Fornecedores de água abusam do consumidor com rompimento de adutora da Casan - Política - A Notícia

Versão mobile

Moacir Pereira26/05/2017 | 08h01Atualizada em 26/05/2017 | 08h01

Fornecedores de água abusam do consumidor com rompimento de adutora da Casan

Um caminhão pipa, que normalmente é adquirido por R$ 1 mil, chegou a custar até R$ 3 mil


Foto: Ita Kirsch / Divulgação

As empresas que fornecem água abusaram do consumidor com o rompimento da adutora da Casan. No início da crise hídrica, o preço era de R$ 1 mil pelo caminhão-pipa de 20 mil litros. O síndico profissional Rafael Irani  denuncia que, quando a situação se agravou, o preço chegou a R$ 3 mil. 

Um crime explorar o consumidor desta maneira. Fica o alerta ao Procon e ao Ministério Público. Aliás, dá para confiar na qualidade dessa água?

Deu Zebra
O secretário de educação de Florianópolis, Maurício Fernandes Pereira,  informa que a prefeitura tem seis obras financiadas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Quatro delas estão paradas por erros de projeto e duas quase parando.

Orçamento
Depois de muito debate na Câmara da Capital, o Plano Plurianual foi retirado da pauta e poderá voltar para o Executivo. Junto com a LDO e a LOA , o PPA define o orçamento do governo pelos próximos quatro anos e, normalmente, passa sem muita discussão. 

O vereador Marquito (PSOL), que encontrou inconsistências legais, disse que se trata de um fato inédito. Informação apurada pela competente repórter da RBSTV Mayara Vieira.

*Renato Igor é interino da coluna de Moacir Pereira. O colunista retorna de férias no dia 30 de maio.

Acompanhe as publicações de coluna

SC Gás vai participar de conferência mundial nos Estados Unidos

Deputado propõe que contratos de ACTs sejam válidos por até quatro anos

Plano Diretor de Florianópolis é marcado por briga ideológica entre prefeitura e Sinduscon

 
 
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros