com custo estimado em torno de R$ 50 milhões. A Secretaria de Estado de Infraestrutura pretende autorizar o início dos trabalhos na primeira quinzena de outubro.

Semiaberto da penitenciária
O Supremo Tribunal Federal quer saber se a Penitenciária Industrial de Joinville atende às regras do regime aberto – a unidade também abriga detentos no regime fechado. O questionamento do Supremo foi encaminhado ao Conselho Nacional de Justiça após análise de situação de detento que tentava prisão domiciliar, segundo informou a assessoria do tribunal. O pedido não foi aceito.

Sem progressão de regime

No caso analisado, a 3ª Vara Criminal de Joinville autorizou a progressão de regime de detento, de semiaberto para domiciliar, devido ao entendimento de que s penitenciária não atenderia aos requisitos do semiaberto. O MP recorreu e o TJ, em posição mantida depois pelos tribunais superiores, determinou que o cidadão ficasse preso. Relatório do TJ apontou que a penitenciária tem um setor para semiaberto. Agora, o CNJ deverá fazer a avaliação.

Novo traçado
A retomada das obras do contorno ferroviário de Joinville pode ter uma reviravolta com a resistência de Araquari em permitir a passagem do novo traçado pelo Itinga, o que apenas transferiria os transtornos para a cidade vizinha. Em reunião na tarde desta quarta-feira com o DNIT e a empresa responsável pela revisão dos projetos do contorno, a Prefeitura e a Câmara conseguiram a garantia de revisão do trajeto pretendido.

R$ 250 milhões
Para o prefeito de Araquari, Clenilton Pereira (PSDB), a cobrança de Joinville de retirada da linha férrea da área urbana é necessária e deve ser atendida. ¿Só que Araquari não pode sofrer, já temos uma linha cruzando o Centro¿, diz. Uma reunião em Brasília deverá definir o novo traçado. O projeto do contorno está sendo revisto e o plano é de nova licitação em 2018. A obra está estimada em R$ 250 milhões, com 18 km de nova linha fora do perímetro urbano de Joinville.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaFestival reúne receitas diferentes para quem gosta de churros em Joinville https://t.co/FKsKQvaFSA #LeianoANhá 10 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCondutor morre após carro colidir com caminhão na BR-280, em Jaraguá do Sul https://t.co/Rq6BmUjrx6 #LeianoANhá 15 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros