Rodovias do Oeste estão em situação de calamidade  - Política - A Notícia

Versão mobile

Moacir Pereira21/06/2017 | 02h15Atualizada em 21/06/2017 | 02h15

Rodovias do Oeste estão em situação de calamidade 

O problema já é antigo e se agravou nas últimas semanas com as chuvas na região. O assunto foi tratado como prioridade na reunião da bancada do PMDB

Rodovias do Oeste estão em situação de calamidade  Divulgação/Divulgação
Moreira, Vampiro, deputados do PMDB e prefeitos avaliaram a situação das estradas em SC Foto: Divulgação / Divulgação

Se há um consenso hoje entre deputados de diferentes partidos na Assembleia Legislativa ele trata da calamitosa situação das rodovias no Oeste catarinense.

Manifestações críticas nas reuniões de bancadas, da tribuna e nos comentários se direcionam contra rodovias federais, particularmente a BR-282 entre Chapecó, São Miguel do Oeste e a fronteira com a Argentina. E são mais fortes contra as estradas estaduais, muitas delas uma buraqueira interminável, perigosas e sem a menor condição de tráfego.

O problema já é antigo e se agravou nas últimas semanas com as chuvas na região. Há trechos que tiveram serviços de restauração que, após o mau tempo, ficaram piores. Dinheiro público atirado no ralo.

O assunto foi tratado como prioridade na reunião da bancada do PMDB, presentes o vice-governador Eduardo Pinho Moreira e o secretário de Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro. Depois de citações do cenário caótico das estradas, os deputados decidiram apoiar emenda ao projeto de financiamento do Fundo de Assistência ao Desenvolvimento dos Municípios (Fundam-2), atualmente em tramitação no parlamento. Emenda do deputado Valdir Cobalchini que prevê 25% só para infraestrutura.

Há sugestão de reservar pelo menos R$ 200 milhões dos R$ 700 milhões do Fundam-2 para a recuperação das estradas estaduais, com ênfase para a dramática situação do Oeste.

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira disse que vai tratar do assunto com o governador Raimundo Colombo. Contatos começaram a ser feitos também com os secretários Nelson Serpa e Murilo Flores.

Inspeção
Comissão de Transporte da Assembleia Legislativa manteve para esta quarta, às 9h, a visita às obras do contorno viário da BR-101 na Grande Florianópolis. Começará o percurso no trecho norte, em Governador Celso Ramos.  O presidente João Amin (PP) confirmou a agenda, apesar do apelo da Arteris de cancelamento, sob alegação de mau tempo. Em Brasília, a ANTT confirmou que a ligação do contorno com a BR-101 em Palhoça terá o projeto técnico do acordo de 2013. O novo estudo da Arteris será rejeitado, segundo informou o vereador Nirdo Luz após visita à ANTT.

Acompanhe as publicações de Moacir Pereira

Novo projeto do contorno viário na BR-101 causa discussão na Alesc

Em meio a lama da Lava-Jato, renovação para eleição de 2018 segue distante

"Também estou estarrecido com as denúncias", diz Mauro Mariani sobre entrevista de Joesley Batista

A Notícia
Busca