Despachantes de Joinville e região fazem proposta para assumirem serviços de regularizações dos veículos - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal23/05/2017 | 07h10Atualizada em 23/05/2017 | 07h10

Despachantes de Joinville e região fazem proposta para assumirem serviços de regularizações dos veículos

Atualmente, este serviço é responsabilidade de Ciretrans e Citrans

A Associação dos Despachantes de Joinville e Região está apresentando proposta ao governo do Estado para passar aos escritórios de despachantes os serviços de regularização de veículos, hoje de responsabilidade das Ciretrans e Citrans. O modelo seria semelhante ao adotado nas vistorias veiculares.

Pelas contas da associação, são 780 pessoas trabalhando nos setores de trânsito do Estado, sendo 385 policiais atuando em serviço administrativo. Os demais são terceirizados. Parte desse pessoal poderia ser liberado para outras tarefas.

O Detran se encarregaria de fiscalizar esse serviço a ser prestado pelos despachantes. O formato de pagamento defendido pela associação é por meio de taxa a ser definida pelo governo do Estado – é citado a taxa recolhida para o exame médico necessário para a carteira de habilitação.

O pedido deve ser protocolado nesta terça-feira, 23 de maio, na Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP).

De volta

Demorou, mas enfim há obras no acesso ao Kartódromo de Joinville, na avenida Santos Dumont. Um impasse sobre a realocação da rede de gás natural paralisou as obras no início do ano, criando um gargalo na avenida em Joinville. Agora, o local deve ganhar novamente a segunda pista.

Som

O projeto da Prefeitura de Joinville para adaptar os níveis de ruído à LOT tem certa urgência porque neste momento a Secretaria de Meio Ambiente não pode autorizar as certidões de pressão sonora por causa de um limbo legal. E já tem fila de pedidos de licenciamento – casas de eventos, por exemplo, precisam manter o documento atualizado a cada dois meses.

Esquecido

O problema ocorreu porque a LOT alterou as denominações de zoneamento e não atualizou a tabela de ruídos e sons. O projeto da Prefeitura quer adequar a nomenclatura por meio de projeto enviado aos vereadores. Na área rural, o limite é de 40 decibéis de dia. Nas áreas industriais, chega a 70 decibéis no período diurno. Há outras faixas.

Vai andar

Já alvo de reclamações de moradores por causa da demora, o reparo do meio-fio e das calçadas na Otto Boehm está em andamento normal, segundo a Águas de Joinville. A companhia alegou que o trabalho precisou esperar o nivelamento da pista de rolamento. A Águas ficou encarregada dos reparos porque o meio-fio foi arrancado para a relocação das redes de água e de esgoto por causa da macrodrenagem do rio Mathias.

Parcial

Na nova etapa do corredor de ônibus da Nove de Março, a entrar em operação no início de junho, os carros vindos no sentido do terminal de ônibus só poderão ir até a rua São Joaquim e ali fazer a conversão. Na versão original, só poderiam trafegar ônibus naquele trecho. Mas para a adoção dessa proposta, seriam necessárias mais obras.

Circulando

Um dos nomes cotados pelo PMDB de Joinville para concorrer a deputado estadual, Fernando Krelling deu algumas voltinhas no final de semana, visitando um pessoal em Blumenau e em Massaranduba. Acabou não indo no evento do PMDB Mulher, organizado por aliados de Mariani – o deputado é muito próximo de Rodrigo Fachini, já pré-candidato a estadual.

¿Vamos ver¿

Pré-candidato declarado a deputado estadual, Rodrigo Bornholdt alega que se ele será ou não candidato único do PDT de Joinville é tema a ser discutido internamente. O mesmo vale para definir quem será o candidato pedetista a federal pelo diretório de Joinville.

Enfim, no azul

Abril foi o primeiro mês no ano em que as lojas mais contrataram do que demitiram vendedores em Joinville, com abertura de 65 vagas. Ainda há assim, há um déficit de 600 vagas cortadas na profissão desde o início de 2015. Se, talvez

Se algum dia

Udo resolver mexer no comando da Águas de Joinville, Luana Siewert Pretto tem chances de ser a escolhida para o cargo. Luana é uma das diretoras da companhia desde abril e está na condição de presidente interina com as férias de Jalmei Duarte.

Já passou

A Câmara de Joinville aprovou o reajuste dos servidores pela inflação, de 3,99% em uma parcela. O aumento será confirmado em segunda votação nesta terça. O reajuste para os vereadores depende de lei própria (ainda não tem projeto). Cada parlamentar ganha hoje R$ 12,3 mil, brutos.

Piratuba

O governo do Estado depositou na segunda-feira R$ 3 milhões nas contas da Prefeitura de Joinville referentes à revitalização da rua Piratuba, no bairro Bom Retiro. O restante dos R$ 5,8 milhões contratados será pago em duas parcelas depois da prestação de contas do primeiro repasse. A empreiteira está retomando as obras nesta semana.

Mais Fundam

A obra, parada há mais de dois meses devido ao atraso nos repasses do Estado, foi contratada pelo município, mas é bancada pelo governo estadual por meio do Fundam. O outro convênio do fundo em Joinville foi a recuperação da Tenente Antônio João, com R$ 3,5 milhões. Na segunda edição do Fundam, em fase de lançamento pelo Estado, deverá ser incluída a recuperação do rua Prudente de Moraes, com custo estimado em R$ 3,9 milhões.

Ainda...

Até o final da semana passada, a documentação sobre o edital de concorrência do estacionamento rotativo de Joinville ainda não havia sido enviado ao Tribunal de Contas do Estado. Sem análise prévia, o TCE não autoriza o lançamento da licitação de serviços concedidos à iniciativa privada. No dia 1º de julho, completam-se quatro anos da suspensão do serviço pela Prefeitura de Joinville.

Nova pista

Uma nova pista com 21 km foi a principal proposta apresentada ontem na Fiesc para a melhoria de tráfego na BR-101 na região de Joinville. A nova faixa traçado fragmentado entre Garuva e Barra Velha. Na prática, seria mais mais uma faixa em um dos sentidos, provavelmente rumo ao Sul (Florianópolis).

Pelo grupo

O mesmo trabalho prevê também mais seis viadutos em marginais e três quilômetros de vias laterais. O pacote inteiro está estimado em R$ 290 milhões. As obras não estão previstas no contrato de concessão, mas poderão ser bancadas pela concessionária. As propostas foram sugeridas pelo Grupo Paritário de Trabalho, criado em 2015 pela ANTT e formado por técnicos da agência, da Autopista Litoral Sul, PRF, Fiesc, Fetrancesc, entre outras entidades.

Se estranharam

Rodrigo Coelho (PSB) e Jaime Evaristo (PSC) discutiram ontem sobre projeto de pagamento de IPTU, trocaram algumas farpas e saíram sem se falar de reunião de comissão na tarde de ontem na Câmara de Joinville. E estavam sentados lado a lado.

Agilidade

Pelo relatado ontem na Câmara de Vereadores, o pessoal da Agemed queria mais velocidade da Secretaria de Meio Ambiente de Joinville na análise de pedido de licenciamento para construção de hospital no bairro Boa Vista.

A Notícia
Busca