BR-470 continua sendo a vergonha do DNIT em Santa Catarina - Política - A Notícia

Versão mobile

Moacir Pereira09/05/2017 | 06h01Atualizada em 09/05/2017 | 06h01

BR-470 continua sendo a vergonha do DNIT em Santa Catarina

Evento nesta terça reúne entidades empresariais, sociedade civil e lideranças em torno de nova mobilização pela duplicação

BR-470 continua sendo a vergonha do DNIT em Santa Catarina Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Prometida pelo ex-presidente Ernesto Geisel, em discurso público durante visita em Blumenau na década de 1970, a BR-470 continua sendo a vergonha do DNIT e do Ministério dos Transportes em Santa Catarina. A rodovia federal só foi concluída graças a um esforço monumental no governo Vilson Kleinubing, assumindo o trajeto entre Navegantes e Blumenau – o mais difícil - com recursos de Brasília.

Como houve lamentável atraso de 20 anos, o movimento de veículos e caminhões teve crescimento vertiginoso, transformando-se na estrada mais estressante de Santa Catarina, particularmente, na região de Blumenau. E, sobretudo, uma das mais trágicas do Estado. Só quem tem a obrigação de transitar pela BR-470 para estudar, trabalhar ou para fazer turismo conhece o tamanho do gravíssimo problema.

Importante lembrar, também, que o ex-presidente Lula prometeu, em duas campanhas, que executaria a duplicação da estrada. E, com maior compromisso público, a ex-presidente Dilma, também em duas oportunidades, assumiu a duplicação. Proclamou então: "A duplicação da BR-470 é uma questão pessoal e de honra de meu governo".

Elogiável e fundamental, portanto, a reunião que será realizada nesta terça, às 11h, na Fecomércio, por iniciativa do Sindilojas de Blumenau, mobilizando entidades empresariais, da sociedade civil e lideranças em torno da duplicação.

Tem mesmo que fazer pressão em Brasília. E o fato deste movimento ser coordenado pelo ex-prefeito e economista Félix Theis já é um sinal de que terá sucesso.

Prisão cautelar
Do juiz Sérgio Moro ao autorizar a Operação Asfixia, em resposta ao equivocado ministro Gilmar Mendes: "Excepcional não é a prisão cautelar, mas o grau de deterioração da coisa pública revelada pelos processos na Operação Lava-Jato, com prejuízos já assumidos de cerca de R$ 6 bilhões somente pela Petrobras e a possibilidade, segundo o STF, de que os desvios tenham sido utilizados para pagamento de propina a dezenas de parlamentares, comprometendo a qualidade da democracia."

Justiça informatizada
Tribunal de Justiça de São Paulo está com o sistema totalmente informatizado. O projeto e a execução do digital tem a assinatura da Softplan, empresa fundada em Florianópolis há 26 anos e hoje uma das mais importantes no Brasil em produção de software. Além do Judiciário paulista, outros 17 tribunais estaduais se valem do sistema idealizado pela Softplan. O presidente do TJ-SP, desembargador Paulo Dimas, visitou a Softplan no Sapiens Park, tratando de outras inovações tecnológicas para agilização dos processos. 

Acif-ACI 
Presidente da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis, Sander de Mira, que se despede do cargo em 20 de maio, homenageou o presidente da Casa do Jornalista, Ademir Arnon, e o diretor Manoel Timóteo de Oliveira.

Acompanhe as publicações de Moacir Pereira

Resultado de edital da Casan com investimentos de R$ 107 milhões em saneamento deve sair em 25 dias

Décio Lima é o novo presidente do PT de SC

Comemorações de 182 da PM-SC marca promoção de 134 praças e 55 oficiais


 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A Notícia"São infelizes coincidências", diz secretário sobre ataques a agentes prisionais em SC https://t.co/l7puETDfhv #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMorre Uno Theilacker, ex-ciclista premiado de Joinville https://t.co/jqZFCzrkHQ #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros