Saavedra: Grupo de vereadores será recebido pela Segurança Pública - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal08/05/2017 | 07h30Atualizada em 08/05/2017 | 07h30

Saavedra: Grupo de vereadores será recebido pela Segurança Pública

Previsão era de grupo maior ser´recebido pelo secretário César Grubba, 

A caravana da segurança foi esvaziada no final de semana e apenas um grupo de vereadores será atendido nesta segunda-feira na Secretaria de Estado de Segurança Pública. Até um ônibus havia sido contratado para levar um número maior de parlamentares, além de lideranças empresariais e comunitárias, com planos inclusive de tentar uma conversa com o governador Raimundo Colombo. No entanto, o ônibus foi cancelado depois de o secretário César Grubba alegar a impossibilidade de atender a uma comitiva tão grande em momento de mudança da secretaria para outro prédio: não haveria tempo nem estrutura para receber a todos.

Em outra data, ainda a ser marcada, o secretário garante ter condições de receber um grupo maior de lideranças de Joinville. A audiência do secretário com os vereadores da comissão de Proteção Civil está mantida. Nesse encontro no final da manhã, Richard Harrison (PMDB) pretende entregar convite para audiência sobre segurança pública marcada para a próxima segunda, dia de visita do governador a Joinville para inauguração de escola. Será feita sondagem também para Grubba participar de encontro ampliado na cidade sobre o tema. Na audiência, também será deixado documento com pedidos de investimentos na cidade.

Tradição na pesca

Foto: Rogerio da Silva,Divulgação / Divulgação

A tradicional Gincana da Pesca Infantil reuniu em torno de 200 participantes na manhã de sábado em Pirabeiraba, nas lagoas da Secretaria de Agricultura, antiga Fundação 25 de Julho. Foi a 31ª edição do evento em Joinville.


¿Na paz¿
O vereador Richard Harrison, presidente da comissão, diz fazer mea culpa por não ter avisado a secretaria sobre a formação de um grupo maior e alegou que se o ônibus não fosse cancelado, a situação ficaria ¿desconfortável¿ se o pessoal não fosse atendido. ¿Vamos em paz, tentar uma solução¿, diz o peemedebista. O vereador Ninfo König, autor da ideia do ônibus, não tinha detalhes, mas considerou uma ¿pena¿ a comitiva não ser recebida. 

Nas escolas
Nos próximos dias, começam as melhorias em sinalização em frente às escolas municipais de Joinville, com placas, faixas e tachões, se for o caso. O serviço de R$ 1,4 milhão foi contratado do Estado por meio do financiamento do BNDES – o mesmo do binário do Vila Nova, Tuiuti, Albano Schmidt etc – liberado no início da década. 

Nova agenda
Em agenda já rotineira, Geovânia de Sá visita Joinville hoje. Desta vez conversará com Udo sobre emenda dela para a saúde na cidade. Em 2014, a deputada federal com base eleitoral em Criciúma fez 2.035 votos em Joinville. Com Marco Tebaldi, ela forma a bancada do PSDB catarinense na Câmara dos Deputados. 

Horário ampliado
 Depois da ampliação do horário em mais postos de saúde, adotada em dezembro do ano passado, com mais estabelecimentos abertos ao meio-dia, Rodrigo Coelho (PSB) está sugerindo portas abertas das unidades por mais tempo. O vereador sugere funcionamento até as 22 horas, uma forma também de desafogar hospitais e PAs.

R$ 11 mi
Sem alarde, a Prefeitura de São Francisco do Sul conseguiu suspender em fevereiro a aplicação de multa de R$ 11 milhões por não atendimento de plano de recuperação ambiental das obras de revitalização da orla marítima. A decisão de 2009 da Justiça Federal determinava multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

2007
A ação foi apresentada pelo Ministério Público Federal em 2007 com questionamentos à revitalização, principalmente devido ao corte na vegetação de restinga nas praias de Ubatuba e Itaguaçu. A decisão judicial apontou que as obras foram além do previsto na licença ambiental.

R$ 100
No recurso junto ao Tribunal Regional Federal, a Prefeitura alegou multa ¿desproporcional¿ e ter feito a adequação ambiental na área atingida pelas obras. O caso ainda está em andamento, mas multa pode ser reduzida de R$ 5 mil para R$ 100 diários devido ao tamanho do município. O que dá 2% do montante original.

Quase um mês
Nesta quarta, completa-se um mês da apresentação pelo governador Colombo do edital de duplicação do acesso pela BR-101 ao Distrito Industrial de Joinville e até agora a concorrência não foi aberta. A Secretaria de Estado da Infraestrutura acredita em lançamento nos próximos dias. 

Será logo
 As etapas burocráticas já foram vencidas, só restando o aval do comitê gestor. Como o grupo se reúne amanhã, a obra de R$ 50,4 milhões em Joinville deve ser autorizada. O edital deve estar na rua até a próxima semana, quando o governador estará de volta à cidade. 

Mais que o triplo
Em Blumenau, há alarme com a violência, afinal, são 19 assassinatos em 2017, o número mais alto em cinco anos. Em Joinville, já são 60 neste ano, incluindo as mortes no final de semana. Ou seja, a cidade do Norte tem mais do que o triplo de homicídios na comparação com o município do Vale do Itajaí. Em Blumenau, moram 344 mil pessoas. Já em Joinville, residm 570 mil, ou seja, proporcionalmente, a violência é maior. 

Traçado do contorno
Ainda que o DNIT não tenha apresentado a versão final do novo traçado do contorno ferroviário de Joinville, a resistência em Araquari será grande porque a linha vai passar no Itinga (ou muito perto), onde há moradias. ¿Não se pode transferir o problema de uma área urbana para outra¿, diz o vereador Cristiano Bertelli (PMDB).

Talvez nem em 2018
A referência do vereador é ao fato do trem passar a cruzar o perímetro urbano de Araquari. ¿Queremos ver como vai ficar o novo estudo, a gente entende que o problema é regional¿, diz Bertelli. Seja como for, a obra ainda vai demorar porque vai precisar de novo estudo de impacto ambiental e de inclusão no orçamento da União de 2018. Talvez não seja reiniciada nem no ano que vem.

Na Serra
O Deinfra garante estar atrás, ainda sem sucesso, dos recursos para a recuperação da iluminação da SC-418 no trecho da Serra Dona Francisca. Em setembro de 2015, boa parte da fiação foi furtada e hoje mais da metade das lâmpadas estão desligadas.

Segurança
No ano passado, um pessoal queria colocar outdoors para cobrar mais investimentos em segurança pública em Joinville. Acabaram recuando. Agora, foi a vez de a comitiva programada para a audiência em Florianópolis ter de voltar atrás. 

Mais agilidade
A iminente liberação dos US$ 70 milhões pelo BID dará a Prefeitura de Joinville uma oportunidade de ser mais ágil no uso dos recursos de um contrato de grande porte. Algo não visto no Pró-transporte, assinado no final de 2014 com o governo federal, com R$ 105 milhões para melhorias viárias, especialmente em corredores de ônibus. 


Um trecho
Até agora, só está sendo feito o trecho da São Paulo, com utilização de R$ 5,1 milhões. Como se tratam de obras em 65 kms, não daria para fazer tudo ao mesmo tempo, trancaria todo o trânsito de vez. Mas ainda assim, essa primeira obra só iniciou quase dois anos após a assinatura do contrato. 

Novo BID
No caso do BID, dá para tocar boa parte ao mesmo tempo, como a macrodrenagem do rio Itaum-açu (zona Sul) e o parque Piraí (Vila Nova). As obras de esgoto na região Sul terão de ser feitas em módulos. O dinheiro do BID não pode ser usado ainda porque falta o aval da União, mas com foi assinado no final de 2014 com o banco, imagina-se que a arrancada imediata esteja preparada.


As donas da praia

Foto: Aldo Brasil / A Notícia

Na manhã de sábado, as gaivotas estavam à vontade em praia de Itapoá, em belo dia de sol, com temperaturas amenas de outono. 

Cidadela
No plano de governo do segundo mandato de Udo, repetido no plano de metas entregue à Câmara de Joinville na semana passada, está previsto ¿viabilizar o restauro e funcionamento da Cidadela Antarctica como centro cultural¿. Pelo visto na reportagem de final de semana de ¿AN¿, tal promessa não será fácil de ser cumprida. A não ser que a restauração pretendida não seja tão completa assim.

Mais metas
Ainda na áreas dos imóveis da cultura, o plano de metas prevê a construção de uma Casa da Cultura na zona Sul e restauração e ampliação do Museu Nacional da Imigração. Em relação ao Museu do Sambaqui, o compromisso é buscar recursos para projetos de uma nova construção.

De plantão
Uma das queixas ouvidas pela 21ª Promotoria de Justiça de Joinville em relação ao Centro de Bem Estar Animal é a dificuldade de conseguir a ligação para o telefone celular deixado de plantão. Este será um dos itens cobrados na execução judicial apresentada por causa de descumprimento parcial de acordo de melhorias, além de melhorias na estrutura de atendimento no Vila Nova. 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaProjeto entrega bonecos de pano a crianças com câncer no Hospital Infantil de Joinville https://t.co/Tou30aiUgE #LeianoANhá 25 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMulher ferida durante discussão familiar recebe alta do hospital em Joinville https://t.co/1tSnEnN2gb #LeianoANhá 5 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros