"Sem Jornalismo não há Democracia", diz professor Carlos Alberto Di Franco - Política - A Notícia

Versão mobile

Moacir Pereira03/06/2017 | 06h01Atualizada em 03/06/2017 | 06h01

"Sem Jornalismo não há Democracia", diz professor Carlos Alberto Di Franco

Confira frases que mostram o pensamento do mestre em ética e comunicação

"Sem Jornalismo não há Democracia", diz professor Carlos Alberto Di Franco Moacir Pereira/Moacir Pereira
Foto: Moacir Pereira / Moacir Pereira

Mestre em ética e comunicação, o jornalista Carlos Alberto Di Franco fez palestra na Associação Catarinense de Imprensa, onde externou o que pensa sobre o trabalho do jornalista nesse momento em que o Brasil passa por um período de crise política e econômica. Confira frases que mostram o pensamento de Di Franco.

"A comunicação social vive uma profunda crise. É uma revolução maior do que a descoberta da imprensa por Gutenberg."

"Qual o valor da informação no mundo digital em que as pessoas não querem mais pagá-la?"

"A indústria está em xeque, e as empresas estão em xeque com modelos em profunda transformação."

"O mundo digital está criando um cenário de profundas incertezas."

"Inovação e transformação estão sendo vitais para o futuro do jornalismo e a sobrevivência das empresas."

"As relações afetivas da comunicação tradicional estão sucumbindo à solidão digital. As pessoas fotografam e arquivam fotos convulsivamente."

"Somos todos reféns da superficialidade das mídias digitais pela total fragmentação do conteúdo."

¿Há uma forte demanda reprimida de boas e criativas reportagens. É preciso reinventar o jornalismo no mundo digital."

"A crise da mídia é fruto de um jornalismo sem alma e sem vigor. As reportagens não transmitem o cheiro das ruas, o calor da alma humana."

"O papel do jornalismo não é de condutor da historia, mas de iluminador da cena."

"A crise do jornalismo é resultado também da perda de conteúdo e de qualidade."

"Sem jornalismo não há humanização, não há cidadania e muito menos democracia."

Acompanhe as publicações de Moacir Pereira

Dívida pública do governo catarinense passou para R$ 33,77 bilhões em 2016

STJ deve ser acionado para garantia da posse de Alex Santore como desembargador do TJSC

Voto de Júlio Garcia salvou contas de Colombo

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJosé Beltrame: "Hoje, os presídios são home offices do crime" https://t.co/r5tVLoGtV2 #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaProjeto entrega bonecos de pano a crianças com câncer no Hospital Infantil de Joinville https://t.co/Tou30aiUgE #LeianoANhá 4 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros