Saavedra:  Apreensões de ecstasy e LSD continuam em alta em Joinville  - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal03/07/2017 | 07h30Atualizada em 03/07/2017 | 07h30

Saavedra:  Apreensões de ecstasy e LSD continuam em alta em Joinville 

No ano passado, foram recolhidos 5,2 mil comprimidos e micropontos das duas substâncias

As apreensões de ecstasy e de LSD em Joinville pela polícia continuam em alta. No ano passado, foram 5,2 mil comprimidos e micropontos das duas substâncias, o maior número na década, disparado. Em 2017, até abril, já são quase 3 mil unidades recolhidas na cidade, a maioria de ecstasy.

No início da década, as apreensões eram quase insignificantes em Joinville. A maconha lidera em quantidades descobertas pela polícia na cidade, seguida pelo crack e pela cocaína. Em Santa Catarina, foram 39 mil comprimidos e micropontos apreendidos em 2017, também até abril. Os dados são da Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Novo sistema na Saúde
Na série de vantagens apontadas pela Secretaria de Saúde de Joinville com o novo sistema de informações está a conexão em um só sistema de todas as informações sobre os usuários, evitando repetição de exames etc. e a melhor regulação da consultas. E citou também a autenticação dos atestados médicos, o que seria uma ¿segurança para a comunidade empresarial¿. O sistema entra em operação nesta segunda-feira.

Caiu no rio
O Tribunal de Justiça manteve a decisão da primeira instância e a Prefeitura de Joinville terá de pagar o prejuízo de dono de carro que caiu em riacho na Estrada Blumenau, em 2009. Houve perda total do veículo, sem ferimentos ao motorista. O automóvel valia R$ 16 mil e o proprietário conseguiu R$ 3 mil como sucata. A diferença, atualizada, terá de ser paga pelo município.

Leia mais notícias de Joinville e região.
Confira outras notas de Jefferson Saavedra 

Uma ironia

Em tom irônico, tem gente ligada ao governo Udo já antecipando que mais cedo ou mais tarde o atraso no lançamento do edital da duplicação da Hans Dieter Schmidt e da Edgar Meister, no Distrito Industrial, será debitado na conta da Prefeitura. É que há episódios nos quais o Estado criou caso com a Prefeitura. E vice-versa, com a Prefeitura mirando a ¿culpa¿ de atribuições suas para o governo do Estado.

Quem fez
Está marcada para esta segunda-feira a decisão do Tribunal de Contas do Estado sobre a misteriosa consulta sobre o futuro do porto de São Francisco do Sul, se a receita do terminal pode vir a ser atrelada à conta única do governo do Estado. O mistério está por conta da dificuldade em saber quem formulou a consulta.

Para a 280
O relator do projeto de mudança na gestão do porto, Darci de Matos, esteve há uns dias no TCE e não conseguiu descobrir o autor da pergunta. A proposta do governo do Estado deve ser votada na próxima semana. Dos R$ 103 milhões em caixa, vai sair uma fatia de R$ 30 milhões para o alargamento do trecho da BR-280.

Sem campanha
Na ação das cinco candidatas do PSDB e da aliança PSD/PSC sem votos em Balneário Barra do Sul, houve quem alegou não ter feito campanha por estar doente. A decisão da Justiça Eleitoral lembrou, no entanto, que mesmo assim, ela conseguiu ir votar. As candidatas não tiveram despesas de campanha.

Tem mais?
A sentença em primeira instância cassou o registro de todos os candidatos das duas chapas, inclusive os três eleitos, com alegação de que as mulheres só se registraram para preencher a cota, sem fazer campanha. Os recursos começam a ser apresentados nesta segunda-feira no TRE. Como tais processos tramitam em segredo de justiça, não se sabe se há mais ações desse tipo na região – a não ser saia decisão.

Protesto da insulina
A falta de determinados tipos de insulinas motiva a protesto desta segunda-feira da Associação dos Diabéticos de Joinville em frente à Prefeitura, a partir das 14 horas.

Expansão no Norte
A área de expansão urbana na região da Estrada Timbé, proposta por Mauricinho Soares (PMDB) será analisada nesta segunda-feira em audiência pública na Câmara de Joinville. Como se estende até o rio Cubatão, pega parte pretendida pelo Vale Verde.

Tem para todos?
O MP está apurando se há vagas em número suficiente para o acolhimento institucional de crianças e adolescentes em Joinville.

Pro forma
A reaproximação entre Colombo e Udo foi, até agora, apenas na medida para não dizerem que estão rompidos. Não mais do que isso.

Cuca dos 120 anos

Cuca de 120 metros foi feita em Corupá Foto: Aurea Arendartchuk / Divulgação

Os 120 metros de comprimento deram a Corupá o título de maior cuca do País. Feita em parceria entre a Prefeitura e empresários locais, a cuca de banana foi consumida por sete mil pessoas no domingo, durante as festividades dos 120 anos da cidade do Vale do Itapocu.

Tem que regularizar tudo
A liberação do alvará para a construção do novo bloco do Presídio Regional de Joinville foi condicionada à futura regularização ambiental de toda a área da cadeia. Além disso, o governo do Estado terá de providenciar o estudo de impacto de vizinhança. As obras da nova ala devem começar nesta semana.

Antes que fique abandonada
Além da causa social, o apoio do Conseg do Costa e Silva para que o prédio da escola Elpídio Barbosa seja ocupado pela Casa do Adalto é para evitar que a construção se deteriore de vez e não venha mais a ser usada, se transformando em ponto para moradores de rua. A ADR de Joinville apoia a proposta.

Colaboração
Ninfo König se diz interessado em dar sugestões para as eleições de 2018 e de 2020, principalmente em temas que considera ¿nova política¿. Mas garante não estar preparando sua candidatura a cargos no Executivo, seja governador ou prefeito – ou mesmo vice nas duas situações. O vereador do PSB está no primeiro mandato em Joinville.

Avaliação
As mudanças no sistema de avaliação dos alunos da rede estadual, válidas para todo o Estado, motivaram abertura de inquérito civil em Joinville pelo Ministério Público de Santa Catarina. A meta é apurar a regularidade das alterações. O fim do exame de final de ano e a nova nota para aprovação estão entre as medidas adotados no início do ano.

Sem fios
Ainda está no prazo, afinal o dispositivo está em vigor desde maio e foram dados 90 dias, mas quanto mais cedo for regulamentada a lei de Joinville sobre a retirada da fiação sem uso dos postes, mais rápida será iniciada a cobrança. A regulamentação também pode dar um jeito de determinar a punição em caso de desobediência.

Noturna
Realizada pela primeira vez à noite, a Marcha para Jesus de Joinville reuniu em torno de 8 mil pessoas no sábado. O novo horário deve ser repetido nas próximas edições.

Liminar no STF
O ministro Alexandre Moraes, do STF, atendeu ao pedido do governo do Estado e suspendeu a incorporação da gratificação nos salários dos servidores do TJ, MPSC, TCE e Assembleia Legislativa que exerceram cargo comissionado. A incorporação, em valor parcial da remuneração, ocorre após determinado tempo de exercício do cargo de confiança. A decisão foi por liminar, o mérito da ação ainda não foi julgado.

Já que não sairá

Na audiência pública desta segunda-feira na Câmara de Joinville, entre outros projetos, será discutida a proposta de James Schroeder (PDT) para excluir do sistema viário de Joinville a abertura de uma via paralela à rua das Hortênsias, no São Marcos. O trecho seria entre a João Beill e a BR-101. A rua projetada não será construída.

Fiscalização
Nesta semana, a fiscalização da Prefeitura de Joinville será reforçada na área central da cidade, principalmente em relação ao comércio ambulante ilegal, isto é, sem cadastro na própria prefeitura. Perto de 60 ambulantes têm autorização para a venda de produtos em Joinville.

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros