Confira como foi o debate com seis candidatos à Prefeitura de Joinville - Política - A Notícia

Versão mobile

Eleições 201629/09/2016 | 18h56Atualizada em 30/09/2016 | 16h43

Confira como foi o debate com seis candidatos à Prefeitura de Joinville

AN comenta via Twitter os principais pontos do debate. Para comentar, use #Eleições2016

Confira como foi o debate com seis candidatos à Prefeitura de Joinville Rodrigo Philipps/Agencia RBS
Seis candidatos participam do debate Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

A RBS TV realizou na noite desta quinta-feira o debate com seis candidatos à Prefeitura de Joinville. Foi a última oportunidade que o eleitor terá – antes da eleição do próximo domingo – de avaliar as propostas de Carlito Merss (PT), Darci de Matos (PSD), Doutor Xuxo (PP), Marco Tebaldi (PSDB), Rodrigo Bornholdt (PDT) e Udo Döhler (PMDB).

Os candidatos Ivan Rocha (PSOL) e Professor Marcos (PEN) não participaram porque os respectivos partidos não apresentam representação superior a nove parlamentares na Câmara de Deputados, de acordo com a lei 9.504/97, alterada recentemente pela lei 13.165/2015.

Confira como foi o primeiro bloco do debate
No primeiro bloco, os candidatos responderam perguntas de outros candidatos sobre temas sorteados pelo mediador. O primeiro tema abordado foi habitação. Marco Tebaldi destacou ações de seu governo na área, em especial a urbanização de casas irregulares. O candidato perguntou a Rodrigo Bornholdt quais eram as suas ideias para a área. Bornholdt defendeu a necessidade de trazer a periferia para o Centro da cidade e implantar o IPTU progressivo.

Darci de Matos perguntou ao candidato Udo Döhler sobre o tema esporte e qual seria a postura dele em relação ao programa esportivo de inclusão e também em relação ao JEC. Udo disse que vai ampliar o acesso ao esporte amador e que, quando assumiu a Prefeitura, havia 1,2 mil jovens participando de modalidades esportivas, e que hoje são 8 mil atletas. Darci enfatizou que é preciso investir em escolinhas de futebol, caratê e vôlei.

O terceiro tema foi gestão pública. Doutor Xuxo perguntou a Carlito Merss sobre gestão de recursos. Carlito disse que não há milagre, tem que haver controle rigoroso dos gastos e brigar pela receita dos ricos, além de melhorar a arrecadação de ICMS. O tema meio ambiente também entrou em discussão. Carlito disse que seu governo plantou 9 mil árvores e que, neste último governo, não chegou a 500. Afirmou ainda que investiu pesado em saneamento básico. O candidato Darci de Matos destacou que é preciso manter o cinturão verde a todo custo e que o saneamento é fundamental.

No tema saneamento, Udo Döhler ressaltou que aumentou a cobertura do esgoto sanitário de 17%, quando assumiu, para 34% hoje e perguntou como Tebaldi pretende conduzir a questão. Tebaldi disse que trouxe de volta o serviço de água e esgoto para o município e que vai buscar recursos para, em duas gestões, universalizar o esgoto sanitário e ver o rio Cachoeira limpo.


Confira como foi o segundo bloco
Rodrigo Bornholdt abriu o bloco perguntando a Udo Döhler os motivos de a cidade estar paralisada. O atual prefeito salientou que fez avanços importantes, priorizando investimentos em saúde e educação. Sobre a devolução de verbas federais destinadas à assistência social e obras e ações não realizadas, como um viaduto e a licitação do transporte coletivo, Udo respondeu que a licitação foi judicializada. Udo perguntou a Rodrigo sobre a Guarda Municipal.

Rodrigo disse que o papel do prefeito também é de cobrar recursos do governador. Marco Tebaldi questionou Doutor Xuxo se ele saberia citar uma grande obra realizada nos últimos anos em Joinville. O candidato do PP respondeu que não e propôs que a solução é buscar dinheiro com uma operação consorciada. Tebaldi disse que vai convocar equipe técnica para conclusão do Eixão. Xuxo questionou Darci de Matos sobre o transporte coletivo. Darci disse que vai tocar a licitação do transporte coletivo.

Doutor Xuxo falou sobre o passe livre, cobrando uma taxa da população. Darci disse que vai criar o passe estendido, para o usuário sair do ônibus e voltar com a mesma passagem em até meia hora. Darci questionou Carlito Merss sobre as falas de Udo sobre ter recebido a Prefeitura com dívidas. Carlito disse achar estranho Udo falar sobre a dívida quatro anos após assumir o cargo. Darci afirmou que Udo pagou mais de R$ 15 milhões em juros e correções.

Carlito ressaltou que deixou recursos para a folha de pagamento em 46% do orçamento e que hoje estaria superior a 50%. Carlito disse que acabou com o turno intermediário e construiu cinco escolas e perguntou a Udo onde fica a escola de mil alunos apresentada na campanha dele. Udo salientou reformas em 112 escolas e instalação de aparelhos de ar-condionado e informatização. Carlito Merss ainda salientou que pagou um 14º salário aos servidores da educação.


Confira como foi o terceiro bloco
No terceiro bloco, Rodrigo Bornholdt disse a Darci de Matos que preocupa o fato de ele trazer o governador para sua propaganda quando Raimundo Colombo deixou Joinville à míngua, em especial, na área da segurança. Darci afirmou que nenhum prefeito consegue fazer obras sem apoio do governo do Estado. Ele disse também que vai estabelecer parcerias com governador para segurança e infraestrutura.

No tema mobilidade urbana, Carlito Merss disse que no seu governo começou fazendo obras pequenas, colocando as vias em mão inglesa, mas afirmou que é necessário fazer três viadutos e elevados e enfatizou que para ter recursos é preciso ter projetos. Doutor Xuxo concordou, disse que não há recursos porque não há projeto.

No tema emprego e renda, Marco Tebaldi afirmou que nos últimos anos Joinville perdeu empresas para outros municípios como Araquari. Carlito destacou a necessidade de se aprovar a Lei de Ordenamento Territoral (LOT). Tebaldi disse que vai trazer o exemplo de Blumenau, onde liberam alvará em até uma semana. No tema acessibilidade, Darci de Matos disse que é preciso incluir as pessoas. Rodrigo afirmou que o maior problema está nas calçadas. Darci citou a importância de realizar parcerias com entidades.

Rodrigo defendeu a criação do centro especializado de reabilitação. No tema educação, Udo disse que seu governo dobrou o número de vagas na educação infantil. Rodrigo defendeu a educação em tempo integral. Udo citou a introdução do turno pleno. No tema saúde, Udo destacou as reformas em postos de saúde e a ampliação do número de leitos no Hospital Municipal São José. Carlito firmou que conseguiu aprovar a UPA do Vila Nova, que tem custeio pago pelo governo federal e criticou que agora está faltando remédio. Udo disse ainda que os remédios que faltam competem ao governo do Estado.

Confira como foi o quarto bloco
O quarto bloco começou com o debate sobre saúde. O candidato Doutor Xuxo questionou Darci de Matos sobre o que estaria acontecendo com a área na cidade. Darci afirmou que existem problemas com a falta de medicamentos e valorização dos servidores, mas que é preciso realizar parcerias para desafogar as filas. Xuxo disse que vai instalar o projeto Saúde na Linha, onde haverá médicos para atender a população por telefone e dar uma orientação ao paciente.

A segunda pergunta foi feita por Udo Döhler sobre a crise econômica e como é possível a cidade ter um crescimento acima da média nacional. Carlito Merss defendeu o avanço em outros setores, além da indústria, e relembrou medidas que fez quando era prefeito para trazer feiras para o município. O atual prefeito afirmou que a cidade já vem desenhando um projeto para inserir Joinville entre as cidades humanas e inteligentes do país, fazendo com que a economia criativa elimine o desemprego.

As grandes obras para a cidade foi o tema da terceira pergunta, feita por Rodrigo Bornholdt. O candidato Marco Tebaldi respondeu que o grande projeto será para fazer o eixão, que ligará a região Sul até o Norte. Bornholdt disse que também pretende realizar grandes obras, como a construção de alguns viadutos, mas também investirá na criação de uma central ifnormatizada de trânsito para controlar em tempo real os sinaleiros de Joinville.

A arrecadação do município foi o assunto da pergunta de Darci de Matos para Doutor Xuxo. O candidato do PP afirmou que é preciso aumentar a fiscalização com pessoas que não estão pagando impostos e relembrou o projeto sobre as operações consorciadas. Darci defendeu que vai cobrar as dívidas ativas do município, que ultrapassam R$ 1 bilhão.

Na penúltima pergunta do bloco, Marco Tebaldi pediu que o candidato Doutor Xuxo explicasse sobre a ação que entrou na Justiça contra a candidatura do atual prefeito. Xuxo leu parte da ação e afirmou que existem dois crimes cometidos por Udo Döhler, mas que ainda depende do que dirá o juiz. Tebaldi usou o tempo de réplica para contar que houve o impulsionamento de uma mensagem contra ele nos celulares de eleitores joinvilenses. Segundo ele, protocolou uma denúncia na Polícia Federal para descobrir qual candidato foi o autor da mensagem.

O último assunto em discussão do debate foi sobre a dívida e a falta de dinheiro da Prefeitura. Carlitou perguntou a Udo Döhler por que o candidato abordou o tema apenas no último ano de mandato e início da campanha eleitoral. O atual prefeito disse que assumiu a Prefeitura com grandes dificuldades e que o governo de Carlito esqueceu de depositar o salário dos servidores no último mês de governo. Carlito completou afirmando que o grande desafio do prefeito é a folha de pagamento. Ele disse que herdou o cargo com 52% do orçamento sendo destinado à folha, mas que não ficou choramingando durante o governo.

Confira os principais momentos:



Confira outras notícias de Joinville e região.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Voto consciente 19/09/2016 | 08h01

Envolvimento com política desde a infância é fundamental para melhorar situação do País

Exemplos como o de Emily, que é vereadora mirim em Joinville, podem servir de inspiração

Eleições 2016 15/09/2016 | 07h04

Os slogans dos candidatos a prefeito para conquistar o eleitor de Joinville

Entre os oito postulantes ao cargo, apenas o petista Carlito Merss não faz uso do recurso na campanha deste ano

Propaganda eleitoral 25/08/2016 | 22h

O que os candidatos a prefeito de Joinville vão mostrar no rádio e na TV

A partir desta sexta-feira, disputa pela Prefeitura será mais divulgada pelos meios de comunicação

Eleições 2016 04/08/2016 | 11h31

Saiba onde fica a Joinville que nem todos conhecem

Programas sociais destinados à população mais carente da periferia amenizam a situação de muitas famílias, mas não resolvem todos os problemas

Eleições 2016 28/07/2016 | 07h36

Saiba qual é o peso da saúde nas contas de Joinville

Melhorar o atendimento é promessa comum de candidatos, mas a solução não é tão simples assim

Eleições 2016 21/07/2016 | 11h39

Educação infantil é um dos principais desafios para gestão de Joinville

Na cidade, a falta de vagas em Ceis e a inclusão de destacam

Eleições 2016 14/07/2016 | 07h02

Ações preventivas e de educação são desafios para a segurança em Joinville

A segurança pública é dever do Estado e da União, mas cresce cobrança por maior contribuição do município

Eleições 2016 07/07/2016 | 07h01

Saiba como Joinville pode ser uma cidade com mais apelo turístico

Criação de espaços estruturados e aposta em uma marca que venda a cidade no plano turístico estão entre os desafios apontados por especialistas

Eleições 2016 30/06/2016 | 07h32

Espaços e projetos da área cultural contam com menos recursos do que o necessário em Joinville

Presidente da Fundação Cultural diz que o repasse feito pela Prefeitura tem sido inferior ao previsto no orçamento anual

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPM divulga distribuição dos novos policiais militares de Santa Catarina https://t.co/kDVclFOQRchá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem é assassinado na zona Norte de Joinville https://t.co/MuGVsIrN5Bhá 3 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros