Saavedra: Governo do Estado vai bancar obra de alargamento da BR-280, em Araquari  - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal20/06/2017 | 06h30Atualizada em 20/06/2017 | 06h30

Saavedra: Governo do Estado vai bancar obra de alargamento da BR-280, em Araquari 

Raimundo Colombo se comprometeu a liberar parte dos recursos em caixa do porto de São Francisco do Sul para custear construção terceira pista em um trecho de 11 km

Saavedra: Governo do Estado vai bancar obra de alargamento da BR-280, em Araquari  Salmo Duarte/Agencia RBS
Pista simples não comporta mais um fluxo tão grande de veículos no trecho Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

Na passagem por Joinville para a abertura da Exposuper, o governador Raimundo Colombo se comprometeu a liberar parte dos recursos em caixa do porto de São Francisco do Sul para a terceira pista da BR-280, em trecho de onze quilômetros em Araquari.

Há possibilidade da presença dele em evento marcado para o dia 28, em Araquari, para apresentação do estudo preliminar do DNIT. O alargamento da rodovia federal naquele ponto está estimado em R$ 26 milhões e seria um paliativo à duplicação, ainda sem data para iniciar, entre São Francisco e Araquari.

Por se tratar de estrada federal, o Estado terá de fazer convênio.O governador também confirmou a intenção de repassar o restante dos R$ 103 milhões em caixa do porto para bancar outros gastos do Estado, principalmente em saúde. A medida só deve ser tomada depois de aprovação de projeto de mudança no modelo na gestão do porto de São Chico.

Polêmica do caixa
O repasse para o alargamento da BR-280 tem defesa na região Norte, mas há resistências à transferência dos demais recursos do porto para o Estado. Em contato na manhã de ontem com o prefeito Renato Gama Lobo, Kennedy Nunes garantiu como ¿questão fechada¿ entre os deputados da região a manutenção dos R$ 103 milhões no caixa do porto de São Francisco.

— Temos que deixar explícito na lei que o dinheiro ficará no porto — alega o deputado.

Votação em julho
O relator do projeto, Darci de Matos, concorda com a posição e tenta acordo com o governo do Estado. Darci, Kennedy e Renato são do PSD, partido do governador. O prefeito de São Francisco do Sul considera uma ¿afronta¿ a possibilidade de os recursos não ficarem no porto. O projeto sobre a gestão deve ser votado perto do dia 15 de julho.

 
 
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros