Saavedra: Ministério Público cobra melhorias no Case do bairro Vila Nova, em Joinville - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal21/07/2017 | 08h18Atualizada em 21/07/2017 | 09h29

Saavedra: Ministério Público cobra melhorias no Case do bairro Vila Nova, em Joinville

Para órgão, construção precisa de reparos, sob pena de o prédio ser interditado caso o Estado não comprove a regularidade da estrutura 

Saavedra: Ministério Público cobra melhorias no Case do bairro Vila Nova, em Joinville Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Unidade do bairro Vila Nova tem problemas, diz MP Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Inaugurado em 2014, oCentro de Atendimento Socioeducativo em Joinville, o Case, é alvo de ação do Ministério Público de Santa Catarina com cobrança de melhorias na construção, inclusive com pedido de interdição caso o Estado não comprove a regularidade da estrutura.

O pedido de imposição de prazo para a apresentação de laudo sobre as condições de imóvel e de uma série de investimentos foi apresentado nesta semana e e está em análise na Vara da Infância e Juventude. A situação do centro instalado no Vila Nova para atendimento de jovens infratores vem sendo acompanhada pela promotoria da Infância e Juventude desde 2015.

No início do ano passado, a cozinha e a lavanderia chegaram a ser interditadas, com liberação após reformas. Em nova vistoria da Vigilância Sanitária, há dois meses, foi apontada uma lista de irregularidades. Também em maio, visita dos bombeiros militares apontou deficiências nos sistemas de segurança e de prevenção. O Case não conta ainda com o habite-se.

A ação cobra também o atendimento de toda as exigências feitas pelos bombeiros e Vigilância Sanitária, melhorias no sistema de comunicação e inscrição do centro em conselhos estadual e municipal de direitos da criança e do adolescente. A ocupação do Case gira em torno de 40 internos.

Em etapas
O cronograma das obras do elevado da Santos Dumont com a Tuiuti, na zona Norte de Joinville, prevê a liberação das vias marginais na avenida em agosto. Depois, no mês seguinte, será a vez da permissão de passagem na parte de baixo, liberando o acesso à Tuiuti. Mais adiante, entre outubro e novembro, será a vez da conclusão da passagem superior, a etapa final da obra.

A duplicação da Santos Dumont vai até o final do ano. Ainda restam duas desapropriações a serem encaminhadas pela Prefeitura.Mais uma Está em estudo a abertura da rua Joao Acácio Vieira, uma lateral da Santos Dumont, já perto do Aeroporto de Joinville, como forma de dar mais uma opção de acesso ao Jardim Paraíso e à rua Dorothovio do Nascimento.

Novo acesso
Sob ¿ameaça¿ de perder os recursos em caixa para o governo do Estado, o porto de São Francisco do Sul abriu licitação para a instalação do novo acesso, com balanças e controle informatizado, coisa de R$ 8,8 milhões. O contrato do novo sistema de iluminação, com investimento de R$ 3,9 milhões, foi assinado no mês passado.

800 lâmpadas
Ao informar a retomada da manutenção do sistema de iluminação pública a partir de segunda-feira, com contratação de nova empresa, participante de consórcio com outros municípios, a Prefeitura de São Francisco admitiu a existência de 800 pontos com lâmpadas queimadas na cidade. A promessa é de trocar tudo em até dois meses.

Reciclagem
A campanha Joinville mais Limpa terá parceria com os condomínios para levar palestras sobre reciclagem. A ONG Impacto Social e o Rotary estiveram nesta quinta-feira com a Ambiental, responsável pela coleta em Joinville, para traçar detalhes da ação, a ser lançada em agosto. Os galpões estão sofrendo com a queda na quantidade do material por causa da concorrência com a coleta clandestina do recicláveis e o ainda baixo índice de consumidores que fazem a separação do lixo.

Comando do PR
Maurício Peixer venceu a disputa interna e é o novo presidente do PR de Joinville, com José Henkel, o Pelé, como vice. Os dois formam a bancada do partido na Câmara de Vereadores. Assim, Peixer consolida sua pré-candidatura a deputado estadual. O agora ex-presidente Valdemar Tomasi queria eleição interna para definir o comando do partido, mas não levou.

Mais filiações
Tomasi ameaçou deixar o partido e levar a maior parte dos suplentes se não fosse feita a eleição. Maurício diz que não quer confronto, além de defender que Tomasi permaneça no PR. Mas o vereador adianta ter o apoio da maioria dos suplentes mais votados em 2016. Para agosto, está prevista a filiação de 500 pessoas.

Barreira contra o lixo 

Cerca foi colocada no local para evitar a colocação do lixo Foto: Maykon Lammerhirt / A Notícia

Um setor do Parque da Cidade é mais uma área a ser cercada em Joinville para tentar reforçar a proteção da vegetação, principalmente para evitar o depósito de lixo. As cercas foram providenciadas por meio de acordo da Secretaria de Meio Ambiente com a Celesc.

Pode ser
Mauricinho Soares está estudando convite do PTB para concorrer a deputado estadual. Se deixar o PMDB, não acredita em problemas com o partido porque o PTB faz parte da aliança liderada pelos peemedebistas em Joinville. E Mauricinho está tranquilo também porque tem conversado sobre o assunto com Udo.

Ainda a superlotação
A série de medidas tomadas neste ano no Hospital São José reduziu o tempo de permanência dos pacientes no pronto-socorro, aumentou o número de internações e de cirurgias, mas a superlotação continua: o hospital com maior movimento em Joinville teve índice de ocupação de 126% neste ano, até junho.

Queda sensível
O resultado é até melhor em relação aos dois anos anteriores, quando a ocupação dos leitos passou de 130%. Nessa conta, entram também os leitos de observação. O resultado mostra a necessidade de mais leitos, ainda que os pacientes em macas não fiquem mais nos corredores. Acordo com o Ministério Público prevê ampliação da UTI até maio de 2018.

Leia mais notícias de Joinville e região
Confira outras notas de Jefferson Saavedra

Direito
A 2ª Vara da Fazenda Pública de Joinville não aceitou pedido da Prefeitura de condenação de litigância de má- fé contra um grupo de autores de ações populares envolvendo a LOT. A alegação era de reiterada apresentação das peças. O Judiciário apontou que o ingresso desse tipo de ação, a não ser que apareça prova em contrário, é um direito constitucional. 

Ao arquivo
O fim do prazo para a apresentação de mais documentos levou a Fatma a arquivar o pedido da Prefeitura de Joinville para a retificação e dragagem do rio Cubatão em trecho entre a Estrada Timbé e a rua Dorothovio do Nascimento, ao lado do aeroporto. Na prática, seria refeito o leito original do rio para permitir a ampliação da pista do terminal aéreo, conforme projeção ainda do início da década passada.

Só um braço
O que cruza a lateral do aeroporto é um braço do rio Cubatão, o maior volume de água passa mais ao Norte, por meio do canal. A ramificação se junta novamente ao leito principal perto da BR-101. A retificação pode não ser mais necessária porque o aeroporto está estudando inverter o lado da ampliação da pista. 

Lado inverso
Em vez do avanço em direção mais habitada, com necessidade de desapropriações também por causa das áreas de recuo, a pista seria ampliada rumo à Babitonga. São 2,6 km até a Babitonga, em área de mangue. Mas são estudos de viabilidade, nada está decidido. A prioridade agora é a licitação da concessão do complexo de cargas. 

Convivência
Colombo e Udo conversaram muito na abertura do Festival de Dança. Em dado momento, a delegada Tânia Harada participou.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMP investiga suposta morte por engano em operação do Bope, em Piçarras https://t.co/t2PO3UDXJb #LeianoANhá 42 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAssaltantes vestidos com roupa camuflada roubam carro na Serra Dona Francisca em Joinville https://t.co/0C9IegyEWu #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca