Fecomércio-SC diz que turbulência política não pode atrapalhar a tramitação das reformas - Política - A Notícia

Versão mobile

Política18/05/2017 | 18h50Atualizada em 18/05/2017 | 18h50

Fecomércio-SC diz que turbulência política não pode atrapalhar a tramitação das reformas

Presidente da entidade, Bruno Breithaupt assinou posicionamento

A Federação do Comércio de Santa Catarina (Fecomércio-SC) divulgou um posicionamento após o pronunciamento em que Michel Temer (PMDB) negou renunciar ao cargo de presidente diante das recentes denúncias. Para o presidente da entidade, Bruno Breithaupt,a turbulência política do país não pode prejudicar o debate e a aprovação das reformas trabalhista e da Previdência. Leia a carta na íntegra:

A Fecomércio SC acompanha com extrema preocupação a convulsão política que tomou conta do Brasil nas últimas 24 horas. São extremamente graves todas as denúncias divulgadas pela imprensa, sobretudo as que envolvem o Presidente da República, Michel Temer. A Fecomércio SC entende que as investigações devem ser feitas com a urgência que o pauta suscita.

Recentemente tivemos um sinal de recuperação econômica, fazendo com que a confiança do empresário e do consumidor fosse retomada com a redução da inflação no acumulado de 2017. O IPCA em 2017 está em 1,10%, frente aos 3,25% do mesmo período em 2016. Nos últimos doze meses, o índice caiu para 4,08%, abaixo do mês anterior (4,57%), constituindo-se na menor taxa desde julho de 2007 (3,74%).

A entidade reitera seu compromisso de lutar por um Brasil mais ético, produtivo e eficiente, e que toda a turbulência política que assola o país não pode se estender e prejudicar o momento de debate e aprovação das reformas estruturantes para o Brasil. Apesar das dificuldades do Governo na condução da reforma da Previdência no Congresso - cedendo a vários grupos de pressão e abrindo mão da rigidez necessária no texto- os avanços da economia e das reformas devem ser mantidos.

Assim, é urgente que essa situação se resolva e que, no caso de confirmação das denúncias contra o Presidente Temer, as instituições que sustentam a democracia do Brasil se mantenham intactas para a condução do processo, que deve ocorrer dentro do que assegura a constituição brasileira. É o momento de os empresários e as entidades de classe, que pensam de fato no futuro do Brasil, unir forças para a construção de um novo conserto político, alicerçado em princípios éticos, produtividade e eficiência, comprometido com as reformas estruturantes e a reforma política.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem que se perdeu no Morro do Amaral, em Joinville, é encontrado https://t.co/HoplVUtjrG #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaGrupo procura por homem que desapareceu na mata em Joinville https://t.co/o75qJgnCPP #LeianoANhá 3 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros