Saavedra: Fundo Municipal do Meio Ambiente prevê gastar R$ 26 milhões em 2017 - Política - A Notícia

Versão mobile

Portal29/11/2016 | 07h01Atualizada em 29/11/2016 | 07h01

Saavedra: Fundo Municipal do Meio Ambiente prevê gastar R$ 26 milhões em 2017

Só para recuperação de cemitérios, está previsto investimento de R$ 1,5 milhão

Os cemitérios ficaram com R$ 4,5 milhões dos R$ 26,1 milhões previstos para uso em ações de meio ambiente em Joinville em 2017. Só para o licenciamento e recuperação das áreas dos dez cemitérios municipais, há R$ 1,5 milhão previsto para ser bancado pelo Fundo Municipal de Meio Ambiente

A manutenção ficará com R$ 3 milhões. No ano passado, o fundo previa gastos de R$ 25,8 milhões em dezenas de projetos. Uma fatia não chegou a ser utilizada e foi transferida para 2017.

Já a manutenção do Centro de Bem-estar Animal, a chipagem de animais e a contratação de serviços veterinários têm previsão de R$ 3 milhões. A conservação de parques, como Caieira e Zoobotânico, terá R$ 1,8 milhão. Outros R$ 2 milhões vão para despesas administrativas da Secretaria de Meio Ambiente.

 Para o setor de desenvolvimento de gestão ambiental, estão reservados R$ 10,7 milhões, sendo R$ 1,8 milhão para a atualização dos planos de água, esgoto e drenagem. Ainda nesse rubrica, a APA Dona Francisca terá R$ 2,5 milhões. O destino dos recursos passou pela aprovação do Conselho Municipal de Meio Ambiente.

De volta

O DNIT autoriza o início da revisão dos projetos dos contornos ferroviários de Joinville e de São Francisco do Sul no dia 1º, conforme Mauro Mariani contou ontem na Fiesc. A empresa vencedora das licitações terá seis meses para concluir o trabalho. Depois disso, será possível licitar as obras novamente.

Só em 2018

Devido a problemas nos projetos, as duas obras pararam em 2011. Agora, até o trajeto da linha do trem pode ser alterado. O orçamento da União para 2017 não reserva nem um centavo para os contornos, o que significa que as obras só poderão ser retomadas de 2018 em diante.

Ao meio-dia

A ampliação do horário dos postos de saúde de Joinville vai ficar restrita a não fechar mais no horário do almoço. A partir de dezembro, acaba esse intervalo. Agora, abrir das 7h às 19h, como uma fatia reduzida das unidades já adota, ainda vai levar um tempo para chegar a todos os postos.

A pior

Em uma lista de nove serviços avaliados em Joinville, a segurança pública teve a pior nota em pesquisa da Fecomércio, divulgada agora, mas com coleta de dados antes das eleições. Em escala de zero a cinco, a segurança ficou com 2,18. Em cinco de outras seis cidades pesquisadas, a segurança também ficou em último lugar.

A prioridade

A melhor nota em Joinville foi a limpeza urbana, com 3,38. No questionamento sobre qual deve ser a prioridade do prefeito, a saúde venceu com facilidade, com 68,6%. A segurança ficou em um distante segundo lugar, com 13%.

A câmara

Na mensagem aos vereadores com a proposta de criação da Câmara Intersetorial de Segurança Pública, a Caisp, o governo Udo cita a necessidade de articulação de vários setores, lembrando “que a cada dia que passa o município de Joinville é alvo de grupos criminosos, os quais possuem como característica relevante o alto poder de organização”. A câmara reunirá vários setores da Prefeitura, com convite ao pessoal de fora, para discutir segurança.

Contas desaprovadas

Em decisões divulgadas ontem, a Justiça Eleitoral reprovou as contas de campanha dos vereadores eleitos Richard Harrison e Roque Mattei, os dois filiados ao PMDB. Nas duas prestações de contas examinadas pela 96ª Zona Eleitoral, foram encontradas “inconsistências”. Como as decisões foram tomadas em primeira instância, os dois peemedebistas podem recorrer.

Todos recorrem

Roque já adianta que pretende recorrer. A assessoria de Richard informa que também será apresentado recurso à decisão da primeira instância. Maurício Peixer (PR), vereador reeleito, também com contas de campanha sem  aprovação em primeira instância, já está recorrendo.

Sem encontro

Como o secretário César Grubba (Segurança Pública) representou o governador na posse do advogado de Wilson Pereira Júnior no TRE, Udo não se encontrou com Colombo na solenidade de ontem.

Tentativa

É hoje a reunião na Câmara de Joinville para tentar votar a LOT ainda em 2016.

Confraternização 

Hoje tem encontro de lideranças do PSD na chácara de Darci de Matos. Gelson Merisio já confirmou e há chance de o governador Colombo aparecer.

Improvável

Um grupo do PSDB de Joinville tenta levar o partido – ou pelo menos o máximo possível de lideranças – para o apoio a Udo. A empreitada é complicada porque Tebaldi, a maior liderança do partido, não quer tal aproximação – nem o governo com ele.

Em avaliação

Na reunião de ontem em Florianópolis, o PSDB resolveu esperar até que a conversa “melhore” para decidir se entra no governo Colombo. Os deputados tucanos já votam com a base aliada e agora seria a participação em secretarias. Mas o PSDB quer saber exatamente qual será sua participação.


Portas abertas

Marco Tebaldi saiu rompido com o governo Colombo no início de 2012, quando deixou a Secretaria de Estado da Educação, foi crítico da gestão do governador, mas nos últimos tempos tem defendido a tese de “não fechar as portas”: ou seja, o PSDB poderá até participar, dependendo das condições.


Confronto

Nos bastidores, a disputa entre Natanael Jordão e Maycon César é cada mais intensa. A defesa do vereador eleito Natanael, alvo de ação de investigação judicial eleitoral em Joinville, vai afirmar na Justiça Eleitoral que pessoas ligadas a Maycon estariam por trás de parte das denúncias porque atual vereador é o primeiro suplente do PSDB a partir de 2017.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Portal 24/11/2016 | 09h02

Saavedra: Udo não acredita mais em LOT para 2016

Confira esta e outras notícias da coluna Portal

Portal 07/11/2016 | 07h02

Justiça nega paralisação das obras de drenagem no rio Mathias

Ação judicial de moradores cobra laudos e estudos de impacto

Portal 06/10/2016 | 07h02

Saavedra: Corrida na Justiça para impedir a votação da LOT

Outras três ações devem ser protocoladas ainda esta semana para tentar suspender andamento da votação do projeto

Portal 29/09/2016 | 07h01

Saavedra: Último balanço mostra recuo no peso da folha de pagamento da Prefeitura de Joinville

A despesa mensal esteve em média em R$ 61 milhões nos últimos 12 meses

Portal 07/09/2016 | 07h04

Jefferson Saavedra: Aumentam os roubos de celulares em Joinville

No mês passado, foram 42 casos registrados apenas na Zona Sul

AN Portal 13/08/2016 | 07h31

Peso da folha será o maior desafio do próximo prefeito de Joinville

Ainda sem o reajuste de 2016, folha de pagamento está em R$ 790 milhões anuais

AN Portal 17/02/2016 | 09h23

Jefferson Saavedra: Fiscalização dos bombeiros militares atende a pedido do MP em Joinville

Bombeiros militares estão fiscalizando hotéis e pousadas na cidade

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A Notícia'AN' testa o aplicativo Uber no primeiro dia de funcionamento em Joinville https://t.co/il68udAyxO https://t.co/6WUEYID981há 5 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVagner Mancini será o técnico da Chapecoense https://t.co/QEwIhlRC03há 7 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros