Saavedra:  Obra no rio Mathias, no Centro de Joinville, vai passar por mudanças - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal01/07/2017 | 07h30Atualizada em 01/07/2017 | 07h30

Saavedra:  Obra no rio Mathias, no Centro de Joinville, vai passar por mudanças

Temor de transtornos na área que costuma ter muito movimento de veículos e pedestres faz Prefeitura buscar alternativas

A principal obra em andamento da Prefeitura de Joinville vai passar por mudanças. O temor de transtornos ainda mais agudos na área central e o trauma dos impactos provocados na rua Otto Boehm estão levando a ser proposto um novo modelo de construção das galerias da macrodrenagem do rio Mathias.

Pelo novo formato, com mudança contratual já com aval da procuradoria jurídica, é mantida a previsão de estruturas de concreto subterrâneas, mas com adoção de um formato de execução com impacto menor nas calçadas e diferentes tubulações (drenagem, água, esgoto etc.).

Já houve cobranças de comerciantes da Otto Boehm antes do início das obras na rua e, depois, os problemas causados pelos trabalhos, aliados ao atraso, provocaram revolta. Agora, lojistas e donos de bares e restaurantes da Via Gastronômica e de outras ruas da área central estão cobrando providências para evitar tamanhos impactos.

Um dos pedidos foi para tentar concentrar os trabalhos na Visconde de Taunay em janeiro, período de menor movimento. A revisão do contrato empurrou a conclusão da obra para o final de 2018. Ainda assim, o novo prazo das obras será complicado de ser atendido porque o plano de montar duas frentes de trabalho pode não ser levado adiante.

Além da Visconde, a macrodrenagem prevê intervenções na Fernando de Noronha, Pedro Lobo, rua do Príncipe e Jerônimo Coelho.

Mais perto

Setenta por cento da obra está concluída Foto: Ana Paula Keller,Divulgação / Divulgação

Com mais de 70% da obra concluída, o governo do Estado quer entregar o elevado na Santos Dumont com a Tuiuti até novembro – pode ser antecipado. O outro elevado para a duplicação da avenida, na esquina com a Arno Waldemar Döhler, foi descartado porque aquele trecho não ganhará mais pistas por causa do custo das desapropriações.

Pode ter greve
Nos próximos dias, assembleia das diferentes categorias da Águas de Joinville podem marcar inédita greve na companhia de saneamento. Os sindicatos não concordam com a proposta de pagamento da inflação em quatro parcelas de 1%, em formato igual ao concedido aos servidores da Prefeitura. Também há discordância com o recesso de final de ano – em 2017, a folga na Prefeitura começa no dia 18 de dezembro.

Áreas na 280
No acordo do DNIT com a Funai sobre a duplicação da BR-280, está a compra de áreas para indígenas. A aquisição ainda não foi providenciada, até porque não foi autorizado o início das obras. O inusitado é que o item foi fechado quando as reservas na região já estavam em demarcação – no mês passado, a Justiça Federal cancelou o procedimento. Ou seja, naquele momento já havia áreas disponíveis, em tese.

Lacuna da LOT
Mas em período anterior, a inexistência na LOT do setor de segurança na área onde estão instalados o presídio e a penitenciária travou o licenciamento. A previsão deveria ter sido feita pela Prefeitura, e os vereadores não notaram a lacuna na análise da LOT. O problema foi corrigido em maio e o pedido de licenciamento voltou a tramitar. Na sexta, a Secretaria de Justiça e Cidadania informou ter recebido os alvarás para a nova ala.

Propostas para o presídio
Na proposta do governo do Estado de melhorias do Presídio Regional de Joinville está a construção da nova ala com 120 vagas em até quatro meses (a partir do licenciamento), conter a superlotação em até 12 meses e instalar lavanderia, entre outros investimentos. Para desinterditar a cadeia e permitir ingresso de novos presos, o juiz João Marcos Buch quer mais garantias de execução do acordo.

Sem votos
A votação zerada de cinco candidatas à Câmara de Vereadores de Balneário Barra do Sul levou a Justiça Eleitoral a cassar o registro dos demais candidatos dos respectivos partidos. Com a decisão, são cassados os mandatos de três eleitos, levando ao recálculo do quociente eleitoral. Como a decisão foi tomada em primeira instância, os três vereadores permanecem nos cargos até o julgamento dos recursos em outras instâncias.

Com recurso
Os eleitos citados são André Gonçalves (PSDB), Manoel Henrique Neto (PSD) e Dail de Oliveira (PSD). Os recursos dos vereadores e dos candidatos não eleitos contra a decisão serão apresentados no TRE na segunda-feira. A ação do Ministério Público Eleitoral foi apresentada contra o PSDB e a aliança PSD/SC. No PSDB, duas candidatas não tiveram nenhum voto, enquanto que na coligação, foram três concorrentes a não receber sufrágios.

Só a cota
Além não terem sido votadas, as mulheres não apresentaram despesas de campanha. Uma delas até fez post em rede social defendendo outro candidato, segundo o MPE. As situações levaram o MPE a concluir que os nomes delas foram lançados apenas para preencher a proporcionalidade por sexo. A acusação foi de fraude no demonstrativo de regularidade de atos partidários, o DRAP.

Leia mais notícias de Joinville e região.
Confira outras notas de Jefferson Saavedra 

Nova casa
O prédio da escola Elpídio Barbosa, desativada no final do ano passado no bairro Costa e Silva, pode ser a sede da Casa do Adalto em Joinville. O pedido foi feito pela entidade à secretária da ADR, Simone Schramm, na sexta. A Secretaria de Estado da Administração foi consultada e a solicitação será analisada. Criada para apoio de crianças em tratamento de saúde, a entidade quer a cessão do imóvel para não precisar mais pagar aluguel. O Conselho Comunitário de Segurança do Costa e Silva e o Rotary estão apoiando o pedido.

2020
Na posse de Rodrigo Coelho na presidência do PSB municipal, Paulo Bornhausen previu festa do partido no dia 25 de outubro de 2020, em comemoração pela conquista da Prefeitura de Joinville. E o eleito será um dos presentes, arrematou o ex-deputado, observado por Patrício Destro, Rodrigo Coelho e Ninfo König, entre outros.

Queda nas diárias
A pressão funcionou e a Câmara de Joinville continua reduzindo os gastos com diárias de viagem. Neste primeiro semestre, a conta dos vereadores, assessores e servidores ficou em R$ 133 mil, uma queda de quase 50% em relação aos primeiros meses do ano passado. O critério usado foi de despesas liquidadas.

Despesas da Câmara
A redução de 30% no valor das diárias entrou em vigor em abril de 2016. Além disso, houve mais contenção na autorização para as viagens. Já as despesas gerais do Legislativo de Joinville ficaram em R$ 15,9 milhões no semestre. O avanço ficou em 0,3% em relação ao mesmo período do ano passado, um índice abaixo da inflação.

Ainda não
A nova mudança na fonte dos recursos é a justificativa mais recente da Secretaria de Estado de Infraestrutura por não ter lançado o edital de duplicação das estradas Hans Dieter Schmidt e Edgar Meister, no Distrito Industrial de Joinville. Agora, a conta será paga pelos recursos próprios (fonte 100). A licitação de R$ 50,4 milhões foi anunciada pelo governador Raimundo Colombo há quase três meses.

A 967 metros

Ao fundo, imagem mostra a cidade de Joinville iluminada Foto: Rdorigo Galdino,Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

O fotógrafo Rodrigo Galdino mostra uma vista de Joinville a partir do morro do Tromba, em Pirabeiraba. Foi por volta da 1h da madrugada, em momento que ¿nascia¿ a Lua (ao fundo).

Sem pressa
O semestre se encerrou e as correções na LOT ainda não chegaram à Câmara de Joinville. O grupo técnico montado para fazer as adequações pretendia mandar o primeiro lote até o final de junho, mas não foi possível. Como a LOT demorou mais de seis anos para ser aprovada após o início de vigência da lei do macrozoneamento, o pessoal não deve estar com muita pressa.

Não fecha
Para evitar deixar a zona Oeste de Joinville sem nenhuma delegacia, a Polícia Civil vai manter a DP do Vila Nova, ainda que a demanda não seja significativa. Assim, deverá ser fechada apenas a delegacia do Morro do Meio, provavelmente no segundo semestre. A Delegacia Regional de Polícia vai avaliar o fechamento de mais uma DP de área em outro bairro.

Assessoria
Ciro Harger foi nomeado para a assessoria do deputado Patrício Destro (PSB). A atuação do assessor será em Joinville.

Contratação
Se as vagas para Joinville forem preenchidas no processo seletivo aberto na sexta pela Secretaria de Estado da Saúde, o Hospital Regional Hans Dieter Schmidt poderá ativar a nova ala, com 43 leitos.

Pelo Estado
Serão contratados enfermeiros e técnicos de enfermagem para várias regiões do Estado.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaComércio impulsiona criação de empregos pelo quarto mês seguido em SC https://t.co/3l5ntCSa6k #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPM limita deslocamento de viaturas em SC por falta de dinheiro para abastecimento https://t.co/82LvFkaP59 #LeianoANhá 5 horas Retweet
A Notícia
Busca