Saavedra: Nova proposta propõe construção de quarta pista no trecho da BR-280 em Araquari - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal29/06/2017 | 06h30Atualizada em 04/07/2017 | 21h07

Saavedra: Nova proposta propõe construção de quarta pista no trecho da BR-280 em Araquari

No mesmo dia em que o governador Raimundo Colombo garante o repasse de R$ 26 milhões para obra, surge outra sugestão para amenizar filas na rodovia


Representante do DNIT, Vissilar Pretto, apresentou o projeto sem a quarta pista ainda Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

A proposta de alargamento da BR-280 deverá ser ampliada, com R$ 4 milhões adicionais. Na manhã desta quarta-feira, quando o governador Raimundo Colombo confirmou em Araquari a liberação de R$ 26 milhões para a obra na rodovia federal, foi tratada a mudança no projeto, com adoção de mais uma pista.

O DNIT foi receptivo à sugestão levada por Darci de Matos (PSD) e o governador, mais tarde, deu aval. Pela proposta original, seis dos 11 km a serem alargados ganhariam uma terceira pista, com os demais cinco quilômetros recebendo marginais dos dois lados.

A nova ideia prevê a quarta pista nos seis quilômetros, praticamente criando um trecho duplicado entre os trevos do Itinga e o acesso a Balneário Barra do Sul, um dos pontos mais movimentados da BR-280. As obras serão bancadas com recursos do porto de São Francisco do Sul, a serem liberadas após a aprovação do novo modelo de gestão pela Assembleia Legislativa. A etapa seguinte será a conclusão do projeto, antes da licitação.

— Acreditamos que será possível iniciar ainda neste ano — diz o deputado.

A rodovia é federal e a obra a ser feita pelo governo do Estado dependerá de convênio com a União. O trecho entre São Francisco do Sul e Araquari tem previsão de duplicação, mas o governo federal não tem recursos. A parada está decidida em relação ao caixa do porto de São Francisco do Sul: os R$ 103 milhões serão usados exatamente como deseja o governo do Estado.

Uma fatia vai para o alargamento da BR-280 em Araquari, como já antecipado pelo governador e confirmado ontem por ele na Associação Empresarial de Araquari, e outros R$ 9 milhões ficam para investimentos no porto, como novo acesso e troca do sistema de iluminação.

Por isso, Colombo falou em liberar R$ 35 milhões (ainda não haviam sido abordados os R$ 4 milhões extras para a BR-280). O restante dos recursos do porto, R$ 68 milhões, vai para o caixa do Estado. Até houve movimentos de deputados da região e da Prefeitura de São Francisco para que tudo ficasse no terminal, mas Colombo tem ampla maioria para aprovar o projeto de mudança da gestão do porto do jeito que está.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona volta à quadra nesta segunda pelo Estadual de Futsal https://t.co/66MRJrycSI #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC vence primeiro jogo-treino sob comando de Rogério Zimmermann https://t.co/RZTG9jY5Ea #LeianoANhá 3 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros