TSE marca para agosto eleição de novo governador do Amazonas - Política - A Notícia

Versão mobile

6 de agosto11/05/2017 | 15h40Atualizada em 11/05/2017 | 15h42

TSE marca para agosto eleição de novo governador do Amazonas

Mandatos de José Melo (Pros) e do vice, Henrique Oliveira, (Solidariedade) foram cassados por compra de votos nas eleições de 2014

TSE marca para agosto eleição de novo governador do Amazonas Valdo Leão/Secom
José Melo, governador cassado do Amazonas Foto: Valdo Leão / Secom
Agência Brasil
Agência Brasil

A data provável da eleição suplementar para governador do Amazonas é 6 agosto. Caso haja segundo turno, será no último domingo, 28 de agosto. O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) ainda precisa decidir o calendário eleitoral, o que deve ocorrer nessa sexta-feira (12).

A data já está aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O tema foi objeto de uma reunião na quarta-feira (10) entre representantes das duas Cortes. O orçamento da eleição ficou definido em R$ 18,5 milhões, considerando os dois turnos.

Leia mais
Fachin retira sigilo de delações dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura
Cassação traria graves consequências ao país, diz defesa de Temer ao TSE
Maioria do STF dispensa autorização da Assembleia para processar governadores

— O orçamento foi aprovado pelo TSE. Só pediram para mandarmos um cronograma de recebimento dos valores e qual quantitativo seria imediato. Fizemos um mapeamento das necessidades de participação das forças militares com apoio logístico e de pessoal custeado pelo TSE. Foi excelente a reunião. Vão nos dar apoio irrestrito, inclusive, com efetivo técnico para nos auxiliar no fim de semana que antecede tanto o primeiro como o segundo turno — disse o diretor-geral do TRE-AM, Messias Andrade.

Calendário eleitoral

Na reunião, segundo ele, o TSE também aprovou o calendário eleitoral com todos os prazos a serem seguidos, desde a convenção, registro de candidaturas e encerramento do cadastro.

— Os prazos, por se tratar de uma eleição suplementar, são reduzidos. O nosso momento agora é alinhar nosso planejamento e executar um pleito com qualidade — disse Messias. 

Os prazos ainda não foram divulgados.

A eleição no Amazonas deve envolver mais de 8 mil pessoas entre servidores e colaboradores e serão utilizadas mais de 7 mil urnas eletrônicas.

No último dia 4, o Tribunal Superior Eleitoral cassou, por 5 votos a 2, os mandatos do governador do Amazonas, José Melo (Pros), e do vice, Henrique Oliveira, (Solidariedade) por compra de votos nas eleições de 2014. O TSE determinou o afastamento dos dois políticos do cargo e a posse imediata do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, David Almeida (PSD), para um mandato interino até a realização de novas eleições diretas.

Leia as últimas notícias de Política

*Agência Brasil

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaObra de melhoria compromete abastecimento de água em 29 bairros de Joinville no domingo  https://t.co/ePoET5w5a3 #LeianoANhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVazamento compromete o abastecimento em cinco bairros de Joinville   https://t.co/KWoXkylJJq #LeianoANhá 4 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros