Projeto de iniciativa popular propõe novo uso para área da zona Norte de Joinville - Política - A Notícia

Versão mobile

Vale Verde07/11/2016 | 21h31

Projeto de iniciativa popular propõe novo uso para área da zona Norte de Joinville

Proposta que transforma quase 50 Km² de área rural em urbana chegou à Câmara de Vereadores com 15,3 mil assinaturas

Projeto de iniciativa popular propõe novo uso para área da zona Norte de Joinville Assessoria de comunicação CVJ/Divulgação
Comissões técnicas discutiram aspectos jurídicos do projeto nesta segunda-feira Foto: Assessoria de comunicação CVJ / Divulgação

Uma grande área urbana com jeito de área rural, assim foi concebido o Vale Verde, projeto de iniciativa popular que entra em fase decisiva na análise das comissões técnicas da Câmara de Vereadores de Joinville.

A proposta que recebeu 15,3 mil assinaturas e apoio de mais de 30 entidades na região Norte da cidade cobre 47,2 Km² de área rural no vale do rio Cubatão, afetando principalmente a Estrada da Ilha e Estrada Timbé.

:: Leia mais sobre Joinville e região em AN.com.br

A área equivale a cerca de 4,44% do município. Se fosse uma figura geométrica, a aparência se assemelharia a um triângulo de ponta-cabeça. Ao Norte, seu limite é o canal do Rio Cubatão, à esquerda, Pirabeiraba; à direita, a região do Aventureiro e, ao Sul, a região próxima à Univille.

Atualmente, como área rural, o uso é mais restrito a atividades de produção agrícola e o lote mínimo é de 20 mil m². O Projeto de Lei Complementar 35/2016 transforma esta grande rural em urbana para permitir a diversificação de atividades.

Pelo projeto, o lote mínimo vai reduzir bastante de tamanho, mas será bem maior do que o que se vê na área urbana convencional. Na região mais próxima do Jardim Paraíso, será de no mínimo 1,2 mil m² para utilização comercial e de serviço, como galpões empresariais. A metragem mínima em direção à Estrada da Ilha é de 5 mil m² e chega a 10 mil m² nos locais onde devem predominar atividades rurais.

Condomínios residenciais nos moldes do Joinville Country Club, com suas residências de luxo e atividades cercadas por uma grande área verde podem ser explorados, de acordo com o arquiteto Marcel Virmond Vieira, responsável pela redação do projeto.

Segundo ele, outros condomínios, mais acessíveis, também estão previstos, mas o projeto não busca grande concentração de pessoas. A altura máxima dos prédios prevista é de 15 metros. No turismo, deve atrair investidores para construção de novas marinas e, ao longo da região, estabelecimentos comerciais e de serviço.

Vieira destaca que não se trata apenas de um projeto de expansão urbana, a proposta detalha o perfil e as atividades que serão instaladas e que já têm o apoio da comunidade local.

A NOTÍCIA

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPrefeitura de Florianópolis decreta emergência após ciclone subtropical https://t.co/1UtCYiBEK9há 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaNo dia seguinte ao adeus, Arena Condá ainda recebe visitantes https://t.co/5peKncxwvDhá 3 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros