Saavedra:  Financiamento de US$ 70 milhões do BID para obras em Joinville será assinado no dia 1º - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal19/07/2017 | 07h31Atualizada em 19/07/2017 | 07h32

Saavedra:  Financiamento de US$ 70 milhões do BID para obras em Joinville será assinado no dia 1º

Recursos virão do BID e serão usados no parque do Piraí, drenagem do rio Itaum-açu e ampliação da rede de esgoto

No dia 1º, será assinado em Brasília o financiamento de U$ 70 milhões da Prefeitura de Joinville com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Será a etapa final de um empréstimo em tratativas há três anos. Os recursos serão usados no parque do Piraí, drenagem do rio Itaum-açu e ampliação da rede de esgoto. A contratação de projetos é a próxima etapa, com possibilidade de obras a partir do final de 2018.

Na última sexta, a Prefeitura de Joinville protocolou na Secretaria de Tesouro Nacional o pedido de autorização para contratar US$ 40 milhões junto ao Fonplata para a construção da ponte entre os bairros Adhemar Garcia e Boa Vista. A análise pelo governo federal deve se estender até 2018.

Leia mais notícias de Joinville e região
Confira outras notas de Jefferson Saavedra

Ainda ruim
A situação já foi pior, mas a passagem de nível da linha do trem na rua São Paulo continua precisando de reparos. Aquele ponto da avenida se transformou em um dos gargalos no trânsito de Joinville. A obra de revitalização da rua, prevista para se encerrar em maio, se estenderá até setembro, pelo menos.

Participação
Ivam Macieski está participando do Desafio Cidade que Dança, realizado novamente em Joinville na Sociedade Harmonia-Lyra. O padre é uma das personalidades da cidade convidada para se apresentar na próxima sexta, após treinamento em tango e bolero. O convite foi feito no ano passado, mas não pode ser atendido devido a morte do bispo Dom Irineu.

Nova rolagem
O conselho do Ipreville aprovou nesta terça-feira mais uma rolagem no pagamento da contribuição patronal da Prefeitura de Joinville ao instituto. Os R$ 30 milhões que deixaram de ser pagos no primeiro semestre do ano serão quitados em cinco anos, em parcelas mensais com multas e juros. Tais parcelamentos são feitos desde 2011, todos os anos.

Mais um
Já que não há muito debate sobre o tema no PMDB de Joinville, com as tratativas a se iniciarem em agosto, Cláudio Aragão também anda analisando a possibilidade de concorrer a deputado no ano que vem, provavelmente a federal, já que para estadual já tem Fernando Krelling e Rodrigo Fachini.

Mais nomes
Para deputado federal, o cotado é Carlos Chiodini, caso Mauro Mariani seja o candidato a governador. Chiodini, deputado estadual licenciado com base em Jaraguá, tem cumprido agendas em Joinville há tempos. Outro nome possível para a Câmara é de Richard Harrison, até como forma de ajudar na tentativa de reeleição de Ada de Luca para a Assembleia.

Trilha do Castelo
O Ministério Público abriu inquérito para apurar quais medidas estão sendo tomadas pela Secretaria do Meio Ambiente de Joinville para preservar a trilha para o Castelo dos Bugres, formação de rochas na Serra Dona Francisca, em área de preservação ambiental.

Para todo mundo ver

Cidade ganhou um painel especial nesta edição Foto: Maykon Lammerhirt

O título nacional de Joinville ganhou painel especial nesta edição do Festival de Dança, ativado ontem em frente à sede da Prefeitura. A distinção a cidade-sede do evento de dança nasceu de projeto apresentado por Marco Tebaldi (PSDB) em 2015 e transformado em lei no ano passado.

A ¿valorização¿

Já que Udo fez elogios à atuação da bancada do PMDB, a ¿harmonia¿ e tal, os vereadores aproveitaram o encontro de ontem com o prefeito para retomar as conversas sobre ocupações de espaços no governo. Como sempre, Udo ficou de avaliar.

Em Joinville
Uma estação meteorológica instalada na Serra Dona Francisca, perto do limite com Campo Alegre e em ponto com 1,2 mil metros de altura, registrou chuva congelada na madrugada de ontem e temperatura de 2,6 graus negativos. Na área urbana, é clara, não fez tanto frio assim.

De olho em Ninfo
Aparentemente, o vereador Ninfo König (PSB) nunca deu motivo para ¿desconfiança¿, mas o pessoal do PMDB anda monitorando a possibilidade de o vereador vir a concorrer em 2018, seja a governador ou vice. Empresário em Joinville, poderia afetar a votação do candidato peemedebista na cidade, seja Mauro Mariani ou Udo Döhler.

Participação
Até agora, Ninfo tem dito que não pretende concorrer a cargos no Executivo em 2018 e em 2020. Mas quer participar, dando ideias. Inclusive quer uma conversa com Udo sobre isso. O empresário é muito próximo do prefeito de Joinville, mas não conseguiu evitar que PSB apoiasse Darci de Matos em 2016.

Ainda distante
A criação de 3,3 mil empregos neste primeiro semestre em Joinville é um bom resultado depois desempenho ruim em 2015 e no ano passado. Mas ainda está longe do boom do passado nem tão distante, quando a cidade conseguia abrir 9,5 mil vagas em apenas seis meses, como em 2010. Mesmo em 2013 e 2014, andou na faixa acima de 4 mil novos postos no semestre.

Quem vem
Com Valério Schiochet (PDT) fora da Secretaria de Desenvolvimento Rural de Joinville (antiga 25 de Julho) – ele pediu para sair alegando projetos pessoais – o caminho está aberto para a nomeação de indicado de Fernando Krelling (PMDB), o presidente da Câmara preterido com a ¿perda¿ da indicação na Secretaria dos Esportes.

Interino
Mas por enquanto, enquanto o titular não é escolhido, Bráulio Barbosa comanda a pasta de forma interina. A direção executiva da pasta será ocupada por indicação de Rodrigo Fachini – a nomeação foi nesta terça-feira. O governo Udo também está tentando resolver pendenga jurídica envolvendo cessão de espaços feita no passado pela então fundação.

Temperatura em queda
O frio fez 33 pessoas buscarem pernoite no Abel Schulz. Na semana passada, foram 18. 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona guarda lições de 2016 para dar o troco na Assoeva na final da Liga https://t.co/N26weHkngx #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A Notícia"O corte de despesas é o caminho para o país crescer", disse Henrique Meirelles na Fiesc https://t.co/RR4UYpkn7v #LeianoANhá 7 horas Retweet
A Notícia
Busca