Marcelo Fleury: Vossa excelência e o cafezinho - Política - A Notícia

Versão mobile

Eleições 201630/09/2016 | 20h07Atualizada em 30/09/2016 | 20h40

Marcelo Fleury: Vossa excelência e o cafezinho

O Brasil teme as autoridades, mas não as admira. Os Estados Unidos idolatram as autoridades, mas não as temem. Outros países simplesmente as ignoram.
No Brasil, políticos eleitos viram sócios do clube do cafezinho de graça e passam a se tratar por Vossa Excelência, mesmo em frases do tipo: "Vossa Excelência é um canalha". Faz parte da liturgia.

"Vossa Excelência" representa status, poder e, no fim, significa o seguinte: sou mais importante que você. Nos Estados Unidos, a autoridade não impõe medo, mas é venerada em filmes com presidentes que destroem o inimigo, salvam seu país e de resto o planeta. Aqui, um roteiro em que Temer enfrentasse alienígenas viraria piada. 

Mas tem um grupo de países, e não são poucos, em que a autoridade é só uma pessoa comum exercendo uma função na qual representa parcela significativa da sociedade para garantir segurança, saúde e educação. E essa autoridade pode andar de ônibus, de bicicleta e a pé. Mais: pode ser chamada simplesmente de você. Como se não bastasse, essa autoridade ainda paga pelo próprio cafezinho que toma.

Por isso, a suntuosidade do nosso "Vossa Excelência" não combina com a frugalidade do cafezinho gratuito na repartição. Abolir ambos é um sinal simplório, mas relevante, que poderia emergir das urnas no domingo como um singelo compromisso simbólico para mudar nossa política disfuncional.

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaTransformador de cinco toneladas cai de carreta e bloqueia BR-376 https://t.co/YUAK9VyoVWhá 6 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJoão Carlos Gonçalves é afastado do cargo da Câmara de Vereadores de Joinville https://t.co/UIXONjXnEjhá 10 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros