Saavedra: Udo deve rever número de comissionados da Prefeitura de Joinville em 2017 - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal22/11/2016 | 08h02Atualizada em 22/11/2016 | 13h58

Saavedra: Udo deve rever número de comissionados da Prefeitura de Joinville em 2017

Confira esta e outras notícias da coluna Portal

governo Udo está revendo a posição anterior e deverá demitir parte dos ocupantes de cargos comissionados no final do ano, com retorno parcial aos postos ao longo do primeiro semestre de 2017. A medida só está decidida porque ainda há dúvidas sobre o custo das exonerações – despesa que poderá ser compensada com o tempo em que os postos ficarão vagos.

Pelo Portal da Transparência, estão ocupados 479 dos 505 cargos de confiança previstos na Prefeitura de Joinville. A medida seria tomada para facilitar a reforma administrativa e também o corte de cargos, pretendido para o segundo mandato. Os vereadores da base aliada já estão sendo avisados sobre a tesourada.

Luiz Henrique tomou providência semelhante quando se reelegeu governador. O prefeito reeleito Udo Döhler ainda se manifestou sobre a reforma, mas repetiu, inclusive depois das eleições, que considera o modelo das fundações ineficiente para a busca de recursos e deve ser nessas estruturas que a reforma deve provocar o maior impacto.

O que fazer?

Nos próximos dias, os 19 vereadores de Joinville vão se reunir com técnicos da Câmara e do Ippuj para tentar destravar os impasses envolvendo a LOT, em  especial sobre quem vai elaborar os mapas das emendas de criação de áreas de expansão urbana. Só falta isso para os vereadores concluírem a votação do projeto.

Local da UFSC

Os detalhes ainda não são divulgados, mas a UFSC continua em tratativas com o parque Perini para instalação no condomínio industrial. Uma das etapas é o contato da universidade com o MEC sobre o assunto. A universidade funciona em salas alugadas em Joinville, e a obra no campus da BR-101 não tem data para ser retomada.

De improviso

Na festa de encerramento do ano do PMDB de Joinville, no Rancho Timbé, não está previsto o lançamento da pré-candidatura de Mauro Mariani ao governo do Estado. O evento do dia 10 será mais para comemorar a vitória de Udo. Seja como for, nada impedirá alguém de pegar o microfone e anunciar o deputado federal como pré-candidato.

Orçamento

A Câmara de Joinville lembrou ontem da necessidade de realizar audiência pública sobre o orçamento da Prefeitura e marcou o encontro para o dia 5 de dezembro, na semana anterior ao início do recesso legislativo. No ano passado, liminar conseguiu suspender a tramitação do orçamento por falta de consultas públicas, – depois a decisão foi revista no Judiciário.

Promotoria

Joinville está mapeada para receber uma promotoria regional de Segurança Pública, estrutura já existente em Florianópolis e Chapecó. A meta é contribuir para a redução dos índices de criminalidade. Não há ainda um cronograma definido de instalação.

Inquéritos

O delegado regional de Joinville, Akira Sato, está defendendo a vinda de uma força-tarefa cartorária para reduzir o acúmulo de inquéritos na Polícia Civil. O pessoal de reforço atuaria em questões burocráticas dos documentos.

Tempos dos semáforos

Neste momento, o Detrans não fará ajustes nos tempos de semáforos no entorno do binário da Santos Dumont com a Tenente Antônio João, embora tenham sido observados reflexos na João Colin, com carros ficando em cruzamentos quando o sinal fecha. O departamento vai esperar mais uns dias para ajustar para não ter que mexer a todo momento. A próxima intervenção do Ippuj, ainda em 2016, será a continuação do binário da São Paulo com a Santa Catarina, na zona Sul.

Convênio

O vice-prefeito eleito Nelson Coelho vai lutar pela retomada do convênio de trânsito entre a Prefeitura de Joinville e o governo do Estado, encerrado em junho. Ex-comandante do 8º BPM, Coelho diz que não faz sentido a divisão na atuação dos agentes de trânsito e policiais. O rompimento ocorreu devido a divergências na divisão da receita com as multas de trânsito.

Papel do vice

Nelson Coelho não fala nada sobre sua participação no governo Udo porque entende que o prefeito tem de ficar à vontade para definir seu papel. No primeiro mandato, o vice Rodrigo Coelho foi o presidente da Fundação Cultural de Joinville, para onde não voltou após a eleição.

Penas

Assim que assumir na Câmara de Joinville, Tânia Larson (SD) vai propor mais penas administrativas (possivelmente multas mais pesadas) para quem maltrata animais na cidade. Lei federal trata os maus-tratos contra os bichos como crime ambiental. Para a vereadora eleita, os casos de abandono e de violência contra animais estão crescendo de forma “assustadora” em Joinville.

Lealdade de Aragão

Na sua luta pela presidência da Câmara de Joinville, Claudio Aragão (PMDB) espera contar com apoio de Udo Döhler, embora adiante que sua relação com o prefeito não mudará se o candidato dele for outro. Aragão espera retribuição pela “lealdade” ao governo Udo durante quatro anos.

Sem abordar 2018

“Tomei muita pedrada por defender o governo”, diz Aragão. Sobre 2018, o vereador não quer se adiantar: talvez Aragão acredite que se lançar como pré-candidato a deputado agora atrapalhe seus planos de virar presidente da Câmara em 2017.

IPTU

O pagamento do IPTU de Joinville, em cota única, com desconto de 10%, poderá ser feito até 5 de janeiro. Quem pagar até 7 de fevereiro, também em cota única, terá abatimento de 8%. A Prefeitura ainda não informou quando inicia a distribuição dos carnês. O reajuste para 2017 será pela inflação do período, de 7,87%.

Recesso

O recesso da Prefeitura de Joinville será entre os dias 19 e 30 de dezembro. Na prática, para quem não estiver de plantão, significa parada no dia 16 e volta no dia 2 de janeiro.

Preferência

Richard Harrison acredita que o próximo presidente da Câmara de Joinville pode sair da bancada do PMDB, de preferência ele mesmo, diz.

Distanciamento

Devido ao fato de o PSB ter se afastado da aliança com o PMDB na eleição, Udo Döhler deverá ter uma certa dificuldade em tratar questões políticas com Patrício Destro, o principal líder do PSB em Joinville.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Portal 07/11/2016 | 07h02

Justiça nega paralisação das obras de drenagem no rio Mathias

Ação judicial de moradores cobra laudos e estudos de impacto

Portal 06/10/2016 | 07h02

Saavedra: Corrida na Justiça para impedir a votação da LOT

Outras três ações devem ser protocoladas ainda esta semana para tentar suspender andamento da votação do projeto

Portal 29/09/2016 | 07h01

Saavedra: Último balanço mostra recuo no peso da folha de pagamento da Prefeitura de Joinville

A despesa mensal esteve em média em R$ 61 milhões nos últimos 12 meses

Portal 07/09/2016 | 07h04

Jefferson Saavedra: Aumentam os roubos de celulares em Joinville

No mês passado, foram 42 casos registrados apenas na Zona Sul

AN Portal 13/08/2016 | 07h31

Peso da folha será o maior desafio do próximo prefeito de Joinville

Ainda sem o reajuste de 2016, folha de pagamento está em R$ 790 milhões anuais

AN Portal 17/02/2016 | 09h23

Jefferson Saavedra: Fiscalização dos bombeiros militares atende a pedido do MP em Joinville

Bombeiros militares estão fiscalizando hotéis e pousadas na cidade

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAcidente entre três veículos bloqueia trânsito na BR-280, em Araquari https://t.co/Zn9qoTxd98 https://t.co/5tLiPddq4Yhá 4 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDelegado deve concluir inquérito sobre chacina em Joinville em até 30 dias https://t.co/sZOLZeqvB0 https://t.co/dr9cGk1c9Chá 6 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros